Resenha Premiada: O Medo de Virgília


Título: O Medo de Virgília
Edição: 1
Autora: Rosa Mattos
Editora: Selo Jovem
ISBN: 9788566701265
Ano: 2014
Páginas: 200
Avaliação: 
Onde Comprar: Amazon, Loja Selo Jovem
Sinopse: Cercada por pessoas desajustadas (psicopatas, neuróticas, depressivas, insanas, obsessivas, fóbicas e inescrupulosas), Virgília luta para manter sua sanidade mental.
Dividida entre cuidar da própria vida e ajudar seus familiares que precisam dela financeiramente, muda-se de Cristal (pequena cidade gaúcha) e vai morar sozinha em Porto Alegre, num apartamento herdado pela mãe. Assim, poderá ficar mais perto de Marília, sua irmã mais nova, internada numa clínica depois de tentar matá-la, após sofrer um surto psicótico.
Virgília começa a trabalhar como gerente de uma joalheria. Lá, ela conhece Alex, o entregador de joias e os dois se apaixonam. Em pouco tempo, serão envolvidos por um laço de amor que os manterá unidos, contra todas as adversidades.
Além de ser um homem apaixonante, Alex possui um dom incomum, que o torna capaz de tirar vidas, ou salvá-las. E este seu dom, terá um papel importante para os rumos desta história.
Uma trama onde o grande mistério é descobrir como Virgília conseguirá lidar com tantas situações difíceis que a cercam, sem enlouquecer.
Não importa quantas vezes eu releia O Medo de Virgília, minhas impressões serão as mesmas! Está é a terceira vez que leio a obra de Rosa Mattos, as duas primeiras vezes foram para compor o prefacio do livro e agora para resenha-lo. Sim, eu precisava voltar ao mundo de Virgília para escrever minha opinião e qual a melhor forma senão relendo a obra. Como li primeiramente a versão digital, agora conto com o livro físico publicado em 2014 pela editora Selo Jovem, a qual devo ressaltar que fez um bom trabalho na revisão e diagramação do livro.

Narrado em boa parte em primeira pessoa por Virgília, acompanhamos seus temores, sua vida é cercada de indivíduos e situações peculiares. Uma prima obcecada por limpeza, que após um evento amoroso tem um fim trágico em meio a própria sujeira, um tio com fobias malucas, e uma irmã que teve um surto psicótico em que Virgília foi o alvo. Nossa protagonista tem medo de enlouquecer, mas o que ela não compreende é força que tem. Virgília é corajosa e altruísta, apesar de seus temores, ela segue em frente, uma personagem com características reais, que o leitor simpatizará ao longo das 200 páginas.

Mas o livro não se trata apenas da protagonista, a autora também dá espaço aos personagens secundários, ela tem o cuidado em mostrar o passado e personalidade daqueles que são vitais ao enredo, tornando assim a compreensão dos fatos muito mais amplo. A escrita de Rosa, assim com em seu romance Paredes Vivas, é fluída e envolvente, com descrições na medida para fascinar o leitor durante a leitura. Os capítulos são curtos e com bom ritmo, fazendo com que a leitura seja rápida e empolgante, afinal, você quer saber dos passos de Virgília e os segredos ocultos sobre cada personagem. Para finalizar, recomendo a leitura de O Medo de Virgília, um livro que se tornará impossível largar antes do fim.

***

Leia o primeiro capítulo de O Medo de Virgília: (www).

Desafio Literário 2015: Um livro que já tenha lido.


a Rafflecopter giveaway


Observação: 


  • Leia atentamente ao regulamento descrito no formulário em Terms & Conditions.

Boa sorte!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!

Instagram