Resenha: O Lago Negro - Juliana Daglio - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Resenha: O Lago Negro - Juliana Daglio

Resenha: O Lago Negro - Juliana Daglio

04/11/2016

Edição: 1
Editora: Editora Arwen
ISBN: 978-85-68255-11-7
Ano: 2015
Páginas: 368
Skoob
Avaliação:        
Onde Comprar: Amazon

Sinopse: Verônica é uma garota problemática marcada por um passado traumático do qual mal se lembra, mas que lhe tirou o direito à total sanidade.
Ao se mudar para o interior, depois de passar no vestibular, ela se depara com o local perfeito para se inspirar e, finalmente, transformar seus personagens imaginários em um livro. Lagoana é uma cidade nebulosa, úmida, habitada por almas quietas e pouco amigáveis. Porém, o clima obscuro não despertará somente a criatividade, mas também acordará seus fantasmas mais profundos.
Prestes a perder o controle sobre sua trama e sua mente, Verônica conhece um estrangeiro de sorriso cafajeste e olhos azuis e, desconfiada de suas intenções, ela guarda segredo quanto ao seu livro, mas não sabe que Liam também tem os seus.
Verônica nem desconfia, mas eles podem ser a chave para os mistérios que a rondaram durante toda sua vida. Assim, o lago negro de sua imaginação será, definitivamente, o estopim para toda sua loucura emergir. O que será que ele esconde no fundo de suas águas escuras?

Depois de um tempo namorando esse livro, finalmente tive a chance de conhecer as águas escuras e misteriosas de O Lago Negro. Quero ressaltar, que a obra é uma das melhores que li atualmente, Juliana Daglio, possuiu um talento incrível e O Lago Negro sem dúvidas me marcou muito. Com uma atmosfera que mescla romance, um pouco de fantasia e elementos mais dark, O Lago Negro é um livro incrível, que facilmente envolve o seu leitor, você vai sentir o lago te chamando e quando decidir escutar essa voz, não terá volta, afinal, o enredo é tão cativante, que quando percebe, as páginas finais estão chegando e tudo que quer é mais desta história tão boa!

A obra é divida em três partes, Loucura e Sanidade, Respostas e Escuridão e O Lago Negro, e sua narrativa é feita em primeira pessoa, sendo a primeira e terceira parte, pela visão da Verônica, personagem principal e a segunda por Liam, um jovem enigmático e um tanto egocêntrico, mas que ao longo da trama, percebemos que assim como Verônica, o rapaz tem seus próprios demônios para enfrentar e uma missão importante pela frente. Confesso que de início, não fui muito com a cara do Liam, sua atitude um tanto prepotente e com aquele ar meio cafajeste e badboy, sem dúvidas não me agrada, como já mencionei em outras resenhas, mas Liam é um personagem diferente e em sua narrativa, vemos que essas atitudes trazem mais do que ele aparenta e assim como Verônica, o leitor passa a compreender melhor o personagem.


Mas, a narrativa de Verônica, foi a que mais me agradou sem dúvidas, que traz um grande diferencial se levarmos em conta as mocinhas dos livros, Verônica tem seus momentos mais complicados e é uma jovem com uma fragilidade constante, mas nem por isso, ela deixa de ser forte, Verônica transmite sentimentos únicos em sua narrativa, é aquela típica personagem que o leitor vai se identificar, talvez por isso mesmo, me senti tão apegada a ela e quando a o narrador passa a ser o Liam, torci o nariz, pois eu queria apenas a Verônica (vai entender, né?), mas isto se deve ao fato que ela é uma personagem que mostra a que veio, sua garra, suas atitudes, comovem o leitor de O Lago Negro, sentindo um apego grande com essa jovem que precisa encarar os fantasmas do passado e compreender as lacunas deixadas em sua vida. Verônica é uma personagem que conquista facilmente e isto se deve ao grande talento da autora, que mostra a que veio, a escrita de Juliana Daglio é tão boa e gostosa, que O Lago Negro revela-se uma obra poética, lírica e fascinante.


O modo como os personagens são desenvolvidos, como é descrito cada ambiente, emoção e sentimento, fazem de O Lago Negro um livro fundamental aos leitores que gostam de um bom romance com elementos sobrenaturais, mas não pense que essa é apenas a característica marcante de O Lago Negro, a obra traz muito mais do que apenas um romance, mas também uma história cercada de segredos e reviravoltas, você fica com aquela ansiedade a flor da pele, torcendo para que Verônica descubra cada parte desse quebra-cabeças tão bem delineado. Em relação aos personagens secundários, gostei bastante de cada um, que interpreta um bom papel na trama, todos tem uma parte importante que se completa em O Lago Negro. No entanto, como qualquer leitura, tenho algumas ressalvas, mas nada que tire o brilho desse livro encantador. Logo que iniciei a leitura, percebi uma falha na revisão, algo que me deixa bem triste, pois O Lago Negro é um livro ótimo, e ver alguns erros bobos, como frases inteiras repetidas em parágrafos, partes de frases também repetidas e troca de palavras que deixam o texto sem sentido, foi bem chato de encontrar, principalmente no começo, quando você está tendo aquele contato tão especial com uma história, por tanto, aqui fica minha recomendação a editora, que caprichou na diagramação e na capa, mas que infelizmente deixou a desejar na revisão.


