Resenha: Fiona e o Jardim Secreto - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Resenha: Fiona e o Jardim Secreto

Resenha: Fiona e o Jardim Secreto

22/11/2013


Título: Fiona e o Jardim Secreto
Autora: Tamara Ramos
Editora: Modo 
Ano: 2013
Páginas: 300
Avaliação: 2 Estrelas (Regular)
Sinopse: Uma fábula moderna numa era medieval” Uma vila medieval perdida num tempo distante; um jardim secreto repleto de flores voluntariosas com a capacidade de adivinhar o futuro; um príncipe maligno e usurpador; uma rainha louca obcecada por dinheiro e vítima de sua ambição desmedida; um cavalo alado com asas azuis com a habilidade de transitar entre dois mundos e um universo paralelo cheio de magia e mensagens misteriosas. Embarque com Fiona nesta aventura fantástica. O leitor que tiver acesso ao Jardim Secreto nunca mais será o mesmo. 

Fiona sempre acreditou nos mundos dos sonhos, que existiam lugares que podiam ser visitados durante a noite. Leitora desde pequena, a jovem adorava poder viajar pelos universos que seus amados livros a levam, e a noite ela sempre dormia pensando nesses mundos fantásticos de suas leituras, onde pudesse se aventurar. Até que um dia, Fiona tem os seus desejos atendidos. 

Ao ver uma escada e uma luz logo ao final, Fiona se arrisca e desce os degraus, afinal, que mal podia haver em seus sonhos? Mas ao descer, a garota percebe algo errado, ela se sente acordada, vivendo realmente aquele momento. Quando Fiona conhece o cavalo alado, Oceano, este a leva até o jardim secreto para que as flores lhe digam qual é o seu futuro. No entanto, ela acaba se desentendendo com as flores videntes, e é largada sozinha em um deserto escaldante, onde sem forças, apaga de cansaço. 

Ao acordar, Fiona tem uma grande surpresa, muito maior que flores e cavalos alados, ela se encontra em uma vila medieval longe de qualquer deserto. Mas as surpresas não acabam, afinal, ela não sabe se esta realmente sonhando ou se esta vivendo em uma realidade. Cabe agora a Fiona descobrir o que é real ou não, para finalmente voltar ao aconchego de seu lar. 

Cercado de muitos segredos, personagens que se sobressaem e um enredo com uma premissa interessante, Fiona e o Jardim Secreto tinha tudo para se tornar um livro fabuloso, afinal, a ideia de mundos paralelos, flores que dizem o futuro e uma era medieval, são grandes atrativos, mas infelizmente não foram moldados como deveriam. 

A autora tem uma boa escrita, a narrativa em terceira pessoa foi uma ótima escolha, os diálogos são bem construídos, mas a estrutura do enredo não. Tudo foi muito, mas muito apressado, os acontecimentos foram jogados sem uma explicação e a cada capítulo eu terminava com uma grande incógnita. Eu senti que houve uma escassez de informação, como se os fatos tivessem um início e um fim, mas não um meio, ou seja, não tinha o decorrer, o que levou acontecer aquilo e como chegou até aquele ponto. 

É difícil explicar sem dar algum spoiler, pois como eu disse, tem o começo da jornada e seu desfecho, mas não há informações de como tudo se sucedeu até chegar ao fim e isso fez com que o livro se tornasse vago e desconexo. 

Por mais que Fiona e o Jardim Secreto tenha uma continuação, muitas situações poderiam sim, terem sido induzidas nesse primeiro livro. Houve muitas pontas soltas e desnecessariamente, que eram vitais para o entendimento da história. A rapidez e falta de esclarecimento fez com que o livro perdesse sua magia e beleza. O final foi um amontoado de acontecimentos sem explicação. Não houve detalhamento do desfecho, tudo acontece e ponto. 

Fiona e o Jardim Secreto deixou a desejar em seu enredo e mesmo com personagens tão brilhantes, uma linda diagramação, o livro termina cheio de dúvidas, com uma história mal contada. 

***

Esta postagem conta pontos para o Top Comentarista Novembro 2013, se você esta participando, não deixe de comentar para garantir seus pontos e levar o livro A outra vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!