Resenha: A Toda Prova

20/03/2015


Título: A Toda Prova
Edição: 1
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580413687
Ano: 2015
Páginas: 224
Avaliação: 
Onde Comprar: Amazon
Sinopse: A Toda Prova - Oito meses se passaram desde que Mickey Bolitar presenciou a trágica morte de seu pai. Por muito tempo, o garoto não teve nenhum motivo para questionar o que aconteceu naquele acidente fatal.
Porém, de repente, ele começa a perceber mentiras, segredos obscuros e questões sem resposta que o deixam desnorteado. Por que sua vizinha reclusa afirma que Brad Bolitar está vivo? Por que o paramédico que tentara socorrer seu pai reapareceu subitamente na cidade?
Mesmo ansiando pela solução do mistério, Mickey precisa se dedicar a outro estranho caso. Sua amiga Ema revela que começou um relacionamento pela internet e que está apaixonada. Contudo, seu suposto namorado sumiu sem explicação. Recusando-se a acreditar que foi enganada, ela pede a ajuda de Mickey.
Aparentemente, a fama do sobrinho de Myron Bolitar como investigador já se espalhou, pois até seu rival, Troy Taylor, suplica que ele o auxilie. O garoto foi pego no exame antidoping e ficará de fora do time de basquete em seu último ano na escola. Ainda que desconfiado, Mickey acaba se envolvendo em uma trama que se mostrará mais grave do que parece.
Neste desfecho da série, três mistérios mobilizam a vida do jovem herói, mas nada pode prepará-lo para a grande verdade.

Podem me julgar! Como fã e amante de um bom livro policial, eu jamais havia lido algum livro de Harlan Coben, um dos autores atuais desse gênero e que têm conquistado cada vez mais admiradores. Sempre tive curiosidade em ler algo do autor, afinal, seus livros possuem tudo que procuro em uma leitura investigativa, mistério, personagens fortes e muita tensão! Sendo esta minha primeira experiência com o autor, com o livro A Toda Prova, posso dizer que Harlan me fisgou, sua narrativa, elaboração da história, a agilidade, tudo acabou me conquistando.

Como citei acima, amo o gênero policial e ao incluir essa nova aventura de Mickey Bolitar, eu já esperava gostar, mas não tanto! Foram pouquíssimos dias de leitura, cada vez mais que eu lia, mais ficava interessada em saber como Mickey iria resolver seus casos e apreciei todos os passos que o autor foi conduzindo seus personagens. A Todo Prova, é o terceiro livro da série de Mickey Bolitar, mas pelo que pude observar e também ao ler o livro, acredito que os três livros mesmo que se completem de alguma forma, são histórias diferentes, casos que Mickey e seus amigos irão resolver. Mesmo começando com o terceiro livro da série, não me senti confusa em nada, e isto realmente ganhou pontos comigo, Harlan teve o cuidado de fazer seu leitor entender toda atmosfera que Mickey vive e como ele fez parte de todo o esquema de investigação. Claro, que a leitura dos demais livros é fundamental, mas se você, assim como eu, acabou tendo o livro, não se preocupe A Toda Prova é um livro esclarecedor, não será difícil compreender os passos que fizeram os personagens chegarem até esse desfecho.

Passaram-se oito meses após a morte de Brad Bolitar, quando um paramédico com cabelos cor de areia e olhos verdes, levou o pai de Mickey “embora”. Mesmo tendo presenciado esse trágico acidente, o jovem começa a questionar essa realidade, afinal, Lizzie, sua vizinha reclusa e misteriosa, afirma que Brad Bolitar está vivo, além disto, o paramédico que o socorrerá voltou e tentará matar Mickey, mas por qual motivo? Nada mais parece fazer sentido e ao exumarem o tumulo de Brad, a surpresa, o que foi enterrado foram às cinzas! Algo incomum, mas que as autoridades afirmam que teve a autorização da mãe de Mickey; Apesar da assinatura ser a mesma de sua mãe, o jovem não acredita, não faz sentido, pois toda aquela situação vai contra o que Brad Bolitar gostaria, havia alguma coisa faltando e Mickey iria resolver esse mistério!

No entanto, esse não será o único caso que Mickey terá que resolver, sua amiga Ema está desesperada por ajuda. Ao conhecer um rapaz na internet, Ema acaba apaixonando-se e quando as mensagens param de chegar, ela teme que algo tenha acontecido, até porque, o jovem havia dado pistas de que queria confessar algo importante para Ema e agora está desaparecido.

A fama de investigador adolescente parece já ter se espalhado, afinal, até mesmo Troy Taylor, seu rival no colégio, pede para que Mickey o ajude. Troy foi pego no exame antidoping e consequentemente, expulso do time de basquete, mas afirma que jamais faria algo assim, não trapacearia dessa forma. Mesmo não acreditando nas palavras do rival, Mickey sabe que não tem escapatória a não ser ajuda-lo, mas ao reunir as pistas, tudo o leva a algo muito mais grave!

A Toda Prova é totalmente narrado em primeira pessoa por Mickey, o autor teve cuidado ao deixar sua personalidade exatamente como a de um adolescente, Mickey tem seus defeitos e pontos fortes, mas jamais deixamos de assimilar um jovem com seus anseios e dúvidas, Mickey não é apenas um detetive adolescente, espertalhão, frio e sem sentimentos (como em alguns outros livros do gênero, a qual adolescentes são os investigadores), pelo contrário, ele possui características típicas dessa fase e Harlan o deixou tão vivo, que é impossível não torcer por Mickey. Como mencionei, o autor ainda dá umas pequenas explicações durante a narrativa sobre os acontecimentos do passado, Mickey nos explica sobre a perda do pai, sobre Dona Morcega (Lizzie) e como se tornou o que é, não senti carência de informação, pelo pouco que foi revelado, já pude ter uma noção geral do passado de Mickey, mas claro, que seria muito melhor ter lido Refúgio e Uma Questão de Segundos, pois assim, eu teria um contato mais amplo sobre toda a trama, mas como descrito, mesmo lendo o terceiro livro, não me senti perdida, na verdade, a interação foi tanta, que a leitura fluiu maravilhosamente bem, eu não queria largar o livro, queria saber o que aconteceria e já tinha minhas suspeitas de como algumas partes iriam se revolver.

Enfim, quem gosta de livros policiais, vai ter em A Toda Prova todos os elementos característicos e muito mais. Quem já conhece e leram os demais livros sobre Mickey, este desfecho irá te arrepiar, principalmente as respostas contidas. Quanto ao trabalho editorial, ele está simples, porém coerente com a proposta do livro, a revisão também esta excelente, gostei especialmente da capa, imaginei Mickey e Ema exatamente como os modelos da arte. Para finalizar, somente digo: Leitura recomendada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!