Discussão Literária? Sim, não, talvez? Protesto Literário - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Discussão Literária? Sim, não, talvez? Protesto Literário

Discussão Literária? Sim, não, talvez? Protesto Literário

06/12/2013


Olá, pessoal, tudo bem?

Hoje vamos falar de uma coisa bem chata que anda circulando aqui pela blogosfera. Leiam o post até o final e com muita atenção:

Significado de Parceria:
Na sua definição mais geral, parceria é uma associação de entidades (duas ou mais) para desenvolverem ação conjunta com vista a atingirem um objetivo determinado.

O blog Da Imaginação à Escrita e mais um grupo de blogueiros nos unimos para compartilharmos a nossa visão do que é uma parceria. Por isso criamos este post, em respeito às editoras, aos autores e, principalmente, a nós mesmos. Não queremos brigas ou troca de ofensas, apenas respeito. Respeitamos o trabalho do autor, que passou muito tempo sonhando com o seu livro: meses e anos escrevendo e mais outros meses aguardando a publicação. Respeitamos as editoras que fazem um trabalho bonito realizando o sonho do autor. Sabemos que nada disso sai barato e por isso respeitamos. Mas e quanto a nós?! 

Além de admirar o trabalho dos autores e nutrir paixão pelos livros, temos vida social. Trabalhamos, estudamos, somos mães, pais, namorados (as), esposas, donas de casa e etc, e, mesmo com isso tudo, tiramos um tempinho para ler e escrever (em um espaço que é nosso) sobre o trabalho de alguém. 

No início é difícil, gastamos sim com os nossos nacionais, estrangeiros e pedimos, humildemente, parceria. Às vezes o livro é tão bem falado e a grana tá curta que se for cortesia é melhor ainda. 

Vocês sabem o que significa uma cortesia para um blogueiro apaixonado por livros?! Não significa favor ou caridade, significa que estamos sendo valorizados e respeitam a nossa opinião... (Caramba, eles querem a nossa opinião)!!! Talvez vocês não saibam, mas temos cuidado ao escrever uma crítica (que SEMPRE queremos que seja construtiva) justamente para não magoar, mas também não mentiremos. Soube recentemente que propagandas em geral custam caro... Nós fazemos por amor! Não pensem que nos vendemos por um exemplar, não é isso! Nós fazemos uma troca, dou meu tempo e minha opinião aos meus amigos e em troca você me dá um exemplar... Simples assim!! 

Em toda profissão existe bons e maus profissionais, na blogosfera não seria diferente. Não queremos "puxa saquismo", só queremos o que é nosso de direito: RESPEITO. Por isso, nós nos reunimos viemos desabafar. 

Aos autores, por favor, não generalizem o grupo. Às editoras, verifiquem se os blogs parceiros são atualizados e ainda estão ativos. Respeitem-nos que respeitemos vocês. 

Por que nosso trabalho não é valorizado??? Seria porque não cobramos pelo serviço? Vamos repensar as atitudes... Agradecemos de coração e desejamos o maior sucesso a todas as partes!

SOMOS BLOGUEIROS, SOMOS PARCEIROS E QUEREMOS RESPEITO!!


“... Em minha opinião nós blogueiros temos que nos tornar editoras. Mas digo: Editoras exigentes e que fecham o cerco de uma forma bem grande. Assim como nós recebemos um NÃO de cada uma delas, chegou a hora de darmos o nosso NÃO para nos valorizarmos. Porque pelo pouco que sei, aqui no grupo todos os blogs que aqui fazem parte, são blogs grandes e blogs muito bons que tem conquistado o seu pequeno espaço a cada dia ao lado das editoras. Aqui no grupo, hoje se formos olhar, aqueles blogs que sempre levaram NÃO de uma editora, hoje estão levando um SIM.” – Kelly Muniz, do blog Livros e Marshimallows (em relação ao crescimento dos pequenos blogs).

“Então pessoal... agora chegou a nossa vez de agir. Com educação, profissionalismo. A forma em  que fomos generalizados nos machucou. Tanto é que estamos remoendo esta história até hoje. E se não temos mais dinheiro pra comprar livros, vamos pegar emprestado, vamos fazer qualquer coisa.” – Kelly Muniz.

