Resenha - Meu Amor, Meu Bem, Meu Querido - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Resenha - Meu Amor, Meu Bem, Meu Querido

Resenha - Meu Amor, Meu Bem, Meu Querido

06/05/2013


Título: Meu Amor, Meu bem, Meu Querido
Autora: Deb Caletti
Editora: Novo Conceito
Onde comprar: (www)
Skoob: (www)
Sinopse: É verão no nordeste da cidade de Nine Mile Falls e Ruby McQueen, de 16 anos, comumente conhecida como A Garota Calada, está saindo com o maravilhoso, rico e louco por emoções Travis Becker. No entanto, Ruby está num beco sem saída e percebe que se arrisca cada vez mais quando está com Travis. Em um esforço para manter Ruby ocupada, sua mãe, Ann, a arrasta para o clube de leitura semanal que ela comanda. Quando descobrem que uma das criadoras do clube é a protagonista de uma trágica história de amor que estão lendo, Ann e Ruby planejam um encontro dos amantes de longa data. Contudo, para Ruby essa missão acaba sendo muito mais do que apenas uma viagem...
Ruby McQueen, conhecida como a Garota Calada, prefere ficar despercebida do que ter a atenção volta totalmente a si. Quando Ruby começa a sair com Travis Becker, o bad boy do bairro, as pessoas custam a acreditar e Ruby passa a entender o porquê da má fama de Travis, o rapaz apenas quer se arriscar em perigosas armações capazes de colocar a vida de ambos em risco. No entanto, Ruby está convencida de amar Travis, mesmo que isso a force a fazer coisas a qual sabe que são erradas e que tende a prejudica-la.

Para ajudar sua filha, Ann leva Ruby ao clube de leitura que ela comanda, a partir de então a jovem se vê envolvida com as Rainhas Caçarolas  um grupo de idosas, que juntas tentarão ajudar uma amiga que se revela ser a protagonista do livro que estão debatendo. Com a missão de ajudar Lillian a reencontra seu amor do passado, Ruby perceberá que tudo pode mudar nessa aventura...

*** 

Com um enredo que tinha tudo para me envolver, Meu amor, meu bem, meu querido se mostrou uma leitura enfadonha, lenta e desestimulante. Demorei muito para concluir a leitura desse livro, que tem apenas 238 páginas. Infelizmente não consegui me envolver com o enredo criado por Deb Caletti. A narrativa em primeira pessoa, feita por Ruby se tornou entediante, a autora se focou muito nessa personagem e fiquei sem-conhecer a fundo os demais personagens, a qual se destacaram muito mais que a personagem principal. Quando li a sinopse do livro, pensei que teríamos duas estórias, tanto a de Ruby, como de Lillian, mas esta última foi tão apagada que apenas se tornou um atrativo mal construído  já que ao finalizar a leitura, não pude sentir a emoção a qual tanto se frisava nas palavras de Ruby, na verdade, achei forçado e pouco explicado.

Ruby e seu envolvimento com Travis se estendeu por quase todo o livro, um relacionamento destrutivo, senti raiva ao ver que apesar de tudo que Travis fez, Ruby ainda continuava a pensar e querer estar com ele, para mim esse “amor” que ela dizia sentir apenas não passou de uma obsessão, um desejo de ser o que não é, já que ao lado de Travis, Ruby se comportava de uma maneira, e ao lado das pessoas realmente a ama, de outra, isso apenas reforçou a minha antipatia pela personagem. No entanto, a presença do Clube do Livro, intitulado Rainha das Caçarolas, foi o ponto alto do enredo, mostrando situações engraçadas e personagens dignos de seu próprio livro. A missão de ajudar Lillian também foi agradável e deu uma leveza ao livro, mas isso não bastou para me estimular a ler cheia de expectativa, não senti envolvimento com o livro e por mais que lia, não consegui me prender. Senti que faltou uma pitada de ação e mistério para que Meu amor, meu bem, meu querido realmente conseguisse me fisgar.

