Nosso dia - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Nosso dia

Nosso dia

13/10/2011

Nosso dia
Classificação: Livre
Gênero: Romance
Baseado em Harvest Moon Sunshine


Nosso dia


O nervosismo estava me tirando do sério, o suor começava a escorrer por minha face. Aquele seria o dia mais importante e especial para mim, mas mesmo assim a ansiedade tomava contata, meu coração batia a mil.


Minha mente vagava, imaginado como seria o futuro depois de hoje. Será que seremos felizes? E se brigarmos, ela vai embora? Teremos filhos?
Isso somente servia para o meu estresse, que estava à flor da pele.

Fui checar os arranjos florais na igreja, quem sabe assim eu não me acalmo não é?

O lugar estava muito bem arrumado, as flores azuis estavam expostas presas a um véu de seda branco, assim como minha amada tanto desejava.

No chão o tape vermelho cuidadosamente selecionado, serviria de caminho para nós dois caminharmos, em breve pétalas de rosas estariam sobre o tape. As velas brancas acesas davam um toque místico e aconchegante. Ah será perfeito!

Realmente eu nem podia acreditar, em como o destino tinha sido bondoso comigo!

Minha noiva é a mais bela jovem de Sunshine, com seus lindos cabelos cor mel, a face branca em contraste com suas bochechas rosa e o que falar de seus olhos! Ah, aqueles pares de orbes azuis, me encantaram desde o primeiro dia que ela pós os pés na ilha!

É uma cor incrível, de um azul esplêndido, tão escuro quanto à noite e magnífico quanto à luz da manhã!

Sempre encantadora, com seu sorriso sincero, minha amada trazia felicidade por onde andava. Não havia um morador em toda Sunshine que não apreciasse sua companhia!

Ainda me pergunto o porquê ter sido eu o escolhido. Sempre tive receio de expor meus sentimentos, eu julgava ser fraco nutrir amores por ela. No entanto, eu nada podia fazer cada dia que passava, somente aumentava meu apresso, meus sentimentos iam desabrochando, como as flores que nascem com o sol.

Nunca fui rude, ao antipático com ela, mas tenho plena consciência que eram raros os momentos que eu lhe retribuíam um sorriso... Realmente eu nunca soube mostrar o que sentia, talvez por sempre ter sido sozinho aprendi a esconder...

Qual foi a minha surpresa que tempos depois, Ela com seu ar angelical me vem presentear com a Pena Azul!

Aquele era seu singelo pedido, e eu imensamente vermelho disse sim! A felicidade estava estampada em minha face, meu coração vibrava de pura emoção!

Ela me confessou, disse que me amava, mas tinha medo de não ser correspondia. Eu por outro lado, disse tudo que ela queria ouvir. Falei que era recíproco, que também a amava e muito, mas não sabia como mostrar-lhe.

Lembrar desse pedido é uma satisfação! Nem ao menos vi a hora passar! Os convidados pouco a pouco vêm chegando, cada um sentando em seu devido lugar.

Natan e Alisa se preparam, a musica calmamente é tocada, minha garganta estava seca. Ela esta vindo, digo a mim mesmo.

Olho ao redor, amigos e conhecidos, sorrido pela nossa felicidade. Até mesmo meu rival esta aqui, quase a perdi para ele...

A melodia toca mais alto, foco minha visão a entrada da capela. Em meio às pétalas que são jogadas, eis que surge minha amada!

Ela esta incrível! Sua beleza ainda mais realçada, tornando-a uma Deusa...

Seu vestido branco cintila com as luzes da igreja, seu cabelo preso por uma tiara de flores a deixa deslumbrante. Seus orbes brilham ao se aproximar, o sorriso contagiante dela ilumina ainda mais nosso dia.

Nossos olhos se encontram, me sinto perdido naquela imensidão, estou como um bobo sorrindo sem parar para ela.

- Chelsea, Vaughn. – diz Natan ao quebrar o feitiço que aqueles orbes têm sobre mim.

Ouvindo cada palavra, conto os minutos a espera de poder dizer Sim e ouvir o mesmo de minha amada princesa.

Sammysam Rosa

Escrito por:

Sammy. Casada e apaixonada por livros. Gosto de literatura policial, suspense e terror. Típica pisciana, sonhadora e curiosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!