Resenha: O Sumiço de Beatriz - Carolina Matsuo

16/06/2015


Título: O Sumiço de Beatriz
Edição: 1
Editora:
ISBN: 9788591756001
Ano: 2014
Páginas: 340
Avaliação: 
Onde Comprar: Amazon
Sinopse: Em meio a acordos entre a petrolífera brasileira e a venezuelana, uma organização paramilitar liderada por corruptos faz negociações com militares
venezuelanos para produzir um instrumento de guerra, que apenas duas pessoas são capazes de desenvolver: Beatriz, uma estilista que ganhou vários prêmios como figurinista e
maquiadora, criada por sua tia, Giselda; e o professor Dr. Yaacov Baum, um professor-pesquisador judeu de uma prestigiada universidade.
Durante a negociação do projeto de tal instrumento, num evento responsável por uma série explosões, Beatriz foge do cativeiro, mas o professor é ferido, e sua tia, que estava no local, é dada como morta.
Beatriz recorre ao seu amigo de infância, Tomaz, e tenta lhe contar os fatos. Porém,antes mesmo que ela explique o que está acontecendo, é obrigada a fugir dos militares que a perseguia.
Tomaz, chef de cozinha e dono do Tradicional Café, sem entender o que está acontecendo, e preocupado com a atitude da amiga, mergulha em uma profunda investigação para encontrá-la. Eventualmente, ele acaba descobrindo uma
rede de intrigas e corrupção que envolve um mercador de armas, as FARC e algo muito além do que ele poderia imaginar.
Uma obra inteligente, com muito mistério, bons personagens e respostas de tirar o fôlego. O Sumiço de Beatriz me deixou muito envolvida nos capítulos finais, a autora tirou um ás da manga e fui surpreendida pela sagacidade de seus personagens e o desfecho da trama. Sem dúvidas, este livro deixa sua curiosidade a flor da pele e a Carolina segura muito bem as respostas de nossas perguntas, eu tinha muitas teorias sobre Beatriz e no fim, nenhuma chegou perto do desfecho mostrado na história, este ponto deixou-me alegre demais!

Uma arma capaz de trazer inúmeras vantagens para aquele que a possuir, seu "poder" é incalculável e será o trunfo para certas nações. Pessoas perigosas querem essa arma a todo custo, o que ela é capaz de fazer mudará o rumo do mundo. Beatriz tenta de todas as formas destruir esse perigo, ela foi obrigada a criar essa arma ao lado do professor Yaacov, mas notando o real motivo desse experimento, a jovem somente tem intenção de destrui-lo, antes que mais vidas possam correr perigo. 

No entanto, os planos de Bia acabam tendo outros rumos e ela é obrigada a fugir daqueles que a obrigaram a construir a arma. Para tentar dispirtar seus perseguidores, a jovem vai ao encontro da única pessoa que ela pode confiar: Tomaz, seu melhor amigo. Tomaz é dono do Tradicional Café e estranha a presença de Beatriz, o estado da jovem o pertuda, mas o que lhe deixa ainda mais preocupado é a forma como ela teve que fugir, perseguida por homens perigosos. Disposto a encontrar Bia e saber o que esta acontencendo, Tomaz começa a investigar e para sua surpresa, os mistérios são ainda mais obscuros. Nada parecia fazer sentido e quanto mais Tomaz ia a fundo neste segredos, mais preocupado ele ficava, para solucionar todas as peças desse quebra-cabeças, Tomaz precisará não apenas de sorte, mas também coragem, ele irá até o fim para descobrir o paradeiro de Bia, no entanto, há outras pessoas procurando a jovem, além daqueles que estão sedentos pela criação de Yaacov e eles não pouparão ninguém, não importa quanto sangue será derramado desde que a arma possa estar pronta.

O Sumiço de Beatriz é narrado em terceira pessoa, tendo foco não apenas nos personagens principais, mas também nos vilões, gostei bastante desse detalhe, além disto, há algumas partes narradas em primeira pessoa, que aliais eu particularmente gostei muito, acredito que este tipo de narrativa combina muito bem com a escrita de Carolina. A escrita da autora é envolvente, descritiva e instigante, os diálogos são ricos e otimamente desenvolvidos. Agora, o ponto alto de toda a trama, é Beatriz, esta personagem vai surpreender todos os leitores, fiquei espantada com ela! Quanto as respostas dos mistérios, envolvendo não apenas a arma, mas os personagens, também foram ótimas, a todo instante, eu queria saber de tudo, mas tive cautela e segui cada capítulo, no fim, fui recompensada por um final maravilhoso!

Com muita ação, reviravoltas e mistério, O Sumiço de Beatriz traz um enredo diferente, instigante e bem articulado, os ganchos que a autora introduz são interessante e nos deixará aflitos até o fim para saber qual o segredo em volta de Bia e a poderosa arma. Para os leitores que gostam de investigação e ação, O Sumiço de Beatriz será uma leitura prazerosa, fiquem atentos com Bia, ela com certeza, vai te deixar admirado!

5 comentários:

  1. OMG, eu preciso ler esta história!! Os personagens parecem muito interessantes e a trama me pareceu maravilhosa. Assim que eu comprar um kindle esse livro estará no topo da minha lista de leituras *o* !

    Bjos,
    Respire Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que goste quando ler, Maira!

      Excluir
  2. Oi, Sammy.

    Esse gênero de livro não me atrai muito. Desde o lançamento de O sumiço de Beatriz tenho lido várias resenhas positivas, mas não fiquei realmente interessada na história.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Não me empolguei muito com esse livro, apesar da sua resenha super positiva.
    De qualquer forma, não costumo dizer q nunca vou ler, pois como sou viciada em leitura, sempre acabo dando chances para tudo... kkkkk

    ResponderExcluir
  4. Olá, Sammy. A capa desse livro eu acho incrivel... Acho que ja vi na Amazon algumas vezes ou em outros blogs. Ainda não tinha parado para saber mais sobre a história e parece ser muito bom. Gosto de livros que contem reviravoltas e de preferencia que me deixem de queixo caido hahaha
    bjs

    ResponderExcluir

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!