Sessão - Seu Livro no Diae (Histórias Estranhas e A Quarta Dimensão) - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Sessão - Seu Livro no Diae (Histórias Estranhas e A Quarta Dimensão)

Sessão - Seu Livro no Diae (Histórias Estranhas e A Quarta Dimensão)

20/03/2013

Vou apresentar para vocês os livros do autor nacional Eduardo Capistrano, que são: Histórias Estranhas e A Quarta Dimensão. Em breve teremos resenhas do livros, então aguardem! O autor também lançou uma coletânea das poesias de seu bisavô, a qual irei apresentar no final do post.


Título: Histórias Estranhas
Autor: Eduardo Capistrano
Onde Comprar: (www)
E-book: (www)
Skoob: (www)
Sinopse: "Histórias Estranhas" é uma coletânea de 13 contos do gênero fantástico, incorporando elementos sobrenaturais para contar excêntricas narrativas de imaginação, ilusão e sonho. Em Horribile Dictu, a incursão de um investigador sobrenatural no horror de uma família destruída pela ânsia de poder de seu patriarca. Em Umbilical um psiquiatra atende um paciente obeso por conta de um distúrbio alimentar pouco usual. Estranhas fortunas recaem sobre um homem que tentou cometer suicídio em Paradiso. O Ovo, Quebrado conta a angústia de uma mulher presa num relacionamento infeliz, que opera uma profunda transformação. A Mancha é uma doença de pele de natureza peculiar que aflige um lixeiro. Um homem raptado tenta refutar as insinuações de seu misterioso sequestrador em Raptor. Em Superprotetor, uma criança solitária encontra um grande amigo para suas brincadeiras. Uma mulher grávida desiludida com a religião como alegoria para a perda da fé, em Apostasia. Dia de Todos os Santos traz um psiquiatra retornando às ruínas do asilo onde foi enfermeiro para encontrá-lo assombrado. Um homem muda-se para uma rua repleta de ocorrências estranhas em Wyrd. Um homem descobre-se capaz de produzir dinheiro do nada no conto Mammon. Em Pinus, um garoto torna-se amigo do monstro do velho armário de seu avô. A coletânea encerra com Cavalos, em que um velho adquire um cavalo de corrida para evitar que seja sacrificado.



Título: A Quarta Dimensão
Onde Comprar: (www)
E-book: (www)
Sbook: (www)
Sinopse: Os contos são ordenados cronologicamente e abrangem as diversas relações do homem com o Tempo. Os quatro primeiros tratam do passado. “Espelhos da Alma” é um diálogo que expõe a condição do “homem de ciência” da Renascença e sua relação com o homem médio, não muito diferente do que ocorre hoje. Em “Beijo de Ópio” um brasileiro na Era Vitoriana conta como se deixou seduzir pela total decadência moral. “Primeiro-Tenente” acompanha um militar sob um comando abusivo no início da República. “Carolina de Óculos” mostra as estranhas visões documentadas no diário de uma menina de imaginação fértil. Os quatro contos seguintes ocorrem no presente. Um garoto tenta entender a capacidade de parar o tempo que aprendeu com o pai em “Entre Segundos”. Um estranho sinal parece ser a resposta à monotonia da vida reclusa de um matemático em “Saudações do Futuro”. O título de “Parafuso Frouxo” traz a causa de um mundo chegar ao fim. “Mulheres e Crianças Primeiro” mostra qual força tem as convenções sociais quando a causa de um acidente de ônibus é revelada. Seis contos ocorrem no futuro. “A Maçã Elétrica” acompanha um solitário programador de inteligências artificiais em conflitos emocionais com suas criações. “Futuro Seguro” traz uma distopia bem-humorada de um futuro em que as corporações regozijam sem limites. “Na Linha de Montagem” discute a evolução da tecnologia comparada à da moral humana. “Controle Remoto” mostra a brutal opressão de uma sociedade controlada através de televisores. “Planeta Asfalto” é um mundo dominado por automóveis inteligentes. “A Água de Croma” é uma reflexão sobre a evolução sentimental da humanidade. A coletânea conclui com “Ouroboros”, que discute o eterno retorno com a documentação medieval de um interrogatório feito a um visitante distante.

Sobre o autor: 



Eduardo Capistrano nasceu no ano de 1980 em Curitiba, Paraná. Obteve grau de Bacharel pela Faculdade de Direito de Curitiba no ano de 2004. Desde 2006 é servidor do Ministério Público do Paraná. O interesse por estórias e suas cenas, personagens e cenários desde a infância o levou a buscá-las em todo tipo de mídia.




Redes Sociais



Como mencionei no inicio da postagem, o autor também lançou a coletânea das poesias de seu bisavô:


Adolpho Werneck – Vida e Obra

Sinopse: Este livro contém: uma biografia do poeta morretense Adolpho Werneck (1877-1932); adaptação para a ortografia atual do texto integral das obras publicadas pelo poeta em vida:"Bizarrias" (1908), "Insomnia" (1921),"Minha Terra" (1922) e "Arco iris" (1923); outros 83 poemas encontrados em jornais e revistas; e a revista teatral"O Jornal", nunca antes publicada na íntegra.


Comentou nesta postagem? Então não deixe de ir até o formulário do Top Comentarista - Março 2013 para concorrer ao livro A Caçada! 

6 comentários:

  1. Achei legal esse Histórias Estranhas, foi o que mais me interessou. Bacana esse post!

    ResponderExcluir
  2. Eu me interessei pelo livro "Histórias Estranhas!" Realmente instigante, há alguns meses atrás, creio que já deve ter se passado doze meses, li um livro semelhando muito bom.

    ACESSO PERMITIDO. <3
    Retribui?

    ResponderExcluir
  3. nossa histórias estranhas é bem interessante.
    ja to querendo viu huahsuahu

    ResponderExcluir
  4. Parece bem legal os livros dele. Gostei da sinopse de Quarta dimensão, vou esperar a resenha ^^

    ResponderExcluir
  5. O autor é muito fofo, adorei a capa do livro.

    ResponderExcluir
  6. Histórias estranhas faz jus ao nome, kkkkk
    Não sou muito fã de contos, sempre fico com a sensação de que falta algo, sabe.

    ResponderExcluir

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!