Instante - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Instante

Instante

07/07/2011


Instante
Classificação: Livre
Gênero: Romance
Original

Instante


Meu coração palpitava no momento em que encontrei a luz clara de seus olhos. Suas íris douradas como o sol são o calor que tanto necessito. Sua presença aconchegante é o carinho que sempre desejei...

Ao ver os belos cabelos brilhantes que possui... Os fios amarelos caindo entre as franjas rebeldes e o sorriso sincero, eu tremo... Principalmente ao notar que são para mim os gestos meigos que lança.

Na realidade, não esperava te encontrar ali. Suas aparições sempre são um mistério. Surge como quem não deseja nada... Sumindo muitas vezes dando um breve Até logo!

- Bom dia... – com um ar despreocupado, você me cumprimenta do mesmo jeito reservado.

Ao chegar do meu lado, me encanto com o perfume sedutor emanando da sua pele...

Retribuindo a saudação, sussurro um pequeno Bom dia. Nessa hora senti a palpitação mais forte, o frizinho no estomago crescia com os segundo em que caminhávamos ao lado um do outro.

Reparando nas sacolas nas quais eu carregava... Você prontamente pergunta se precisava de ajuda. A doce sensação que sua voz me provoca, faz meu rosto se esquentar. Rapidamente nego seu auxílio, dizendo Não, tudo bem... Mas na verdade, meu desejo era que tocasse minhas mãos e tirasse o peso no qual carrego. Só de imaginar o contato aveludado, em que seus dedos finos proporcionariam... Arrepio-me.

A cada passo dado, conversamos apenas o necessário. Não era preciso muitas palavras, as poucas que trocamos já bastavam...

Enquanto você ria, me contanto sobre seu dia, procuro manter a conversa nesse ritmo gostoso... Ouvir sua doce, mas melancólica voz, é a musica que alimenta minha alma.

Chegando aos nossos respectivos destinos, seguimos por estradas separadas...

Com um curto Adeus, você fala que amanhã estará de volta... Onde poderei provar mais uma vez do instante da sua amável companhia. Mergulharei novamente na longínqua luz dos seus olhos castanho mel... E me perderei nos contornos perfeitos dos lábios vermelhos que tanto desejo...

Um comentário:

  1. U.u sem palavras. Bom demais. '-' não sei porque, mas, não consigo postar comentários grandes, acho que elogiaria demais seus textos que ficaria muito forçado, por assim dizer.

    ResponderExcluir

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!