Outro ponto que devo citar, é que o desfecho desse primeiro livro da série, foi um pouco corrido e confuso, mas acredito que talvez pelo fato de muitos segredos ainda estarem encobertos, talvez o leitor sinta mesmo que alguma coisa não foi explicada, por isso mesmo, não é algo que eu venha a levar como estreitamente negativo, pois O Lago Negro possui uma história fantástica, com ótimos ganchos e uma enorme carga de sentimentos, visto que este é o principal ponto que faz de uma obra merecedora do leitor, a forma como essa emoção foi transmitida, deixa a história de O Lago Negro tão palpável, que sentimentos parte dela, e tudo que personagens vivenciam.

Enfim, nem preciso dizer o quanto recomendo O Lago Negro, não é? Quem escolher mergulhar nessas águas, terá em mãos uma das melhores obras da atualidade do mercado nacional, Juliana Daglio é uma escritora que todo leitor deve ficar de olho, pois a qualidade de sua escrita é impressionante e O Lago Negro é uma leitura fundamental para aqueles que procuram uma boa história!

Sammysam Rosa

Escrito por:

Sammy. 29 anos, casada e apaixonada por livros. Gosto de literatura policial, suspense e terror. Típica pisciana, sonhadora e curiosa.

6 comentários:

  1. Olá!
    Tá ai uma capa que canso de ver em todos os lugares mas que até então não tinha parado pra prestar atenção, o que pelo visto foi um pecado pois pelo o que você apresentou O Lago Negro é um livro e tanto. Estou com a minha curiosidade extremamente aguçada pra conhecer a tão bem falada narrativa da autora e a protagonista do livro, que pareceu te conquistar sem dificuldades. Aparentemente o desfecho meio corrido e confuso não amainou a sua opinião altamente positiva, o que pra mim é mais um ponto que me faz querer ler a obra de Juliana.
    Adorei a sua resenha.
    Beijos!
    Por Livros Incríveis

    ResponderExcluir
  2. Oi, Sammy!
    Primeiro, deixa eu diser o quanto essa capa é lindona <3 Enfim...
    Tenho visto esse livro por aí várias vezes, mas ainda não tinha parado nem para ler a sinopse D: A história parece bastante envolvente, principalmente pela identificação com a Verônica -- que parece uma personagem ótima!
    É bem triste saber que a revisão deixou a desejar, eu, como revisora, sempre fico muito ligada nesse aspecto nos livros :S (apesar de raramente comentar sobre nas minhas resenhas) mas que bom que apesar dos pesares a trama te conquistou!
    Bjus!

    ResponderExcluir
  3. Eu só tenho visto elogios a essa obra. Também quero muito ler, e só falta oportunidade mesmo. Eu acho a capa linda, e a premissa bastante envolvente. Fiquei curiosa para conhecer melhor Verônica, ela parece ser o tipo de personagem que eu gosto.
    Quanto a revisão, que pena saber disso, realmente é ruim quando erros bobos estão presentes em um livro ótimo. :((
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  4. Oiii, Sammy. Tudo bem? Já li muitos comentários positivos a respeito do trabalho da Ju, mas ainda não li nada dela. E confesso que acho que não leria esse livro, daria preferência ao da Libélula, acho. Histórias que envolvam o supernatural(em livros) meio que já me cansou :P Mas ao mesmo tempo, isso também pode ser uma fase e quem sabe no futuro eu possa ler essa história e acabe me encantando tanto quanto você.
    Pena os erros de revisão, mas quem sabe em uma próxima edição né?
    Beijoos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Nossa, vou confessar que desanimei agora. Faz tempo que estou de olho nesse livro, já que acho a capa mais que maravilhosa e a premissa interessante, mas com a revisão nesse estado não leio de jeito nenhum. Um erro aqui, outro ali, me incomoda mas eu supero, agora repetições de partes de frases e até de frases inteiras complica demais, não consigo me envolver com uma leitura nessas condições, por mais incrível que a história seja. Amo obras repletas de sentimentos e cheias de segredos e reviravoltas, mas vou aguardar uma nova edição pra ler.

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Estou bem curiosa para conferir a escrita da autora, porque já vi muitos elogios sobre esse primeiro livro.
    A premissa é muito interessante e sou apaixonada por fantasia. O final ser corrido pode ser ponto negativo ou positivo, depende do que virá no próximo volume para explicar todos os mistérios que ficaram em aberto.
    Parece ser um livro fantástico e já está a algum tempo na minha lista de leituras.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!