Loucura... Oh Amor... - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Loucura... Oh Amor...

Loucura... Oh Amor...

03/10/2011


Loucura... Oh Amor...
Classificação: Livre
Gênero: Drama
Original


Loucura... Oh Amor...


Ah, o amor... Um sentimento puro, aconchegante. Que enche nosso coração dos mais belos desejos, que ilumina nossa alma e nos fortalece por inteiro.

O peito palpita alto e acelerado. Clamamos o nome daquele que queremos bem.  Movemos céu e terra para realizar os sonhos da pessoa que amamos, deixando nossas próprias fantasias de lado.

Sacrificamos nossa felicidade em prol do sorriso de outro alguém. Matamos muitas vezes nosso próprio coração, para deixar o ser amado seguir com seu próprio destino.  Sangramos a tal ponto, que em meio à maior das dores, sorrimos sem pestanejar ao deparamos que o ser amado só será feliz não ao nosso lado, e sim de outro...

Amamos ao ponto da loucura permanecer, explorando o mais fundo da nossa mente, criando cenas e imagens distorcidas, afundando até o mais inocente dos sentimentos.

Declaramos que foi por amor. Que o sangue derramado é um sinal de afeto, que a morte nada mais é que um sinônimo de amar.

Amor é como uma faca de dois gumes, que leva o ser humano a caminhos distintos. Enquanto um é belo, outro é obscuro cheio de espinhos e tristeza.

Os homens escolhem, o ser amado sofre. Sentimos na carne a outra face do amar, vemos refletido nessas juras, apenas mentiras e falsas promessas.

Muitos machucam e estraçalham em prol do que julgam amar, revelando seu cruel senso de matar.  Quanto sangue e sonhos foram espalhados pelo chão, pisoteados pelo Amor?

Milhares e milhares, de vitimas a cada dia que nasce esse sentimento, fatalmente estão fadados a vivenciar essa realidade.

Ah o amor... Sortudos são aqueles que trilham um caminho diferente, onde seus pés não pisem em sangue... Felizes são as pessoas que nunca viram o irmão mais novo, o Cruel Amor...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!