Sessão Especial #5 - Autores que valem a pena ler! - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Sessão Especial #5 - Autores que valem a pena ler!

Sessão Especial #5 - Autores que valem a pena ler!

27/07/2012



Nossa quinta sessão, que tem um toque ainda mais especial! Um autor clássico, que por gerações conquista leitores, em seus livros muitas vezes somos tomados por dúvidas que ecoaram para sempre sem resposta. Ele levou consigo segredos, mas deixou viva a magia de suas obras! Um brasileiro que é considerado um dos ícones da literatura nacional!

A Sessão Especial - Autores que valem a pena ler, traz hoje Machado de Assis!


Joaquim Maria Machado de Assis, escritor e jornalista nasceu no Rio de Janeiro no dia 21 de julho de 1839. Assis escreveu praticamente todos os gêneros literários, sendo poeta, romantista, cronista, dramaturgo, contista, folhetista e critico literário. Suas obras consistem em 9 romances e peças teatrais, 200 contos, cinco coletanias de poemas e sonetos, e mais de 600 crônicas. Machado de Assis é considerado o introdutor do Realismo no Brasil.  Foi o fundador da Cadeira nº. 23 da Academia Brasileira de Letras. Velho amigo e admirador de José de Alencar, que morrera cerca de vinte anos antes da fundação da ABL, era natural que Machado escolhesse o nome do autor de O Guarani para seu patrono. Ocupou por mais de dez anos a presidência da Academia, que passou a ser chamada também de Casa de Machado de Assis.

Alguns livros criados por Machado de Assis:


Sinopse: Refinado relato machadiano sobre a perversão de um homem capaz de sentir prazer com a dor alheia. O narrador, Garcia, revela aos poucos o sadismo de Fortunato, que, em seus estudos de anatomia, rasga e envenena cães e gatos. Eles são sócios numa casa de saúde, onde Fortunato acaba por realizar sua natureza tão aguçada para o sofrimento alheio. Com o passar do tempo, Garcia apaixona-se pela mulher de Fortunato, mas decide manter o sentimento em segredo.








Sinopse: Nos contos de Machado de Assis, a análise psicológica, a fina ironia e o estilo conciso associam-se para estabelecer um quadro crítico e bem-humorado da sociedade brasileira do século XIX. As histórias reunidas nestas três antologias prendem a atenção do leitor do começo ao fim, revelando o grande domínio que o autor tinha desse gênero.










Sinopse: As crônicas de Itaguaí, contam que viveu ali em tempos remotos um certo médico o Dr. Simão Bacamarte, filho da nobreza do lugar e o maior dos médicos do Brasil, Portugal e Espanha. Com o fim de estudar a loucura, ele trancafia no asilo que construíra e dera o nome de Casa Verde, um quinto da população da vila. Para ele o normal seria algo homogêneo repetido ao infinito, qualquer pessoa com um gesto ou pensamento que fugisse a rotina era objeto de seus estudos. A população aterrorizada se revolta, e aí outros tantos passam a morar no asilo. Mas, Simão Bacamarte tão atento às estatísticas, lembra que a norma está sempre com a maioria, e que é esta afinal quem tem razão. Refaz a teoria, solta os recolhidos e sai ao encalço daqueles poucos que, possuíam coerência moral. Em pouco tempo ele cura a todos, ninguém mais possuía nobres sentimos morais. Só um. Ele o próprio alienista era o único digno de ser trancafiado na Casa.


Sinopse: Narrado na terceira pessoa, é a história do ingênuo professor Rubião, mineiro de Barbacena, que recebe como herança todos os bens do filosofo Quincas Borba, mais a incumbência de tomar conta de seu cão - também denominado Quincas Borba -, e divulgar a filosofia conhecida como Humanitismo.












Sinopse: Machado de Assis (1839-1908), escrevendo Dom Casmurro, produziu um dos maiores livros da literatura universal. Mas criando Capitu, a espantosa menina de "olhos oblíquos e dissimulados", de "olhos de ressaca", Machado nos legou um incrível mistério, um mistério até hoje indecifrado. Há quase cem anos os estudiosos e especialistas o esmiuçam, o analisam sob todos os aspectos. Em vão. Embora o autor se tenha dado ao trabalho de distribuir pelo caminho todas as pistas para quem quisesse decifrar o enigma, ninguém ainda o desvendou. A alma de Capitu é, na verdade, um labirinto sem saída, um labirinto que Machado também já explorara em personagens como Virgília (Memórias Póstumas de Brás Cubas) e Sofia (Quincas Borba), personagens construídas a partir da ambigüidade psicológica, como Jorge Luis Borges gostaria de ter inventado.



