Resenha: Resident Evil, volume II - O Incidente de Caliban Cove - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Resenha: Resident Evil, volume II - O Incidente de Caliban Cove

Resenha: Resident Evil, volume II - O Incidente de Caliban Cove

25/11/2014

Título: Resident Evil, volume 2
Subtitulo: O Incidente de Caliban Cove
Edição: 1
Autora: S. D. Perry
Editora: Benvirá
ISBN: 9788582401071
Ano: 2014
Páginas: 210
Tradutor: Gustavo Hitzschky
Skoob
Avaliação:  
Onde Comprar: Amazon

Sinopse: O segundo livro da série criada por S.D. Perry traz uma história inédita, não retratada no jogo. O incidente de Caliban Cove narra acontecimentos que correm entre os games Resident Evil e Resident Evil 2. Os membros sobreviventes do S.T.A.R.S. acreditavam que a conspiração terminaria após o incidente na mansão Spencer. O esquadrão reuniu evidências para alertar o mundo sobre as terríveis armas biológicas criadas pela corporação Umbrella, mas tudo foi em vão: a empresa farmacêutica saiu impune e os S.T.A.R.S. foram considerados criminosos foragidos. A história agora é protagonizada pela novata Rebecca Chambers, o único membro da equipe Bravo a sobreviver aos terrores da mansão. A médica passa a fazer parte de um novo esquadrão dos S.T.A.R.S. quando ouve de um misterioso informante rumores sobre uma nova instalação da Umbrella em Caliban Cove, no estado do Maine. Rebecca deverá reunir provas suficientes para finalmente incriminar a Umbrella, mas irá se deparar, mais uma vez, com um perigo inimaginável.
Com a Umbrella isenta da culpa pelo que aconteceu em Raccon, os S.T.A.R.S. passaram a ser ridicularizados e envolvidos com a perda causada na mansão Spencer. Chris, Jill, Barry e Rebecca, os sobreviventes do incidente biológico do vírus T, foram afastados de suas atividades e os S.T.A.R.S. perderam sua honra e credibilidade. David Trapp do S.T.A.R.S. de Maine tem uma proposta e novidades nada agradáveis para os companheiros de Raccon, informações que podem expor a culpa da Umbrella de uma vez por todas, além de restaurar o orgulho dos S.T.A.R.S.

Com a ameaça de que o vírus esteja sendo usado em Caliban Cove, Rececca parte ao lado de David, que uniu uma equipe exclusiva para o caso, a fim de colocar em pratica o plano que ligue a Umbrella aos incidentes. No entanto, a missão em Caliban Cove reserva desafios ainda maiores do que os de Raccon, houve uma mudança no vírus e os inimigos estão ainda mais poderosos!

Resident Evil, volume dois – O Incidente de Caliban Cove traz uma história inédita, não apresentada nos games, mas que se baseia em todos os fatos e elementos descritos no maior sucesso da Capcom, a série Resident Evil. O Incidente de Caliban Cove ocorre após o fechamento do primeiro livro, sendo uma continuação direta da história criada por Perry. Trazendo nossos queridos personagens de volta, mas desta vez temos como foco uma missão envolvendo Rebecca Charmers, os demais são apenas coadjuvantes no enredo, mas foi ótimo reencontra-los!

Mesmo não sendo uma história oficial dos games, eu adorei a atmosfera criada por Perry, os enigmas elaborados e os desafios propostos para Rebecca e sua equipe foram ótimos! Uma leitura que foi fluida, com muita ação, momentos tensos e bom desenvolvimento, a autora reuniu vários pontos dos jogos, fazendo com que o livro se tornasse um presente para os fãs.

Quem acompanha a série Resident Evil, sentirá toda aquela tensão e adrenalina presente nos games, Perry foi ousada em criar um enredo novo para a cronologia Resident (livros) e se saiu maravilhosamente bem! Como fã e jogadora de Resident Evil, eu gostei muito deste segundo volume e mal posso esperar pelos próximos.

Uma leitura fundamental para os fãs acompanharem mais uma vez a luta contra a Corporação Umbrella!

***

Esta postagem conta pontos para o Top Comentarista de Novembro 2014. Se você esta participando, não deixe de comentar para garantir seus pontos e concorrer ao livro, O Homem Perfeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!