Fotografia - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Fotografia

Fotografia

19/11/2011


Fotografia
Classificação: Livre
Gênero: Drama
Baseado em Harvest Moon Sunshine


Fotografia



As gotas de chuva rolavam pelo vidro da janela, lá fora as poças de água eram grandes banhando a terra. O céu nublado tinha uma coloração escura, somente era clareado pelos raios que se formavam.


- Isso é muito injusto! – reclamava o garotinho, seus olhos azuis observavam o que poderia ser um dia de brincadeiras, se não fosse pelo tempo ruim.

- O que foi filho? – ecoou a voz de um homem.

- Nada papai! – mentiu o menino, ele não queria aborrecer.

O menino observava cauteloso pela sala espaçosa, estava entediado e queria brincar. Se não fosse a chuva poderia estar no estábulo brincando com o cavalo.

Com raiva, mostra a língua para a janela, como aquela expressão de “não quero mais”, a criança sai seguindo em direção ao quarto do pai.

Ao chegar ele pensa como seria divertido pular no colchão, fingindo ser uma cama elástica.

Mas antes que pudesse fazer tal artimanha, eis que algo lhe chama a atenção. No guarda-roupa no fundo do cômodo, uma caixa reluzia com a luz da lâmpada.

Era brilhante na cor vermelha, impossível não notar.

O menino correu até lá e curioso pegou o objeto, indo sentar na macia cama de casal do pai.

Ao abrir, ele encontra diversas fotografias. Reconhecendo o lugar, constata que são lembranças da fazenda onde mora.

Muitas mostravam o velho moinho, com sua bela pintura branca e vermelha, hoje apenas pequenas lascas sobraram.

Outras imagens eram dos animais, plantas e vegetais. Até seu fiel companheiro Fred estava nas fotos, mas este ainda era um vigoroso e jovem cão.

Sua surpresa foi maior ao ver que até seu pai estava em algumas fotos. O garoto riu ao ver a imagem do pai quando jovem.

- Tão diferente! – exclamou o menino ao ver o semblante ranzinza na imagem.

O pai vestia uma roupa tradicional de faro-oeste como nos filmes que via na televisão, com direito a chapéu e corda! Hoje ele apenas usava uma camisa preta e calça jeans.

“Será que ele laçava algum animal?” refletiu o garoto para si mesmo. Os orbes violetas na fotografia eram o mesmo que agora, porém com um toque a mais de serenidade e suavidade.

- Quem é? – pergunta o menino ao ver as ultimas fotos. – É linda!

A moça tinha uma face angelical, branca como mármore. Seus olhos azuis eram intensos, escuros como a noite. O sorriso que exibia era iluminado, mostrando o quanto era bela. Seus cabelos cor de mel emolduravam aquele rosto exótico de beleza encantadora.

- É a sua mãe. – disse uma voz forte.

O menino se assustou. Parado na porta seu pai estava parado com os braços cruzados.

- Pa-papai... – gaguejou o menino. Ele estava mais branco que papel.

- Sem problemas Ben. – falou o pai sentando ao lado do filho e bagunçando o cabelo prateado do menino.

- Como ela se chamava? – perguntou Ben, ajeitando as madeixas.

- Chelsea.

O homem pegou a foto, observou cada contorno de sua amada, gravando sua beleza novamente em suas lembranças.

Ben estranhou a atitude do pai, e esperou que esse contasse um pouco sobre a mãe. Afinal a única coisa que soube era que ela morreu ao dar a luz.

Falar sobre a mulher que tanto amou, que ainda ama, era um desafio para Vaughn. Doía ao pensar nela, era sofrido ter que acordar sem sentir o perfume de lavanda de Chelsea.

Jamais teria a oportunidade de presenciar aquele olhar marcante novamente, aquele azul...

Ele escondeu todas as fotos que tinha da esposa, tendo inutilmente apagar aquela que seu coração tanto sente falta.

- Papai?

Distraído com as lembranças Vaughn sorri, ainda tinha um pedacinho de Chelsea ao seu lado.

- Você tem os olhos de sua mãe!

- Conte sobre ela papai! – pediu o menino.

Desta vez Vaughn não negou o pedido do filho. Sua felicidade era enorme a cada sorriso que Ben dava ao ouvir sobre a mãe.
“Você o amaria muito Chelsea, ele puxou a você!” – pensou consigo. 

2 comentários:

  1. Muito bonito!

    Nada melhor que o sorriso de uma criança para que a alegria possa voltar a um coração amargurado.

    Parabéns Sammy!

    ResponderExcluir
  2. Olá Sammy!

    Meu cantinho esta comemorando 01 ano! Estou realizando o sorteio de uma lembrança e também tem selinho comemorativo, não deixe de passar lá e participar. Sua presença é muito importante e especial!
    Mil beijinhos
    Bye bye
    Anita do diarios-do-anjo.blogspot.com

    ResponderExcluir

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!