Vamos ao cinema? Nerve (Um jogo sem regras) - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Vamos ao cinema? Nerve (Um jogo sem regras)

Vamos ao cinema? Nerve (Um jogo sem regras)

16/09/2016


Na noite de segunda-feira, fui assistir Nerve acompanhada do marido, era um filme que ele estava mais curioso para ver do que eu, mas ainda sim, eu esperava gostar, afinal, a história em si é interessante, chamativa e tinha tudo para ser um filme diferente, empolgante e cativante. No entanto, não supriu minhas expectativas (que já eram poucas), e senti que a adaptação foi corrida e sua trama praticamente jogada.

Nerve é um jogo online de desafios, há os jogadores e os observadores, estes segundos, podem desafiar e observar seus jogadores favoritos (pelo menos foi o que compreendi). Já os jogadores, tem a opção de aceitar o desafio proposto, que são bem variados, quanto mais difícil e ousado for, maior será o dinheiro que o jogador receberá. Vee, nossa protagonista, é aquele tipo de pessoa mais na dela, um tanto tímida algumas vezes, para mudar a imagem que as pessoas tem dela, Vee decide jogar Nerve, mas infelizmente, o jogo possui regras e conceitos perigosos. No meio do jogo, Vee, conhece Ian e ambos são escolhidos pelos observadores a serem uma dupla. Durante essa aventura, Vee e Ian começam a ter uma conexão, a se importarem um com o outro, mas Nerve pode se tornar a perdição de ambos.

Apesar de alguns momentos tensos e com ação, Nerve não me conquistou, como mencionei acima, a história parece ter sido jogada na cara do telespectador, pouco foi falado do jogo, como foi criado e etc, informações que poderiam ter sido melhor explicadas e inseridas no filme. Compreendo que para uma adaptação de uma hora e meia, pode acabar mesmo sendo corrida, mas ainda sim, acredito que a história de Jeanne Ryan (autora do livro Nerve), poderia ter sido melhor adaptada, os atores também não possuem uma química legal e a relação de Vee e Ian sem dúvidas foi bem regular na minha opinião.

Conversando com meu marido no final da sessão (sempre fazemos isso), ele mencionou algo que concordo bastante, Nerve (filme), não é um tipo de atração para nossa idade (não somos tão velhos, mas também nem jovens demais), e seu publico é mais para os adolescentes, eu diria para os jovens de 12 a 16 anos, que vão se identificar mais com o conceito de Nerve, principalmente pelo fato de falar bastante sobre bullying, redes sociais e toda essa atmosfera mais colegial (isto porque os personagens tem em média de 17 a 18). Claro que a mensagem passada, é algo para todos levarem em consideração (acredito que uma das lições seja para termos cuidado com nossas ações, mesmo "protegidos" pelo anonimato da internet e redes sociais, ainda somos seres humanos reais e como tal, responsáveis por nossas ações, sejam as boas ou as ruins), só que ainda sim, não foi um filme que me entreteve totalmente, teve bons momentos e a trilha sonora é bem legal, os efeitos especiais também são bacanas, mas com a história acelerada e pouco desenvolvimento tanto da própria trama, quanto dos personagens, fez com que Nerve fosse apenas um filme "Ok!". Dentre os filmes que assisti esse ano, Nerve e Esquadrão Suicida, foram os mais fracos e agora me resta torcer para que o livro Nerve seja melhor e traga uma luz sobre o enredo.



Data de lançamento: 25 de agosto de 2016 (Brasil)
Direção: Ariel Schulman, Henry Joost
Música composta por: Rob Simonsen
Roteiro: Jessica Sharzer
Autor: Jeanne Ryan
Avaliação:    
Sinopse: Emma Roberts faz o papel de Vee, uma jovem sem muita vida social que resolve entrar no Nerve, um jogo virtual de "Verdade ou Desafio" que é acompanhado por vários usuários online. No começo, tudo é diversão e pequenos desafios - e a jovem até se torna famosa pelos feitos - mas logo ela se torna vítima de um roubo de identidade pelos organizadores dos jogos. Ao lado de Dave Franco como Ian, ela deverá fazer de tudo para conseguir ter sua vida de volta.