“É muito triste quando começam a te "criminalizar" por causa de uns poucos que não sabem a hora de parar, não sabem ser seletivos, ou por causa de uns irresponsáveis como o que fez aquela maldade com a Eleonor. Se já me sentia humilhada antes ao pedir parceria com autores nacionais, agora vou me sentir mais ainda, sendo passível de um julgamento tão esdrúxulo quanto aos que eu tenho visto de alguns deles. Não quero mandar um e-mail para uma pessoa a fim de divulgar o trabalho dela e ser respondida como uma aproveitadora, que só quer se aproveitar de sua obra de arte perfeita e imaculada.” – Sarah Marques, do blog Endless Poem

“Se você concorda em ser parceiro de todos os blogueiros que te procuram sem ter um critério para esta parceria não pode reclamar depois. Agora vir dizer que todos os blogueiros só desejam receber livros gratuitos e que os livros de autores estrangeiros compram sem reclamar chega a ser uma ofensa... Parceria é uma via de mão dupla. Os dois lados devem ficar satisfeitos com os resultados e devem sim receber por isto. Afinal nem mesmo o relógio funciona de graça. Você precisa lhe dar corda (os antigos) ou lhe fornecer uma pilha ou uma bateria.” – Khrys Anjos, do blog Minha Montanha Russa de Emoções (em relação a parcerias).

“Acha que estão me fazendo favor mandando livro? Não não! Quer que eu faça propaganda, me paga, mas se for de graça é do meu jeito! Ninguém compra minha personalidade, nem livros muito bons!! Sou muito direta, tranquila e transparente, então vamos deixar as coisas às claras: O blog é MEU, EU leio, EU resenho, EU escrevo da MINHA forma. Sei que não sou crítica literária, mas a partir do momento em que me dão um exemplar para resenhar, eu tenho o direito!” – Priscila Domingues, do blog Sou Eu, Pri (sobre alguns autores mandarem retirar conteúdo negativo sobre o livro).

“Hoje é muito complicado você descobrir se um blogueiro é confiável ou não antes de enviar um livro. Infelizmente, com o aumento desses casos lamentáveis e ridículos, os blogueiros que realmente fazem um trabalho legal, vão acabar pagando o pato. Isso não significa que é o fim do mundo, que você vai ter que excluir o se blog etc. Continua fazendo seu trabalho, seguindo com seu blog...” – Elton Max, do blog O Elton Max (sobre o “parceiro” que vendeu seu exemplar cortesia no Mercado Livre).



“... Em todos os setores vemos meios de agir deturpados. E não seria correto condenar todas as profissões devido a isso. Já vimos autor sumir, não cumprir com acordos, parar de responder. Já vimos editoras faltarem totalmente com o acordo feito também. Vemos falta de conduta profissional em diversos setores de atendimento público. E vimos o problema que envergonha aqueles que trabalham direito, na blogosfera: blogueiros que comentem as mais variadas violações, as mais variadas faltas contra os outros profissionais. Onde está a culpa? Na alienação? Na falta de educação? De maturidade? De caráter? Ainda estamos buscando... Porém, o que não podemos esquecer é que cada caso é um caso...” – Vivian Pitança, do blog Reflexão Literária

"Nunca exigi livro de graça para ninguém. Sei o quanto os autores nacionais batalharam para conseguir a sua publicação. Gasta-se dinheiro, é um processo bem burocrático. Só peço parceria com aqueles que eu quero ler os livros e não me importo em pagar pelo exemplar. Mas assim, não me venha dar faniquito dizendo que todo o blogueiro não presta porque isso é mentira. E quando a gente faz a resenha, manda para o autor e o mesmo nem se incomoda em compartilhar o link? E quando a gente perde pelo menos uma hora escrevendo uma resenha pra vir o autor e reclamar que demos cinco estrelas, mas reclamamos do tamanho da fonte? Disso ninguém fala. Então não generalize para que a gente também não generalize autores e editoras. Cada um é cada um. Tem muito blogueiro sério por ai e, uma dica, nem todos eles tem blogs de quatro anos de existência, 20 mil seguidores, postagem diárias e mil e uma colunistas." - Raquel Araujo, do blog Por Uma Boa Leitura



***

Bem pessoal, agora quero deixar minhas palavras. Preferi expor minha opinião sobre o assunto em geral por último. das palavras do protesto. Como sabem, há grandes discussões entre autores e blogueiros, e até entre editoras e blogueiros. O assunto principal sempre é o mesmo, que blogueiro somente quer livros de graça. Depois do grupo conversar entre si, foi decidido esse protesto, pacifico aliais, pois o que queremos é respeito. Respeito com nossos blogs, com o nosso trabalho, não queremos ser inclusos em acusações que não fazem parte da gente. 

Tem blogueiro que só quer livro de graça, que vende as cortesias? Tem. Mas não é por que um (ou dois, o que seja) fez, que todos vão fazer! Por tanto, se você chegou até aqui, é por que leu o post, ou pelo menos é o que eu espero. Não vou me alongar em minhas palavras, só quero uma dica: Você não precisa ter parceria com todos que te solicitam, diga um Não de vez em quando, mas principalmente, pesquise aqueles que você for fazer parceira. Certifique-se se aquele blogueiro, aquele escritor ou aquela editora é o certo para você. Saiba que ao escolher bem seus parceiros, a caminhada é mais proveitosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!