Resenha: A Menina Morta-Viva - Elizabeth Scott

03/11/2015


Edição: 1
Editora: Underworld
ISBN: 9788564025134
Ano: 2011
Páginas: 172
Avaliação:  
Onde Comprar: Amazon
Sinopse: Era uma vez, eu era uma menininha que desapareceu.
Era uma vez, o meu nome não era Alice. Era uma vez, eu não sabia como tinha sorte. Quando Alice tinha dez anos, Ray levou-a de sua família, seus amigos ― a sua vida. Ela aprendeu a desistir de todo o poder, para suportar toda a dor. Ela esperou que o pesadelo acabasse. Alice agora tem quinze e Ray ainda a tem, mas ele fala mais e mais da sua morte. Ele não sabe é o que ela anseia. Ela não sabe que ele tem algo mais assustador do que a morte em mente para ela. Esta é a história de Alice. É uma que você nunca ouviu falar, e que você nunca, jamais esquecerá.
Recentemente, vi o livro Menina Morta-Viva em um blog literário, em que a blogueira o classificou como um dos livros que a emocionou. Curiosa do jeito que sou, não pude deixar de ler a obra Elizabeth Scott, tanto sua capa, quanto sinopse deixaram me ainda mais interessada, afinal, o enredo prometia uma história polêmica e estarrecedora.

Menina Morta-Viva é uma livro polêmico, o tema é fortíssimo (sequestro e estrupo), no entanto, senti falta de uma conexão entre o leitor e o personagem. Claro que me sensibilizei com a história de Alice e sua vida cheia de humilhações, dor e perda, mas ao mesmo tempo, o enredo foi confuso e disperso, como se faltasse algo mais. A narrativa é feita em primeira pessoa por Alice, que aos dez anos foi levada de sua família. Abusada, ferida e constante humilhada e ameaçada, Alice sabe que precisa ser boa para proteger aqueles que ama. Agora ela era a menininha de Ray, a Alice boazinha e caso não se comportasse, dor e sofrimento, seriam seu destino e dos seus pais. 

Alice vivia com medo, era uma garota quebrada, morta por dentro, que apenas desejava ser livre, mas ela não podia sonhar; Sonhos eram apenas da outra garota que um dia ela foi, aquela que sumiu anos atrás, antes de virar a Alice.

É nesta realidade macabra que a protagonista nos narra e somente no fim descobrimos qual seu verdadeiro nome. Os capítulos são curtos e a escrita de Elizabeth é envolvente, além disto, a obra é pequena e rapidamente pode ser finalizada, já que ficamos sedentos em saber da conclusão da história de Alice.

Menina Morta-Viva é uma leitura para fugir dos contos de fadas, de histórias alegres e cheias de amor, até porque, não há momentos bons, apenas a dura realidade que muitas vezes acontece em nosso mundo. Apesar de o enredo apresentar pontos que não me agradaram, Menina Morta-Viva foi uma experiência diferente, uma leitura para sair da zona de conforto.

5 comentários:

  1. Olá, ainda não havia ouvido falar nessa obra, mas confesso que fiquei curiosa pra saber o verdadeiro nome da Alice haha
    Beijos

    http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Sammy!
    Por vezes é bom lermos um livro que nos dê um choque de realidade para fugirmos das fantasias habituais que lemos.
    Deve ser um livro forte, tenso e intenso.
    “Jamais se desespere em meio as sombrias aflições de sua vida, pois das nuvens mais negras cai água límpida e fecunda.”(Provérbio Chinês)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei bastante da capa e da sinopse do livro. Já li um outro livro com a mesma temática e gostei bastante. Não sei se sentira falta dessa ligação, mas acho que até prefiro porque é uma história de muito sofrimento. Vou anotar aqui e quem sabe eu leia.

    ResponderExcluir
  4. Olá!!
    Põe polemico nisso, esses livros que trajem agente pra realidade, nos faz cair das nuvens e descer pra vida real, sempre me marcam e me abalam muito, com esse tema tão doloroso então, tem que ser forte pra não se deixar abalar, gostei de sua resenha, e apesar dos pontos fracos que você citou eu quero ler, é mesmo interessante sair zona de conforto e ler algo diferente assim de vez em quando
    Bjocas!!

    ResponderExcluir
  5. Elizabeth Scott ótima escritora
    Gosto do livro, Te amo Te odeio Sinto saudades
    Acho que esse livros vou amar também .... historia que trás a gente por um realidade total

    ResponderExcluir

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!