Resenha: O que restou de mim - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Resenha: O que restou de mim

Resenha: O que restou de mim

20/11/2014


Título: O que restou de mim
Série: As Crônicas Híbridas
Edição: 1
Autora: Kat Zhang
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501098368
Ano: 2014
Páginas: 320
Avaliação: 
Onde Comprar: Amazon (Versão Física)
Sinopse: Addie e Eva são híbridas duas almas no mesmo corpo. Em sua realidade, todos nascem assim mas, ainda na infância, uma das almas torna-se dominante. Mas isso nunca acontecia com as duas. Considerados instáveis e perigosos, os híbridos foram perseguidos e eliminados das Américas. E quando o segredo delas é ameaçado, Eva e Addie descobrirão da pior forma que há muito mais sobre os híbridos do que os noticiários de TV e os livros de história contam.
Duas almas entrelaçadas, um só corpo e uma realidade aonde ser diferente é um erro, ser um híbrido é uma ameaça à sociedade. Eva deveria ter se depreendido de Addie há muito tempo, por ser a alma mais fraca, ela tinha que desaparecer, no entanto, nada disso aconteceu. Os médicos e terapeutas estavam receosos com a condição de Addie e Eva, quanto mais demorasse para a alma fraca ir embora, maior era o perigo que Addie colocaria a si mesma e sua família. 

Até que um dia, a menina foi declarada normal, apenas uma alma era dominante. Mas o que ninguém sabia era que Eva ainda estava lá, ela e Addie ainda eram almas gêmeas e não deixariam ninguém descobrir esse segredo. 

A família de Addie se mudou para longe dos olhares acusadores, dos dedos apontados. Com uma nova vida, as meninas vão seguindo suas vidas, sempre lutando para não chamarem a atenção. Até que um dia, Hally surgi e com ela a proposta de fazer com que Eva tenha os movimentos do corpo novamente, poder falar e sentir, assim como Addie, só que essa oportunidade é cheia de obstáculos e o caminho percorrido pode não ter mais volta.

As Crônicas Híbridas chamou minha atenção assim que li a prévia do enredo. Vi uma trama diferente e atrativa. Não vou dizer que não gostei da obra de Kat Zhang, na verdade, apreciei muito a leitura, a escrita da autora é fluida, as palavras flutuam nas páginas e rapidamente a história envolve quem a lê. Mas como um todo, O que restou de mim apresentou uma falha de coerência, tanto em relação ao surgimento da segunda alma, como o motivo para os híbridos serem temidos a ponto de serem caçados. 

É descrito que houve uma guerra contra os híbridos, a qual sempre foram uma ameaça aos normais e para combatê-los se travou uma batalha sangrenta, que ainda reflete na realidade de Addie e Eva. Os híbridos são trancafiados para serem curados e em momento algum vi um motivo plausível para o terror em relação a eles. Mesmo que muitas perguntas precisem ficar em aberto para ter um gancho para o segundo livro, conclui que alguns pontos poderia sim ter sido explicados para dar mais ênfase ao enredo, pois muita coisa ficou confusa e mal explicada. O que restou de mim não se passa em um futuro longínquo, não foi definida uma data exata, mas pelo que foi descrito em um dos capítulos, o computador é um item que pouquíssimos tem acesso, nem mesmo as personagens principais tinham visto um de perto, tanto esse, como alguns elementos presentes na história podiam ter sido melhor desenvolvidos.

Mesmo tendo apresentado pontos que me desagradaram, gostei da proposta de O que restou de mim e como mencionei, a escrita de Kat é ótima e envolve o leitor. Recomendo que tirem suas próprias conclusões sobre o livro, até porque é uma leitura interessante, nova e com ótimas abordagens. 

***

Esta postagem conta pontos para o Top Comentarista de Novembro 2014. Se você esta participando, não deixe de comentar para garantir seus pontos e concorrer ao livro, O Homem Perfeito.

Sammysam Rosa

Escrito por:

Sammy. Casada e apaixonada por livros. Gosto de literatura policial, suspense e terror. Típica pisciana, sonhadora e curiosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!