Primeiras Impressões: Dez coisas que aprendi sobre o Amor - Sarah Butler

04/08/2015


Admito que meu interesse em ler as primeiras páginas de Dez coisas que aprendi sobre amor, foi por conta da autora Vanessa Diffenbaugh de ALinguagem das Flores, como dito na mensagem que os blogueiros receberam da editora Novo Conceito. O livro da Vanessa me cativou muito, por tanto, Dez coisas que aprendi sobre o amor, me deixou curiosa. Não há muito que dizer sobre o enredo, visto que a prévia foram 28 páginas, mas pude perceber que teremos dois narradores, Alice, que voltou de viagem para visitar o pai que esta doente e Daniel. Na narrativa de Alice, podemos conhecer um pouco mais da carga emocional da história, mas a narrativa de Daniel, não deu para ter ideia do que esperar.

De um modo geral, a prévia de Dez coisas que aprendi sobre o amor, foi morna, regular eu classificaria, não senti envolvimento com nenhum dos narradores, principalmente com Daniel, a narrativa de Alice, me pareceu ser a mais interessante e que trará mais sentimentos, um ponto curioso é a respeito das listas que abrem as narrativas, tanto Alice, quanto Daniel, possuem o costume de citar dez coisas que lhe causam alegria ou tristeza e até fatos importantes de suas vidas, este detalhe é interessante e mostra uma conectividade entre os dois personagens, que ao meu ver, não se conhecem (ainda). Claro, não dá para classificar o livro inteiro apenas com a impressão sobre a prévia, mas espero que o enredo em si, consiga me conquistar mais do que as 28 páginas que li, afinal, a degustação de Dez coisas que aprendi sobre o amor, ainda não convenceu.

Dez coisas que sei sobre amor:

  • Exige respeito
  • É preciso ser tolerante.
  • Em algum momento, você terá que sacrificar algo importante por amor.
  • Não importa a distancia, se for verdadeiro, será forte.
  • Fidelidade tem que andar junto.
  • Será um desafio diário, mas sempre valera por tudo.
  • Há inúmeras formas de amar.
  • Ser companheiro é um sinônimo.
  • É aceitar falhas e defeitos.
  • Colocar aqueles que você ama, acima de si mesmo.

Um comentário:

  1. Sammy!
    Li as primeiras impressões também foram parecidas com a sua, livro bem dramático e fiquei curiosa pela continuação.
    Uma semaninha mais que abençoada!
    “Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa de apagar o caso escrito.”(Machado de Assis)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!