Resenha: O Reino Selvagem - Simon David Eden - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Resenha: O Reino Selvagem - Simon David Eden

Resenha: O Reino Selvagem - Simon David Eden

20/06/2016

Edição: 1
Editora: Planeta
ISBN: 9788542206852
Ano: 2016
Páginas: 320
Skoob
Avaliação:    
Onde Comprar: Amazon

Sinopse: Quando Will-C, o gato de estimação da adolescente Drue, desaparece, ela não imagina que seu sumiço tenha a ver com uma iminente revolução, tramada nos recônditos das florestas de todo o mundo. O reino animal declara guerra aos humanos que, por séculos, destroçaram o que lhes é mais caro: o meio ambiente, o seu habitat, a sua casa.
Nesse imenso e intenso conflito de proporções globais, os pets ficam numa encruzilhada quando precisam escolher o lado a apoiar: se o dos seus donos, dos homens, ou dos seus colegas naturais, os animais. Se o peludo e simpático Will-C tem dúvidas de que partido tomar, sua devotada e amorosa dona sabe muito bem o que precisa fazer: resgatar seu querido amigo e companheiro.
Reino Selvagem vai além de uma aventura animal de proporções épicas e fantásticas, é a história de um amor verdadeiro, que irá emocionar, alertar e inspirar humanos, donos ou não de animais de estimação.

Comecei a leitura de O Reino Selvagem com dúvidas se iria realmente gostar do livro, a sinopse era bem curiosa e confesso que a capa chamou muita minha atenção. Ao embarcar nesta aventura, confesso que fiquei confusa de início, e pensando que terminaria o livro sem me envolver com a história, no entanto Simon David Eden tem o dom de fazer seu leitor se apaixonar por seus personagens, eu estava encantada com Drue e Will-C, além disso minha curiosidade aguçava querendo buscar as respostas da história, afinal O Reino Selvagem é um livro meio maluco, mas completamente incrível, daqueles que você termina desesperadamente querendo ler o próximo livro!

Tudo começou rapidamente, em pouco tempo os seres que tanto fizeram mal a Mãe Natureza pereciam diante dos animais. A guerra foi decretada, a humanidade tinha que sucumbir, em cada canto da Terra, os animais se uniam para colocar um fim em qualquer meio de defesa que o homem poderia ter. Era chegada a hora, o homem não seria mais o dono do mundo e aqueles que ousarem ser contra, teriam o mesmo destino.


Drue não soube exatamente como começou, mas sabia que alguma coisa estava errada, primeiro Will-C, seu gato e melhor amigo, havia desaparecido, depois seu pai lhe fizera um apelo, para que ela ficasse escondida na câmera secreta até que ele voltasse. Com medo e cada vez mais preocupada, Drue reúne toda sua coragem para saber o que estava acontecendo, ela tinha receio de que Will-C fugisse novamente se não a encontrasse em casa, mas ao sair do esconderijo, a jovem vê a casa revirada e é surpreendida por vários animais que não hesitam em ataca-la. A ordem era exterminar cada humano sobrevivente, sem ter para onde fugir, Drue pensa que este seria o sem fim, sozinha sem seu pai e Will-C, mas para o espanto da garota, uma águia a salva da ira dos animais. 

Em um mundo devastado pela guerra que os animais declararam, Drue descobrirá um segredo incrível sobre sua família, além disso, a jovem precisa ser forte para encontrar seu amigo e ajudar aqueles que conseguiram escapar do cruel ataque contra a humanidade. 

Tentei escrever um resumo que não comprometesse a leitura e entregasse pontos chaves, acontece que O Reino Animal traz muito mais que apenas a guerra dos animais contra os seres humanos, a princípio o enredo tem um ar infantil, afinal, nossa protagonista é uma pré-adolescente, mas conforme a leitura avança, o enredo vai ficando mais sério e fantasia vai tomando conta. Simon David Eden teceu um enredo curioso, criando uma aventura repleta de mistério, intrigas e lendas. A narrativa é feita em terceira pessoa, focando principalmente em Drue e Will-C, pode até parecer um pouco estranho acompanhar o foco em Will-C e com os animais, mas sem dúvidas ele e seus amigos, são cativantes, podemos ver que os animais como Will-C e tantos outros que tem apreço pelos humanos, estavam dispostos a se arriscarem para defender aqueles que amam, o relacionamento de Drue e Will-C é muito bonito, gostaria bastante que no próximo volume esta relação fosse aprofundada, afinal, boa parte do enredo ambos estão separados, mas podemos notar o quanto o sentimento que os uni é forte.