9 comentários:

  1. Olá!
    Eu tenho visto muitas pessoas falando sobre o filme e, assim como a sua opinião, as críticas não são muito positivas.
    Eu já não tinha vontade de assistir, depois que li sua crítica e principalmente a parte que você diz que talvez o filme seja mais voltado para adolescentes de 12 a 16 anos, desanimei totalmente de assistir. Por outro lado, tenho curiosidade de ler o livro, de repente a história nos cative mais pelas páginas do que pelas telas.
    Beijos.

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    A premissa do filme em si não me chama muito a atenção, mas achei bem interessante a forma como eles fazem para discutir um pouco mais sobre bullying e a repercussão das redes sociais sobre isso.
    Uma pena que não supriu suas expectativas e talvez realmente seja pelo fato de o público alvo ser de outra faixa etária mesmo.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Puxa, que triste saber que o filme não supriu suas expectativas mesmo elas já sendo baixas... Estava empolgada pra ver depois de ler o livro, agora minha pressa passou... Rs... Mas enfim, como vou ler antes de repente terei essa luz sobre o enredo que você não teve, mas quando os atores não têm química é complicado...

    ResponderExcluir
  4. Oi Sammy.

    Duas estrelas. Puxar que pena que Nerve não te conquistou. Eu tenho muita expectativa pelo filme e principalmente pela leitura do livro que está aguardando para ser lido. Mas gostei de saber sua opinião, assim eu fico com os pés no chão durante a leitura.

    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Sammy!
    Confesso que ando querendo >> muito << assistir esse filme (e olha que talvez eu nem vá ler o livro) porque o tema da premissa me chama muita atenção e tem a ver com algumas coisas que eu estudo. Mas fora isso, vi algumas ações com youtubers para promover a estreia e tal... o que só aumentou a expectativa.
    Ler sua opinião foi muito bom pra mim porque agora quando for assistir não esperarei mais tanta coisa - porque se nem os atores têm química e a história ficou muito acelerada... aí fica difícil.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Oi Sammy!
    Estou curiosa para assistir esse filme, mas gostaria de ler o livro primeiro, já que o livro costuma ser melhor. Gosto muito de filmes dessa faixa etária e acho interessante que ele fale sobre bullyng e redes sociais. Acredito que é um bom filme para pensar se estamos expostos demais na internet ou não.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Oi Sammy!

    É bem horrível quando a gente vê um filme que não gosta, mesmo que tenhamos as expectativas baixas. Mas eu compreendi seu ponto de vista é concordo que deveriam ter falado mais sobre o jogo mesmo, já que o filme é sobre ele, né? Será que não poderiam ter feito ele um pouco mais longo?
    Estranhei muito você dizer que a química entre os atores não foi legal, gosto do trabalho de ambos. Mas sempre tem aquele casal que não combina mesmo. Tomara que livro traga mais explicações!

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com

    ResponderExcluir
  8. Sammy, sabia quanto você estava curiosa com esse filme e sinto muito por não ter agradado. Bom é que não foi totalmente em vão e de certo forma trás algo em que se pesar por trás de tudo. Não sou muito de filmes , acho que para ser sincera só gosto mesmo de comedias românticas, animações e filmes de super herói e algumas adaptações o resto eu mal me interesso, então assim como não me interessei pelo livro não me interesso pelo filme

    ResponderExcluir
  9. Oi Sammy, sua linda, tudo bem?E
    Ao contrário de voc~e, estava cheia de expectativas por esse filme e também pelo livro. Mas comecei a ler as primeiras criticas do filme, e você não foi a única que se sentiu assim. Uma pena, pois adorei o enredo, tinha tudo para ser um grande filme. Mesmo assim ainda quero ver, mas já vou sabendo o que irei encontrar, não esperarei muito. Sua crítica ficou ótima!!!
    beijinhos.c
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!