No entanto, isso não quer dizer que não irei procurar outros livros da autora, pois recentemente descobri que Meu amor, meu bem, meu querido, foi um dos primeiros da trabalhos de Deb, por tanto é compreensivo o pouco desenvolvido da trama. Mas, recomendo a leitura para que você tire suas próprias conclusões.

Avaliação:






***

Esta postagem conta pontos para o Top Comentaristas - Maio 2013. Se você esta participando, não deixe de comentar para validar seus pontos e concorrer ao livro Parperboy.

25 comentários:

  1. Ela não caiu nas graças do povo. Putz, mais um que vejo e é bem mais ou menos....o livro não parece ter convencido, e a maioria das resenhas está assim =/
    Ainda vou ler o meu, mas sei lá o que esperar agora...

    ResponderExcluir
  2. Oi Sammy,
    Eu tinha grandes expectativas sobre este livro, primeiramente pq amei a capa e gostei muito do outro livro da autora lançado tambpem pela NC.
    Porém agora fiquei com medo de ler. É muito ruim quando um livro se arrasta, pelo menos para mim parece uma tortura continuar lendo.
    Como tu disse, vou ler e tirar as minhas próprias conclusões.
    Beijos,
    Katielle
    http://www.leituramaravilhosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nossa, estou arrasada por ver que ninguém está gostanto muito desse livro pois desde o lançamento, pela capa, título e sinopse eu estava interessada mas, a cada resenha que leio vou ficando cada vez mais com um pé atrás... mas, enfim, se um dia der certo quem sabe não leio...

    ResponderExcluir
  4. Olha que eu queria ler esse livro, perdi até a vontade. Livros que se arrasta é a pior coisa que exite. Mas ainda vou ler, sou teimosa.

    ResponderExcluir
  5. Poxa, a cada resenha que leio, vou perdendo a vontade de conferir o livro. Ao ler a sinopse, me pareceu um livro muito bom, com uma narrativa boa, mas quando começo a ler as resenhas a cerca dele, eu sou totalmente pega de surpresa. É realmente uma pena o livro não alcançar as expectativas esperadas.

    ResponderExcluir
  6. Hum... é a primeira resenha negativa que li do livro... Mas, vou lê-lo sim... não podemos tirar conclusões pela opinião de outros...para uns pode ser ruim e para outros a leitura pode se torna satisfatória... Uma coisa aprendi nunca eleve suas expectativas pra não se decepcionar depois.

    ResponderExcluir
  7. Já vi umas duas resenhas do livro , como todo livro tem seus pontos negativos ,as duas que eu li até foram bem positivas , pena que não gostou :( mas vou ler o livro pra tirar minhas própias conclusões como vc mesma disse ;D beijooos

    ResponderExcluir
  8. Hmm nunca tive muito interesse no livro, mas até que tinha vontade de ler ele, só um poquinho hehe'

    Bom, ultimamente tenho gostado mais de livros narrados em terceira pessoa, assim nenhum personagem fica apagado ^^
    Se eu tiver oportunidade de ler o livro com certeza vou ler para tirar minhas próprias conclusões

    ResponderExcluir
  9. Eu tava muito interessada nesse livro, ia até ler, mas como tinha outros que queria fui ver quanto era a nota do mesmo de acordo com algumas resenhas e perdi um pouco o interesse. Acho que essa autora tem outro titulo publicado aqui já, ou a estou confundindo. É uma pena que não tenha gostado, nem sei se ainda quero ler.

    Abraços,
    Raquel - Viajando com Livros.

    ResponderExcluir
  10. O título do livro me lembra uma música ótima do Zeca Baleiro, Meu amor, meu bem, me ame. Mas pelo visto é só nisso que lembra, não é? Já que o livro não parece ser tão ótimo assim.

    Não curto muito os livros que a Novo Conceito publica e depois dessa sua resenha só o que posso dizer é: vou passar longe desse livro.

