Resenha: A Última Nota - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Resenha: A Última Nota

Resenha: A Última Nota

09/12/2013

Título: A Última Nota
Autores: Felipe Colbert, Lu Piras
Editora: Novo Século
ISBN: 9788576798392
Ano: 2012
Páginas: 260
Skoob
Avaliação: 4 Estrelas (Muito bom!)

Sinopse: Quando Alícia Mastropoulos se apresenta pela primeira vez como a principal violinista na Orquestra de sua Universidade, ela não tem ideia dos acontecimentos que este fato desencadeará. Decidida a tocar uma composição inédita deixada por seu falecido avô em vez da música programada, ela se emociona e erra a última nota, mas ninguém parece perceber. No dia seguinte, recebe a notícia que um jovem desconhecido é encontrado no coreto próximo ao local da apresentação e levado para um hospital. Quando acorda, ele não se lembra de nada, apenas chama pelo nome dela. Ele, o belo e misterioso rapaz de olhos azuis, é exatamente o que Alícia precisa evitar. 

De família tradicional grega, Alicia tem uma vida perfeita, ela é noiva de um rapaz do círculo, a qual seus pais aprovam e desde pequena foi criada para seguir a risca os costumes e tradições gregas. No entanto, Alicia se sente sufocada com toda pressão que lhe imposta, seu desejo é poder fazer suas próprias escolhas e para se sentir um pouco da tão sonhada liberdade, ela tem duas armas secretas: Sua música e sua avó.

Ao se apresentar no solo da Orquestra a qual faz parte, Alicia decide tocar algo diferente, do que havia sido combinado. Tocando uma das composições de seu falecido avô, ela se sente realizada e feliz, mas a partir desse momento mágico, sua vida passa por uma transformação sem igual.

Após o concerto, a jovem recebe um telefonema a qual um rapaz se encontra internado e que apenas clama por sua presença. Pensando ser seu noivo, Theo, ela resolve ir de imediato até o hospital e então a surpresa, a pessoa que esta internada é um completo estranho, mas que estranhamente conhece tudo a seu respeito. Para piorar sua situação, sua avó decide hospedar o rapaz e lhe dá o nome de Sebastian, já que o mesmo não sabe de onde veio e nem quem é.

Perturbada com a presença de Sebastian, Alicia tenta de tudo para afastá-lo de sua vida, só que ela perceberá que assim como a melodia de uma linda canção, é impossível se distanciar. 

A última nota foi escrito pelos autores Felipe Colbert e Lu Piras e seu romance carrega altas doses de aprendizado e amor. O enredo é leve e cativa por sua história tão romântica. Com uma escrita fluida e detalhada, os autores fazem com que o leitor se habitue no universo de A última nota, a onde conhecemos um pouco da cultura e tradições gregas, como também um amor arrebatador. 

Só que mesmo com tantas qualidades maravilhosas, A última nota teve o seu começo lento e monótono, eu demorei a ser fisgada pela história, que traz a narrativa em primeira pessoa tão presente. Alicia é a narradora em sua própria história, contando cada passo desde que Sebastian apareceu, vemos por seus olhos a pressão que sua família lhe impõe, seu noivo controlador e ciumento, mas também temos uma personagem que na maioria das vezes foi mimada e orgulhosa. 

Demorei muito para me envolver com o livro, somente no final fiquei atiçada a não largá-lo, onde a narrativa ficou mais intensa e emocionante. Sem a menor dúvida, A última nota, é um apreço para os românticos que encontraram no livro um amor inigualável, mas que para mim, demorou muito para florescer. 

Apesar de apenas nos momentos finais a história ter-me conquistado, eu digo, valeu a pena as 260 páginas, afinal o enredo é bonito, além de emocionar por sua delicadeza. As folhas amareladas, diagramação simples, porém sutil da Novo Século, combinou bem com a proposta de A última nota. 

Com certeza este livro vai-lhe fazer suspirar a cada virada de capítulo, que são curtos e com bons ganchos.

Sammysam Rosa

Escrito por:

Sammy. Casada e apaixonada por livros. Gosto de literatura policial, suspense e terror. Típica pisciana, sonhadora e curiosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!