A fazendeira e o ladrão #2 - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: A fazendeira e o ladrão #2

A fazendeira e o ladrão #2

20/10/2011


O Príncipe das Estrelas - A Fazendeira e o Ladrão
Classificação: 16 anos
Gênero: Romance, Drama
Baseado em Harvest Moon Ds Cute

Capítulos Anteriores:





O Príncipe das Estrelas
A Fazendeira e o Ladrão


Capitulo Dois


- E foi isso que aconteceu. – dizia Witch calmamente.

Ao contrário da bruxa, Claire estava espantada, a jovem não sabia como agir ou pensar. Somente tinha uma única conclusão: Witch passará dos limites e algo lhe dizia que sobraria para ela ajudar a Deusa.

- Tudo bem – falava Claire enquanto andava de um lado para o outro no quarto. – Entendo que você tenha se irritado com a Deusa e sei que não a suporta, mas tinha que fazê-la desaparecer Witch?

A bruxa fez bico, sua face ganhava um rubro cada vez mais intenso a medida que Claire chamava sua atenção.

- E agora tem alguma idéia de como salva-la?

- Podemos dizer que sim! – com um sorriso maléfico, a feiticeira continua
– Aqui, é para você! – retirando um envelope branco do bolso, Witch o entrega a fazendeira. - ELE mandou que eu escrevesse.

- Ele? Ele quem? – perguntou Clair confusa.

- O Rei Harvest Goddess.

Somente podia ser um mau sinal, afinal o Rei Harvest irmão da Goddess, jamais foi de aparecer ou mandar algum sinal para o mundo terreno. Na verdade, ele nutria certo receio pelos humanos, sempre foi contra a Deusa ser amiga dos mortais. Mas diante daqueles acontecimentos, a carta não era para ameaçar e sim ajudar.

“Para ajudar Harvest Goddess, a Deusa da Colheita, eu nomeio você Claire! Sua missão será trabalhar duro em sua fazenda, terá que fazê-la progredir, cuidar das plantas e dos animais. Ao fim de cada tarefa cumprida com esforço e perseverança, um a um os Sprites serão trazidos ao mundo humano, assim que conseguir resgatar sessenta Sprites, a Deusa voltará ao normal.

Por tanto, trabalhe duro todos os dias!

Rei Harvest Goddess”

- Ele não podia apenas cancelar o feitiço? – disse Claire ao terminar de ler.

- Vai ajudar? – Witch tinha um olhar suplicante, até seus dedos estavam entrelaçados, ela parecia implorar por ajuda.
- Se esse é o único modo de salva-los – suspirando a jovem diz às palavras que a bruxa tanto queria ouvir. – Vou ajudá-los!

De repente uma luz branca invadiu o quarto, seu brilho ofuscava o olhar das garotas, Witch sentia em sua pele um pequeno traço de magia, uma energia similar a Deusa, isso somente podia significar uma coisa!

O primeiro guardião havia voltado.

- Que maravilha! Muito obrigado Clair! – radiante, o pequeno Sprite agradece.
– Chamo-me Guts, líder da equipe Marrom, muito prazer!

Estendendo sua mão, o duende cumprimenta sua salvadora. Claire sorria, pouco começara sua missão, e um dos Sprites havia sido salvo. Guts usava um óculos engraçado redondo, sua lente tinha um espiral, o que fez a fazendeira pensar se realmente servia para o pequeno enxergar.

- Farei tudo que estiver ao meu alcance para ajudar Harvest Goddess. – continuou Guts. – Qualquer coisa, basta vir me procurar na Árvore dos Espíritos, ao lado do Lado Sagrado! Adeus!

O Sprite saiu rápido, usara uma magia de tele-transporte, rastro de seu feitiço ainda caído pelo chão brilhava, assustando os fieis amigos de Claire que se encontravam debaixo da cama.

- Acho que também esta na minha hora! – indo para perto de sua vassoura, a bruxa aproveita a distração da amiga para sair de fininho. – Afinal você tem muito trabalho pela frente!

- Tem razão, é melhor começar já... – por um momento, quase que Claire cai no truque de Witch. – Espera ai! Você não vai me ajudar?

Com as mãos na cintura, a jovem esperava uma resposta da amiga, tudo aquilo tinha acontecido por Witch e nada mais susto que a mesma ajudasse.

- Acontece que não sou boa em trabalho do dia a dia. – falou a bruxo em meio a uma risada.

Claire observava curiosa, a bruxa já se colocava flutuando sentada em sua vassoura.

- Sabe como é! Trabalho duro não é comigo, mas tenho certeza que você se sairá bem Claire!

- Espera Witch!

Já era tarde, a feiticeira foi rápida, uma fileira de folhas foi deixada como rastro por conta da velocidade de Witch.

Esse tipo de atitude realmente era típica da Princesa das Bruxas, mas Claire compreendia, mesmo que quisesse, Witch nada poderia fazer. A jovem sabia, naquela momento apenas ela tinha o poder necessário para ajudar a Deusa.
- Acho que terei muito trabalho pela frente, não é? – perguntou Claire a seus dois amigos peludos.

Ambos, cão e gato concordaram a dona, de qualquer modo, eles podiam entender o que ela estava dizendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!