Resenha: A Última Carta

09/12/2014


Título: A Última Carta
Edição: 1
Autor: David Labs
Editora: Biruta
ISBN: 9788578480905
Ano: 2012
Páginas: 140
Avaliação: 
Onde Comprar: Amazon (Versão Física)
Sinopse: Luda, apesar de inconformada, parecia já ter seu destino traçado: casaria por conveniência aos interesses familiares, e viveria para sempre em sua cidade natal, cuja população e valores Luda desprezava. Contudo, a chegada de uma carta anônima alteraria completamente o curso de sua vida e, a partir daí, sua história passaria a conter muitas lacunas, segredos e imprecisões. O que seria real, o que seria falso? Através de notícias de jornal, diários, cartas e um tanto de imaginação o narrador de A Última Carta empreende uma busca pela verdadeira história de Luda. Entre as ruas de uma pequena cidade burguesa parada no tempo e os bulevares de Paris do final da Segunda Guerra Mundial, você acompanhará a investigação de todos os mistérios que permearam a vida de Luda – desde o recebimento da primeira carta, até a chegada da última.

Luda deseja o amor, a liberdade, a paixão, no entanto, seu destino já está traçado por um casamento arranjado, onde estaria fadada a viver para sempre em sua cidade natal, um lugar que ela despreza. Com a chegada de uma carta contendo juras de amor por um admirador secreto, Luda passa a conhecer a sensação de paixão. A cada carta, palavras bonitas e juras eternas, toda a vida de Luda muda com a chegada das cartas.

Mas seriam esses momentos reais? O mistério entrelaçado entre a jovem e seu admirador faz com que um amigo de Luda revolva tentar desvendar cada um das pistas deixadas. Traição, medo e mentiras, a vida de Luda permanece cheia de lacunas que começaram ao recebimento daquela primeira carta.

A última carta é um romance gostoso de ler, capaz de ser finalizado em pouco tempo. Uma história para ser apreciada em um dia tranquilo, que você apenas quer mergulhar de cabeça em um bom livro. Eu estava fragilizada por conta da minha última leitura (Proibido) e a obra de Davida Labs veio no momento certo. Li com calma, sem pressa e gostei dos momentos vividos por Luda, que deixa aquela incógnita de que se fato tudo que ela viveu foi real. Ao terminar o livro, não consegui realmente ter uma certeza sobre a história de Luca, sobre o que era real e o que não era, creio que esta é a intensão, fazer com que decidimos qual a verdade por de traz da personagem.

Um detalhe a mencionar é o fato de que o enredo é feito de duas formas: Como um diário escrito pela protagonista, junto com as notas de um narrador sem nome, que assim como nós, tenta desvendar o mistério de Luda, usando a suposição e a imaginação perante aos fatos do diário. David Labs apresenta uma história com segredos, que é instigante e acolhedora, ou seja, uma boa leitura. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!