Resenha - Devoy, Kassa (Livro 1) - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Resenha - Devoy, Kassa (Livro 1)

Resenha - Devoy, Kassa (Livro 1)

10/12/2012


Título: Devoy - Kassan (Livro 1)
Autora: Paula Vendramini
Editora: Modo
Onde Comprar: (www)
Sinopse: Existe um mundo em que sua população desconhece a existência dos nominados Ocultos. Celebriant Devoy tinha tudo para ser uma grande Oculta, só havia um pequeno problema: ela não queria ser. Mesmo nascida em uma família privilegiada com um poder raro e destrutivo, Celebriant não aparenta estar apta a representar o papel de primogênita Devoy. Quando seu pai a chama para informá-la de uma novidade nada atraente, Celebriant sente-se completamente injustiçada. Suas desconfianças e seu poder secundário a atacam com imagens perturbadoras e ela se sente perdida. Com um noivado indesejado e seu poder lhe dizendo que esse caminho não é o certo, será que Celebriant vai seguir o seu destino docilmente?

Em um mundo onde a sociedade é dividida em classes e aqueles que possuem poderes raros e poderosos, são o topo dessa sociedade, Celibriant Devoy tem que conviver com o fato de ser a ovelha negra da família, aquela que nasceu com um poder primário inútil, e que tenta desenvolver seu segundo poder, o que rege sua família.

“Desde que o mundo criou um governo, os principais poderes haviam sido divididos em classes: a classe baixa, onde as pessoas nasciam com capacidade comum como Levita – capacidade de levitar – e Speede – capacidade de rapidez; a classe media, onde as pessoas já tinham poderes mais evoluídos como Seeper – localização de pessoas através do sangue – e Veler – aqueles que conseguem traduzir qualquer língua; e a classe alta, onde apenas as pessoas com poderes muito evoluídos entravam, e era a classe conhecida como a mais fechada.”

Tendo como poder principal o Intueri – capacidade de intuição – e secundário o Kassan – capacidade de destruição -, Celibriant deseja mais que tudo que o Kassan se manifeste, para o orgulho de sua família, mas ela compreenderá que nem tudo são verdades no mundo em que vive, e com sua Intueri lhe mostrando visões apavorantes do que está por vir caso ela opte pelo lado errado, Celibriant terá que escolher apenas um único caminho: Ser uma Oculta e deixar seu Kassan possuí-la por completo, ou seguir sua Intueri e ir atrás dos Rebeldes, os inimigos do Imperador, que de acordo com a sociedade, são aqueles ameaçam o mundo que ela credita conhecer.

Entre mentiras e verdades, Celibriant enfrentará duras escolhas, aprenderá o valor de uma amizade e família, onde dois poderes tão opostos lutam entre si dentro dela.

***

Devoy, Kassan, primeiro volume de uma série de fantasia sensacional! Paula Vendramini criou um mundo novo, cheio de magia, segredos, lutas, verdades e mentiras, aonde personagens cativantes vão se moldando em nossa mente, nos levando a mais incrível aventura.

Narrado em terceira pessoa, temos uma noção maior dos acontecimentos, dos personagens e seus sentimentos, somos fisgados por uma trama rica em detalhes, que faz com que o leitor reflita sobre os mistérios, e quando nos é apresentado algumas respostas, vemos mais segredos e portas trancadas, que serão abertas nos próximos volumes.

Não posso deixar de re-saltar a beleza de como cada personagem foi feito, todos tem seu papel fundamental, mas vou apenas citar aqueles que mais se destacaram para mim: Celebriant, a personagem principal, com suas dúvidas e receios, uma jovem corajosa, persistente. Saori, a mais nova dos Devoy, para mim há algo de grande esperando a pequena, que de inicio apresenta o poder Speede, mas que será de grande ajuda para sua irmã Celi e creio que para a própria estória. E Nicholas Moringan, possuidor do Imperi, o poder de manipulação, apesar de seu modo arrogante e mesquinho, creio que ele possui qualidades boas, que apensas estão adormecidas, por conta daqueles que o criaram. Nicholas e Celi foram prometidos um ao outro, um acordo para unir o Imperi e o Kassan, mas que para Celebriant é uma agonia, ela odeia Nicholas e faz de tudo para irritá-lo e ele igualmente, mas re-salto que ele nutri algo a mais por ela, somente não se deu conta.

Eu poderia ficar sitandando inúmeros fatos que fizeram com que Devoy, Kassan, se tornasse uma leitura prazerosa para mim, simplesmente não consegui desgrudar do livro, finalizando sua leitura em três dias, onde as 180 páginas passaram, e eu nem notei, fui tomada pelo encanto das palavras de Paula. E sabe o que realmente não me agradou? O livro ter terminado em uma cena critica, que necessitamos saber o que acontece, mas que é um motivo grande para desejamos o próximo volume!

Para aqueles que procuram uma aventura, saiba que Devoy – Kassan é a minha recomendação, um livro no gênero fantasia, que estará pronto para te encantar com sua magia, seus personagens, seu drama e estória! Um livro nacional de peso, o poder de nossa literatura!

Devoy, Kassan entrou para minha lista de leituras favoritas de 2012 e só tenho a agradecer a Paula, por estar organizando o Book Tour!

Avaliação:


5 comentários:

  1. Parece mesmo muito bom, o único problema e ele acabar não acabando, daquele jeito que a gente tem que ler o outro livro pra saber mais, odeio quando isso acontece ^^

    ResponderExcluir
  2. Ai, livro que façam desejar a continuação é tão bom rsrsr
    Ficamos com o coração pulando, curiosidade lá em cia rs

    David - Leitor Compulsivo

    ResponderExcluir
  3. Que bom que você gostou tanto assim Sammy! É vendo o retorno de vocês, leitores, que a gente se anima para continuar!!!

    *___*

    Bom, quanto ao Nicholas e a Saori, espere grandes feitos desses dois! XD

    Abraços e obrigada! =DDD

    ResponderExcluir
  4. Sonho em ler um livro assim, o coração deve ficar à mil. s2 s2 s2

    Acesso Permitido. Post novo ~*

    ResponderExcluir
  5. Nossa! Que incrível. Amei sua resenha, o livro... Autores nacionais exercendo seus talentos *-*
    Já tá na listinha de desejados u_u
    Bjs!!!

    ResponderExcluir

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!