Resenha - O Céu esta em Todo Lugar - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Resenha - O Céu esta em Todo Lugar

Resenha - O Céu esta em Todo Lugar

18/10/2012



Título: O Céu esta em Todo Lugar
Autora: Jandy Nelson
Editora: Novo Conceito
Onde Comprar: (www)
Sinopse: Este é um livro de estreia vibrante, profundamente romântico e imperdível. Lennie Walker, de dezessete anos de idade, gasta seu tempo de forma segura e feliz às sombras de sua irmã mais velha, Bailey. Mas quando Bailey morre abruptamente, Lennie é catapultada para o centro do palco de sua própria vida - e, apesar de sua inexistente história com os meninos, inesperadamente se encontra lutando para equilibrar dois. Toby era o namorado de Bailey, cujos sentimentos de tristeza Lennie também sente. Joe é o garoto novo da cidade, com um sorriso quase mágico. Um garoto a tira da tristeza, o outro se consola com ela. Mas os dois não podem colidir sem que o mundo de Lennie exploda...

Após perder sua irmã mais velha, Lennie Walker vê sua vida perder o sentido, a alegria. Abandonadas ainda crianças, Bailey e Lennie foram criadas pela avó e o tio. Duas irmãs inseparáveis, que enfrentavam juntas a ausência de sua mãe. Até que o inevitável acontece, aos 19 anos, Bailey morre subitamente e Lennie não consegue aceitar esse fato, diante de cada detalhe da irmã, ela se vê ainda mais perdida. Como continuar? Como suportar o fato de que a cada dia, tudo que um dia sua Bailey foi, tudo que era, esta desaparecendo?

Diante de uma perda dolorosa, Lennie ainda precisa encontra seu próprio caminho, mas como fazer isso se sua mente e coração estão em uma completa confusão? A frente dela aquele que a faz feliz, trazendo um pedaço do céu para sua vida, do outro, a pessoa que ajuda a trazer um fragmento de sua irmã de volta para sua estória.

***

A perda de um familiar, nunca é fácil de superar, a dor permanece viva a todo instante, não queremos seguir em frente, a ferida parece estar aberta a cada dia e acreditar que o tempo cura tudo, é impossível. É isso que Lennie nos mostrada ao longo do livro, uma dor arrebatadora, que ela quer a todo custo guardar dentro de si e muitas vezes esquecendo-se que há outras pessoas passando pela mesma situação. Lennie se torna um tanto mesquinha e egoísta, mas que aprende com os seus próprios erros, percebendo que amor pode florescer mesmo na tristeza, sendo o único antídoto para tanta magoa.

Narrado em primeira pessoa, Jandy Nelson, nos brinda com um romance tocante, sua escrita é envolvente, mas infelizmente, a estória somente engata na segunda parte do livro, onde vemos uma Lennie mais madura, disposta a seguir seu caminho, a finalmente sonhar seus próprios sonhos. Antes de chegar à segunda parte do livro, eu considerava Lennie deprimente, e pelo fato de ser ela a narradora, mostrando seus sentimentos, sua visão dos acontecimentos, não adiantava o quanto eu li, parecia que a estória não caminhava e dava apenas volta no mesmo ponto. Mas ao longo das 423 páginas, foi ficando mais fácil de compreendê-la e o livro começou a fluir, fui me afeiçoando aos personagens e torcendo pela felicidade de Len.

No entanto, o final deixou a desejar, virei a ultima página sentindo que havia algo mais a ser dito, como se ainda faltasse alguma coisa. Reli uma, duas, três vezes, para ter certeza que era apenas aquilo e nada mais, fiquei decepcionada com o desfecho, principalmente ao ver o último poema de Lennie e a nota por detrás do mesmo. Esses poemas escritos por Len, abrem alguns capítulos, onde somos apresentados aos seus versos, que são espalhados pela cidade, um modo que ela encontrou de desabafar e contar partes de sua própria estória.

Quanto ao trabalho da editora em relação ao livro, o leitor é brindado com folhas amareladas, letras em azul e uma diagramação bela, somente a capa que deve ter um cuidado especial, pois seu material é bem frágil.

O Céu esta em todo lugar, é uma leitura com altos e baixos, que requer certa paciência e compreensão em alguns momentos, que pode frustrar quando finalmente fechamos o livro. 


Avaliação:






Sammysam Rosa

Escrito por:

Sammy. Casada e apaixonada por livros. Gosto de literatura policial, suspense e terror. Típica pisciana, sonhadora e curiosa.

5 comentários:

  1. nossa fiquei na duvida se leio ou nao
    geralmente sou meio chata pra leitura xp e as vezes quero ter certeza que eu vou gostar ashushusahu
    mas adorei a resenha ^^

    ResponderExcluir
  2. Heey *-*

    Não seria um livro indicado pra mim, se requer paciência é algo que não tenho >< Quando a leitura me irrita desisto na hora.

    Beijos,
    Pepper Lipstick

    ResponderExcluir
  3. Nossa.. deve ser um desafio ler esse livro. Mas, há desafios que valem a pena.

    Parabéns pelo seu cantinho!

    ResponderExcluir
  4. Adorei o enredo, gosto de histórias com ar melancólico(pela falta de superação da morte de alguém querido), é triste mas eu gosto de ver a reação e progressão do personagem. Muito legal, quero ler hehehe

    Beijão, Sabrina. (www.spiderwebs.com.br) ♥

    ResponderExcluir
  5. Ganhei esse livro ano passado e já tentei ler 2 ou 3 vezes e ainda não cheguei no meio.
    Pena que você não gostou do final, é muito ruim quando ficamos com a sensação de "Era só isso?", né? heheheh
    A diagramação é realmente linda :)

    Tourner la Page

    ResponderExcluir

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!