    ResponderExcluir
  11. Oi,
    o primeiro livro que li dela foi meio chatinho mesmo, espero que esse não me decepcione :/

    Abraços,
    Marinah | Blog Marinah Gattuso

    ResponderExcluir
  12. Sua resenha foi ótima; realmente fiquei um pouco espantado porque eu havia lido a sinopse e havia me interessado. então mais ou menos ja tenho uma ideia do livro. mas mesmo pode ser que eu o leia.
    *--*
    abraços;
    Rian Bicalho - euelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Estou louca para ler esse livro,
    já participei de milhares de sorteio pra ver se ganho (estou muito pobre esses dias :p), mas nada.. rsrs

    Mas adorei sua resenha e ela me estimulou a providenciar o meu o mais rápido possível.

    Delmara |Sou Bibliófila

    ResponderExcluir
  14. Poxa, estava doida para ler esse livro, sem ao menos ler uma resenha, o problema foi a capa... me encantou!
    Maaas a sua resenha me tirou metade da vontade, rs. Não sei mais o que eu quero fazer, poxa que decepção!
    E parabéns, as vezes os blogs não tem essa sinceridade em relação a um livro!

    ResponderExcluir
  15. Nossa, até que queria ler esse livro, mas depois de sua resenha, não quero mais.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos

    Jéssica
    http://leitorasempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Até agora não vi uma resenha positiva desse livro. Se eu já não estava muito animada com a sinopse dele, agora estou excluindo ele da minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  17. Meu Deus, que medo!
    Estou lendo esse livro, mais estou na página 100.
    Confesso que não li sua resenha toda, pra não ser influenciada, mais a nota me assustou bastante. Não to curtindo muito a Ruby, mais espero melhorar.
    A outra experiência que eu tive com essa autora não foi boa, estou meio que dando uma nova chance.
    Espero que não seja tão ruim assim. haha'
    Beeeijos
    http://2bookgirls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Primeira resenha negativa, mas ainda tenho vontade de ler este livro!
    Ana.
    http://umlivroenadamais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Eu to decepcionada com as resenhas que tenho lido sobre esse livro, pois gostei muito do livro anterior dela, Um lugar para ficar. Só que esse ultimo foi lançado bem depois e eu não sabia que Meu bem, meu amor, meu querido tinha sido um dos primeiros dela. É a explicação.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  20. Muita gente estava com alta expectativa em relação ao livro, mas aí sei lá direito pq não estão gostando, apesar de você ter justificado o ponto fraco do livro implicitamente.

    ResponderExcluir
  21. As notas dos livros desse autora no skoob não estão boas mesmo :( a sinopse não me fez querer ler muuuito o livro e as resenhas do povo desanimam mais ainda. E romance irritante acaba com o livro, ainda mais se forem os protagonistas. Eu senti isso com Belo Desastre.

    ResponderExcluir
  22. Acho que o problema das narrações em primeira pessoa é justamente quando apenas 1 personagem tem grande destaque, ai com um livro cheio de gente, acabamos vivendo a história apenas pela ótica de uma pessoa.
    Pena que não tenha gostado. Eu também acho a capa do livro mt fofa, mas ainda não o li, aliás, nunca li nada da autora.
    Com certeza, com essa é a primeira publicação dela, existe uma grande chance de que ela já tenha melhorado bastante sua forma de escrever.
    Ainda quero ler pra ter a minha opinião... vai que eu goste... rsrs

    Bjok

    ResponderExcluir
  23. Eu to louca pra ler esse livro ele parece ser muito bom e não vejo a hora de começar a leitura eu ganhei o livro, mas agora não posso ler ainda, mas assim que puder vou ler.

    ResponderExcluir
  24. Eu to louca para ler esse livro ele parece ser tão fofo!!
    E eu amei a sua resenha. Isso sem falar na capa que é muito fofa! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Beatriz. A capa é bem bonita, mas história em si, deixou muito a desejar para mim, talvez você possa vir a gostar da leitura, afinal, vai de leitor para leitor. Beijos.

      Excluir

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!