Resenha: O Demonologista - Andrew Pyper - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Resenha: O Demonologista - Andrew Pyper

Resenha: O Demonologista - Andrew Pyper

29/10/2015


Edição: 1
Editora: DarkSide® Books
ISBN: 9788566636406
Ano: 2015
Páginas: 320
Avaliação: 
Onde Comprar: Amazon
Sinopse: O personagem que dá título ao best-seller internacional é David Ullman, renomado professor da Universidade de Columbia, especializado na figura literária do Diabo - principalmente na obra-prima de John Milton, Paraíso Perdido. Para David, o Anjo Caído é apenas um ser mitológico. Ao aceitar um convite para testemunhar um suposto fenômeno sobrenatural em Veneza, David começa a ter motivos pessoais para mudar de opinião. O que seria apenas um boa desculpa para tirar férias na Itália com sua filha de 12 anos se transforma em uma jornada assustadora aos recantos mais sombrios da alma.
Enquanto corre contra o tempo, David precisa decifrar pistas escondidas no clássico Paraíso Perdido, e usar tudo o que aprendeu para enfrentar O Inominável e salvar sua filha do Inferno.
Este é um daqueles livros que você não consegue largar até acabar a última página, ainda que vá precisar de muita coragem para seguir em frente. O Demonologista ganhou o Prêmio de Melhor Romance do International Thriller Writers Award (2014), concorrendo com autores como Stephen King. Entrou em diversas listas de melhores livros de 2013, foi finalista do Shirley Jackson Award (2013) e do Sunburst Award (2014), chegou ao topo da lista dos mais vendidos do jornal canadense Globe and Mail e foi publicado em mais de uma dezena de países.
O Demonologista era um livro que eu estava ansiosa para ler, tanto por sua proposta, quanto pela própria divulgação feita. Assim que a obra chegou, fiquei espantada com a qualidade e capricho da editora Darkside, a capa possui uma textura muito legal, parece emborrachada, capa dura, fita marcadora, ilustrações e um ótimo acabamento; Quanto ao trabalho editorial, só tenho elogios para dar, realmente me surpreendeu essa qualidade da editora, dando gosto de ter o livro na estante. No entanto, é uma pena que o enredo em si, não tenha superado as minhas expectativas, eu fiquei um pouco decepcionada com o desfecho do livro e como um todo, O Demonologista foi uma leitura regular. 

O renomado professor David Ullman, recebe uma proposta de trabalho em Veneza, poucos detalhes lhe são revelados, mas a quantia que receberá e por ser de sua ossada o assunto deste trabalho, David aceita, apesar de ter uma estranha sensação quanto a isto. Ao embarcar com sua filha Tess, o professor descobre que foi escolhido para uma missão especial, macabra e diabólica; Para se certificar que David faça o que lhe foi incumbido, seu inimigo leva o bem mais preciso que David possui: Tess. Para surpresa do professor, Tess é uma peça muito importante nesta jornada e se ele não cumprir o “combinado”, jamais recuperar sua filha. 

O Demonologista traz inúmeras referências a outra obra: Paraiso Perdido de John Milton; A narrativa é feita em primeira pessoa, por David e é dividido em três partes, com muito mistério, aventura e elementos sobrenaturais. É um livro com uma boa proposta, mas que infelizmente não atingiu seu auge, muita coisa ficou confusa e mal explicada, o desfecho foi corrido, a sensação que tive foi que o autor acabou se perdendo em sua própria história. 

Apesar de ser uma história sobre demônios e situações sobrenaturais, O Demonologista peca em não ter suspense, não há momentos tensos e mesmo o leitor sentindo o clamor de David para encontrar sua filha, não existe uma conectividade com os personagens, nenhum deles possui charme, não passam simpatia, Tess que deveria ter um espaço maior na trama, acaba ofuscada e boa parte dos mistérios do livro ficam sem uma explicação plausível, tornando-se assim confusos na maior parte do tempo. Quando O Demonologista chegou, li a primeira parte de uma vez e mesmo que esta tenha sido bem lenta, fiquei interessada em continuar a leitura, saber mais sobre a jornada de David. A segunda parte de O Demonologista é muito legal e traz inúmeros mistérios que deixam o leitor sedento por mais, no entanto, o desfecho acaba por deslizando novamente e a sensação que temos é de vazio, que alguma coisa ficou faltando, em O Demonologista, que o tornasse único, encantador... 