Agora falando da protagonista, Drue realmente me surpreendeu, ela é um pouco teimosa e possui aquele ar um tanto rebelde da idade e mesmo com os constantes perigos, a menina se arrisca para ajudar, não apenas o pai ou Will-C, mas também os sobreviventes da guerra, Drue é uma personagem que cresce e mostra uma força incrível, há muitos segredos em volta dela, assim como em seu pai, posso dizer que a ideia do autor para dos dois, foi ótima, diferente e cativante, eu bem que queria falar um pouco mais, mas esse segredo se contado pode acabar prejudicando a leitura, mas garanto Simon David Eden, escreveu uma história bem construída e fluida, como mencionei, no começo da narrativa eu estava confusa, mas assim que algumas respostas foram aparecendo fui compreendo e o enredo passou a me conquistar. 

Da metade para o final, O Reino Selvagem passa por uma reviravolta ótima e deixa o leitor com inúmeras dúvidas, além de muito aflito, o livro é cheio de ganchos curiosos que te faz ler com afinco, as batalhas e conflitos são articuladas e interessantes, toda a atmosfera de O Reino Selvagem cativa o leitor, mas ainda considero o desfecho um pouco apressado, mas apesar disto, foi uma leitura tão boa que fiquei até um pouco chateada por ter terminado, afinal Drue e Will-C são simpáticos e encantadores, difícil fechar o livro e ficar apenas com as dúvidas e expectativas sobre o desfecho da dupla.


O Reino Selvagem é dividido em quatro partes e os capítulos são curtos, a escrita de Simon David Eden é ótima, mas também um pouco simples, acredito que em alguns pontos o autor poderia descrever um pouco mais, para situar o leitor no ambiente e personagens, alguns não consegui distinguir, mas como este é o primeiro volume de uma série, compreendo essas pequenas lacunas. 

Unindo fantasia e muita aventura, a obra de Simon David Eden é um prato cheio para quem gosta do gênero juvenil, com certeza os mistérios em volta da trama é o chamariz para aqueles que buscam uma leitura com reviravoltas e peculiaridades. A edição feita pela editora Planeta está de parabéns, gostei muito da capa, a diagramação é simples e as folhas amareladas, a fonte escolhida é confortável para a leitura. Quando a revisão, não encontrei nenhum erro aparente. Sem mais, O Reino Selvagem é uma leitura formidável e sedutora, que revela uma grande amizade e uma aventura sensacional!

6 comentários:

  1. Oi Sammy.

    Tenho um tempo que não leio livros do gênero fantasia e lendo sua resenha que mostrou uma história que é um prato cheio para quem gosta de mistérios e aventuras. Deu vontade de ler este livro e acompanhar a série. Deixarei anotada a dica, quem sabe em breve eu possa conhecer a história por completo.

    Bjos
    Histórias Existem Para serem Contadas

    ResponderExcluir
  2. Oi Sammy! já tinha visto resenhas desse livro em outros blogs! amei a sua, uma pena não ser meu gênero, mas a resenha ta muito bem feita parabéns e amo tbm essas fotos vc intercala com a escrita.

    Bjs
    Lyh Rocha

    ResponderExcluir
  3. Oi Sammy.
    É a primeira resenha que vejo desse livro e confesso que olhando pra ele eu não daria nada pra história.
    Fiquei bem curiosa agora com o enredo, uma guerra entre animais e seres humanos é uma coisa bem interessante. Os animais falam ou coisa do tipo? Em fantasias normalmente rola de isso dos animais serem como humanos né. Quantos livros são, você sabe? Dependendo do tanto me desanima rs

    ResponderExcluir
  4. Oi Sammy!!
    Eu vi a capa desse livro em algum lugar não lembro bem onde, mas que bom que a leitura te agradou! Fiquei bem curioso com o enredo da história animais se voltando contra os humanas, será que essa garota é parente do Dr. Dolittle? rsrs
    Miga quando eu li "cruel ataque aos humanos" eu ri alto rsrs, o humano é o ser mais perverso na face da Terra e se atacam entre si, atacam a natureza, os animais, se um dia essa revolta vier a acontecer ele com certeza não será um cruel ataque e sim um muito merecido!
    Não sei se leria, mas sem dúvidas o enredo do livro é interessante, e claro quem me chamou a atenção foi o gato né? o Will-C hahaha

    Xo
    Alisson
    Re.View

    ResponderExcluir
  5. Oie!!
    Nossa eu não conhecia esse livro e para ser sincera não gosto muito de livros juvenis, entretanto... que livro diferente, que capa linda e que resenha encantadora.
    Adorei a sua resenha, parabens!
    Anotei a dica aqui aqui do livro e vou procurar mais sobre ele.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  6. Sammy você sabe de todo o receio que estou com esse livro, mesmo já sabendo sua opinião eu ainda não consigo me sentir confortável em ler essa história. O começo da história me pareceu tão bobo que toda vez que olho para o livro quero passar o mais longe possível dele. Sim, é aversão mesmo. Não sei se quando eu finalmente ler, pq vou ter que fazer, irei conseguir me conectar com a história, mas pelo menos agora sei um pouco mais sobre a obra e talvez ela não seja o que eu penso dela

    ResponderExcluir

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!