Sinopse: Ressurreição é a primeira tentativa de romance de Machado de Assis. Publicado em 1872, na fase final do romantismo brasileiro, a grande novidade do livro não estava em preocupar-se com a análise de temperamentos e caracteres, mas em ser o primeiro, pelo menos, que com este só propósito se escrevia entre nós.









Sinopse: Publicado em 1873, Histórias da meia-noite foi o segundo livro de contos organizado em vida por Machado de Assis. A coletânea foi editada no mesmo ano em que o autor publicaria seu ensaio mais celebrado pela crítica, “Instinto da nacionalidade”. Neste, ele defende a idéia de que a literatura nacional não estava na descrição embevecida das paisagens nem nas características exóticas do país, mas no interior da narrativa. Talvez por esse motivo, na “Advertência” aos contos, Machado afirmava tratar-se de narrativas no correr da pena, sem outra pretensão que não a de ocupar alguma sobra do precioso tempo do leitor”. Sinceridade ou modéstia, o fato é que Histórias da meia-noite revela retratos fascinantes, concentrando-se nas alegrias e decepções, sucessos e tormentos de seus personagens.Neste volume foram reunidos os seguintes contos: A parasita azul / As bodas de Luís Duarte / Ernesto de tal / Aurora sem dia / O relógio de ouro / Ponto de vista.

A influencia de Machado de Assis é tanta, que muitos escritores se inspiram em muitos dos seus clássicos, um deles é O Mistério da Casa Verde, uma releitura de O Alienista!



Machado de Assis é grandioso, uma leitura que mexe com seus leitores, uma inspiração e que tal sabermos o por que dele estar na nossa sessão? Quem nos responde é a Marina Menezes!


Por que Machado de Assis é um autor que vale a pena ler?




Marina Menezes [ Ler, Imaginar e Criar ], 16 anos
Porque Machado de Assis é um escritor clássico brasileiro, sua escrita e seus livros são excelentes. Mesmo assim muitas pessoas não gostam da literatura brasileira.







Muito obrigada Marina por ter participado indicando o Machado de Assis! Espero que você tenham gostado! Créditos aos seguintes sites: (www) e (www).




LIC

Sessão Especial: Autores que valem a pena ler! Clique no banner e saiba como participar!

8 comentários:

  1. Adooorei, amo a literatura brasileira e Machado de Assis ! Vou me inscrever agora.

    Beijão, Sabrina. (www.spiderwebs.com.br) ♥

    ResponderExcluir
  2. Fico feliz que tenham colocado minha indicação! Adorei o post, Machado de Assis é um grande escritor, todo mundo devia ler pelo menos um livro dele =)

    ResponderExcluir
  3. olha só,indicação do leitor. bom,pra mim,Machado foi [e é,se formos considerar a imortalidade de suas obras]o melhor escritor do Brasil.
    Blog Emilie Escreve

    ResponderExcluir
  4. Oii Sammy, passei aqui para te dizer que você ganhou um selinho ^-^
    Eu adoro o Machado de Assis, principalemente os seus poemas, são inspiradores

    Beijinhos
    http://misteriodapaginas.blogspot.com.br/2012/07/selinho-8.html

    ResponderExcluir
  5. Bom eu amo o Machado de Assis , é um ótimo escritor , e os seus poemas ?? nem me fale amo muiito é muito inspirante ... floor ta rolando uma novidade no meu blog , concurso no ar , com premios incriveis , e quero sua participação heein te espero la !

    ResponderExcluir
  6. Olá!!

    Os escritores clássicos têm fama de serem chatos e difíceis, mas acho Machado tão encantador... se você ler um texto dele hoje parece até que foi escrito ontem, apesar de algumas palavrinhas mais complicadas. -rs

    Adorei a ideia de abordar as obras do autor


    Beijos,

    Samantha Monteiro
    Word In My Bag
    http://wordinmybag.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Querida, Machado é tudo de bom! Li pouco dele, mas o que li, me fez apaixonar <3

    Beijo grande :*

    ResponderExcluir
  8. Quase todos os que vc indicou eu tenho. Mas tá tão difícil de ler!!!

    Quem sabe um dia eu consiga!

    Bjkas

    Alessandra Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!