Resenha: Amor Verdadeiro - Jude Deveraux

23/11/2016

Edição: 1
Editora: Essência
ISBN: 9788542208467
Ano: 2016
Páginas: 464
Skoob
Avaliação:        
Onde Comprar: Amazon

Sinopse: Ambientado numa ilha paradisíaca e um dos romances mais cultuados de Jude Deveraux, best-seller americana que já vendeu mais de 60 milhões de exemplares pelo mundo, o livro conta a história de Alix Madsen. Quando ela está terminando a faculdade de arquitetura, Addy Kingsley, amiga de seus pais, morre. No testamento, a mulher estipula que a jovem tem direito a viver por um ano em sua encantadora casa do século XIX na ilha de Nantucket (Massachusetts), EUA. O relacionamento de tia Addy com a família Madsen é um mistério para Alix, mas ela aceita a oferta e, ao chegar na propriedade dos Kingsley, percebe que não é má ideia passar uma temporada ali. Além de o lugar ser um sonho para qualquer arquiteto, ela conviverá com o charmoso Jared Montgomery Kingsley, dono de um dos mais importantes escritórios de arquitetura do país e sobrinho-neto de Addy, portanto, herdeiro natural da casa. O que Alix não imaginava era que tia Addy tinha um propósito muito específico para ela quando a colocou naquele lugar: solucionar o desaparecimento de Valentina, uma das mulheres da família Kingsley, ocorrido cerca de dois séculos antes. Em meio ao verão na ilha, Alix e Jared serão obrigados a conviver, o que pode ser a chave para desvendar o tal mistério dos Kingsley


A principio, quando li a sinopse de Amor Verdadeiro, fui fisgada pela ideia de um mistério que envolve a família Kingsley por mais de duzentos anos, o segredo do desaparecimento da doce Valentina, o grande amor de Caleb Kingsley. Em meio a essa incógnita, temos Alix e Jared, que juntos precisam aprender a conviver e de quebra solucionar esse fardo que acompanha os Kingsley e que é a única esperança do fantasma de Caleb, sua determinação por encontrar Valentina, atravessou até as barreiras da morte e cabe a seus descendentes encontrar as respostas.

Esse grande mistério envolvendo um amor tão intenso, chamou muito minha atenção, afinal, gosto desses segredos que atravessam gerações, que sempre escondem mais do que aparentam, por tanto, eu esperava que esse fosse o grande clímax de Amor Verdadeiro, mas acaba ficando em segundo plano para dar entrada a um novo casal e esta foi a razão pela qual o livro não me ganhou totalmente, eu esperava que Valentina e consequentemente, Caleb, fossem mais do que apenas personagens secundários e que sua história tivesse mais impacto, mesmo que tenha sido bem contada e explicada no final do livro, acaba perdendo espaço para Alix e Jared, entendo que a intenção de Jude Deveraux talvez fosse mesmo mostrar ao leitor, que o amor verdadeiro é capaz de tudo, de aceitar as falhas e ver como a pessoa amada realmente é, nisto Alix e Jared, realmente interpretam muitíssimo bem, revelando-se um casal apaixonante e  apesar de um ponto ou outro que me desagradou neles, ainda sim, confesso que eu tinha uma ansiedade maior em saber o que de fato houve com Valentina, como ela desapareceu e sua história com Caleb, até temos as respostas a cada uma dessas questões, mas como eu falei, acabam ficando em segundo plano durante a trama, se tornando apenas um dos muitos pontos secundários que se enquadram no elemento principal, ou seja não há um aprofundamento maior na história de Valentina e Caleb, que consequentemente foi o principal chamariz que me chamou a atenção ao ler a sinopse e que me deixou interessada na história.


No entanto, na obra, a história de amor que vamos conhecer realmente é a respeito de Alix e Jared, que passam uma emoção forte, são personagens que acabam descobrindo qualidades, defeitos e respeito um no outro, o leitor passa a ver a relação que eles constroem como algo solido, mesmo que tenha sido até um pouco clichê o modo como se apaixonam, não apenas eles, mas outros personagens que compõem a trama, passam pelo mesmo processo, o amor a primeira vista e sem dúvidas, entendo a escolha da autora, afinal, cada um dos envolvidos em Amor Verdadeiro, já faziam parte de outra vida, esse foi um ponto que me agradou bastante, em que Jude, explora as vidas passadas de seus personagens, mesmo que de uma forma mais sutil e branda, ficamos sabendo que cada um, possui um vinculo forte e por tanto é compreensivo esse amor instantâneo; Além disso, as descrições empregadas em Amor Verdadeiro são ótimas, Jude Deveraux, consegue transportar seu leitor para Nantucket rapidamente, podemos sentir a magia que essa ilha tem a oferecer e de quebra o enredo fluí tão bem que mesmo o começo lento, passa despercebido e ficamos envolvidos pelas palavras da autora ao longo dos capítulos.


A narrativa é em terceira pessoa, sendo seu maior foco em Alix e Jared, mas mesmo assim, também abre espaço aos demais personagens, que como mencionei, possuem um papel importante na história, além da ligação anterior em uma vida passada, ou seja, Jude amarra bem as pontas e ganchos da sua trama, mas só fiquei um pouco decepcionada, pela falta de profundidade a respeito de Valentina e Caleb, acredito que se a história deles fosse mais destacada, teria dado uma riqueza maior na trama, pois a impressão que fica após a leitura é que a sinopse prometia algo e não foi cumprido, o que pode desagradar alguns. Mas mesmo assim, Amor Verdadeiro é um romance cativante, Alix e Jared são personagens que conquistam facilmente o leitor, as cenas mais quentes que compartilham são boas, Jude as insere aos poucos, mas nada tão explicito e ainda sim, são românticas e sensuais.

Sem mais, Amor Verdadeiro, é uma leitura recomendada principalmente aos fãs de um bom romance novelesco, desses que irão te agradar a cada passada de página. Encontrei alguns errinhos na revisão, falta de pontuação também, mas nada que de fato prejudicasse a leitura, quanto a diagramação, é bem simples, a fonte confortável e as páginas amareladas, a capa combina perfeitamente com a história de Alix e Jared.
Caleb sorriu:
- Você esperou trinta e seis anos por Alix. Por quanto tempo mais esperaria?
Jared não hesitou:
- Para sempre.
- É isso mesmo - Caleb concordou. - Espera-se para sempre o amor verdadeiro. (Amor Verdadeiro - Jude Deveraux, página 458)

Um comentário:

  1. Eu gostei muito dessa capa! Gostei mesmo.
    Suas fotos ficaram lindas S2
    Não curto romance kkkk, mas, de vez em quando, sempre procuro um para ler.
    Vou add esse à lista.
    Beijos,
    Juliana.
    Fabulônica
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!