Resenha: Devoy: Intueri - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Resenha: Devoy: Intueri

Resenha: Devoy: Intueri

09/01/2014

Título: Devoy 2
Subtítulo: Intueri
Edição: 1
Editora: Modo
Ano: 2014
Páginas: 260
Skoob
Avaliação: 4 Estrelas
Sinopse: Após conseguir fugir de seu destino imposto, Celebriant consegue chegar até onde queria: a Base Rebelde. Mas ela chega quase morrendo e, para curá-la, Phoebe Lynx usa de seus poderes de Curare e encontra sua marca de Oculta. Assim que descobrem quem ela realmente é, os Anciões da Base tomam uma medida drástica quanto àquela aparente intrusa entre eles. Será Celebriant capaz de alcançar o seu destino? Ou ela novamente irá se encontrar no meio de pessoas que não querem nada além de controlar o seu poder?


Após passar por inúmeras provações, Celebriant finalmente chega à base rebelde. Debilitada e sofrendo por conta de suas ações, a Devoy aceita as condições impostas pelos anciões em sua permanência na base. Sem memória e com seu Kassan bloqueado, Celi leva a vida mais tranquilamente. No entanto, o peso do passado e suas lembranças ocultas voltam para cobra-la.  Seu destino esta se cumprindo, mesmo que ela não aceite essa condição. Celi precisará ser forte, tanto por si, como por aquele que ela terá que proteger. 

Devoy – Intueri começa exatamente após os acontecimentos do primeiro livro, revelando algumas lacunas que ficaram expostas em Devoy – Kassan. Além disso, o livro mostra a evolução em relação à escrita da autora Paula Vendramini em seu segundo livro da série. Com uma linguagem fácil, descrições na medida e narrativa em terceira pessoa bem colocada, Devoy – Intueri marca por seus acontecimentos de tirar o folego. 

No entanto, no começo do livro, fiquei um pouco perdida, afinal havia mais de um ano que eu tinha concluído a leitura de Devoy – Kassan, e quase nada eu tinha lembrando e fiquei um pouco deslocada de início. Mas assim que a leitura avançava, acostumei com a nova ambientação da história e a escrita da Paula ajudou muito, que é direta e flui com naturalidade. Rapidamente eu já estava mergulhando de cabeça nessa nova jornada. 

A primeira batalha que acontece nesse segundo volume, foi bem trabalhada e intensa, a partir daí o enredo passa a ter uma adrenalina contagiante, ficando impossível largar. Além de apresentar novos personagens, Devoy – Intueri passa ainda mais mistérios que seu antecessor e termina com um gostinho de quero mais. Uma fantasia que mexe com o leitor e promete dar um novo sentido a fantasia nacional.

***

Esta postagem conta pontos para o Top Comentários de Janeiro. Se você esta participando, não deixe de comentar e garantir seus pontos para concorrer ao livro Aconteceu em Paris.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!