Para os leitores que gostam de mistério, acredito que o livro seja uma boa pedida, mas se você procura algo mais voltado ao suspense e terror, talvez acabe se decepcionando; Mas recomendo que cada um tire suas próprias conclusões sobre O Demonologista. 

9 comentários:

  1. Olá Sammy! Sempre venho aqui ler suas resenhas, mas raramente sou de comentar rsrsrs. Nessa tive que comentar pq fiquei mto surpresa, esse livro foi tão divulgado por aí que eu tinha criado altas expectativas sobre ele, fiquei surpresa com sua opinião! Mas ao mesmo tempo ainda estou curiosa pra ler. Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Sammy. O Demonologista me encantou justamente por seu aspecto antigo presente na capa. A estória me dá arrepios, mas confesso que possuo bastante curiosidade em lê-la e opinar sobre o livro. Muito interessante a escrita do autor nos narrar sobre um ateu, filho de católicos e, também, a cena em que ele encontra o temido em quem não acredita. As ilustrações estão bizarras e bem feitas.

    ResponderExcluir
  3. Ainda não tinha lido nenhuma resenha desse livro e apesar que não ser muito meu estilo até que gostei..já incluindo na minha lista e leitura pro ano que vem já que pra esse ano não tem mais espaço na lista :)
    Fiquei bem curiosa pra ler esse livro!!!

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Sammy!
    Muito me agrada um livro que tem demônios e sobrenatural e a base carregada de mistérios, assim podemos desvendá-los todos.
    Quero muito ler.
    “Tudo é precioso para aquele que foi, por muito tempo, privado de tudo.”(Friedrich Nietzsche)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  5. Bom, queria muito ler esse livro, mas estou lendo muitos comentários negativos referentes a ele, e por esse motivo estou em dúvida entre ler ou não ler, mas como gosto de livros de terror, acredito que daria para arriscar a leitura de O Demonologista e tirar minhas próprias conclusões sobre o livro.
    Sua resenha está muito boa.

    ResponderExcluir
  6. Pelo jeito esse livro é a mesma coisa de A menina submersa. A edição é perfeita, mas a história deixou muito a desejar na minha opinião. Eu já não tinha muita vontade de ler esse livro, apesar do capricho todo, agora lendo a sua resenha, perdi a vontade de vez.

    ResponderExcluir
  7. Apesar do livro não ter superado sua expectativas, por vários motivos, eu confesso que continuo com bastante vontade de lê-lo! Estou interessado pelo livro desde que ele foi lançado, por aparentar conter uma ótima história. E sem falar que o trabalho feito no livro ter sido incrível, pois já vi muitas pessoas falarem sobre isso! Mesmo o livro não contendo aquele suspense delicioso que livros nesse estilo tem, algo no livro faz com que eu queria ler imediatamente. Não sei se é o personagem em si ou o fato de que o livro contém sobrenatural. Espero comprá-lo em breve!

    ResponderExcluir
  8. Olá!!
    É uma pena o livro não ter suspense, porque eu estava depositando uma grande expectativa nesse livro, agora não tenho muita certeza se quero ler, a vida é muito curta pra ler livros que possivelmente possa lhe decepcionar.
    Bjocas

    ResponderExcluir
  9. Oii!!
    A Darkside sempre surpreendendo!! Confesso que o enredo não me interessou muito, não sou fã de livros com demônios. Adoro o lado sobrenatural, magias, bruxas, vampiros...mas não demônios, eles me assustam. Também não gosto muito quando envolvem crianças sempre fico muito tensa com a leitura e acabo evitando esses tipos de livros.
    Bjos e sucesso!

    ResponderExcluir

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!