Março 2016 - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Março 2016

Em minha caixinha do correio #40

30/03/2016


Mais uma caixinha do correio chegando no blog! Quem mais esta curioso (a) para saber quais foram os últimos livros e mimos que chegaram? Então vem comigo ver:

Resenha: Guerra Civil - Stuart Moore

23/03/2016


Edição: 1
Editora: Novo Século
ISBN: 9788542804126
Ano: 2014
Páginas: 398
Avaliação:    
Sinopse: A épica história que provoca a separação do Universo Marvel! Homem de Ferro e Capitão América: dois membros essenciais para os Vingadores, a maior equipe de super-heróis do mundo. Quando uma trágica batalha deixa um buraco na cidade de Stamford, matando centenas de pessoas, o governo americano exige que todos os super-heróis revelem sua identidade e registrem seus poderes. Para Tony Stark o Homem de Ferro é um passo lamentável, porém necessário, o que o leva a apoiar a lei. Para o Capitão América, é uma intolerável agressão à liberdade cívica. Assim começa a Guerra Civil.
Com Capitão América: Guerra Civil tão próximo do seu lançamento, acredito que muita gente, assim como eu, está entusiasmada para ver o filme. Há muitas teorias circulando sobre o filme e seu enredo, além das comparações entre o filme e seu enredo original das Histórias em Quadrinho. Como sou bastante curiosa e pouco me importa saber de eventos importantes, os vulgo spoilers, sim, já fui atrás de matérias e postagens sobre a Guerra Civil original, claro que nenhuma delas pode se comparar a ler a HQ completa, mas era uma ótima válvula de escape para minha constante curiosidade que somente aumenta com o passar dos dias. Em meio disso, conheci a publicação Guerra Civil, publicado pela editora Novo Século em parceria com a Marvel, Guerra Civil é uma adaptação das História em Quadrinhos, o livro foi escrito por Stuart Moore, e no final da obra, o mesmo comenta que teve a liberdade de fazer as alterações, além de dicas e conselhos da própria Marvel para criação do livro. 

Li até a página 100... #17

21/03/2016


Criado pelo blog Eu leio, Eu Conto, a tag consiste em dizer o que achamos da nossa leitura atual quando chegamos a página 100. No momento estou com vários livros na estante, como podem ver na barra lateral, mas entre eles, cheguei hoje até a página 100 de Nildrien - O Pergaminho, do autor Manoel Batista. Vem ver o que estou achando da leitura até agora:

Resenha: Salve-Me - Rachel Gibson

18/03/2016


Edição: 1
Editora: Jardim dos Livros
ISBN: 9788584840076
Ano: 2016
Páginas: 272
Tradutor: Cassia Zanon
Avaliação:            
Sinopse: A salvação de Sadie Hollowell e Vince Haven depende de muitos fatores. Ele voltou traumatizado da guerra ao terrorismo no Afeganistão e ela, aos 33 anos, acha ridículo ser convidada para ser dama de honra do casamento de uma prima no interior do Texas, onde nasceu. Ambos estão perdidos, à procura das raízes e de uma identidade que a vida foi esfacelando, e são atormentados por uma atração sexual violenta que demora muito a se transformar em amor e compromisso.O que se oferece aos leitores é uma história tensa, em que preconceitos e hesitações lutam contra o amor, sem saber qual dos lados terá o triunfo final. Vale a pena ler e torcer por ele.
Rachel Gibson foi a autora que me introduziu ao chick-lit, suas histórias românticas, sensuais, divertidas e com um toque de drama, me conquistaram de imediato, Sem clima para o Amor é o meu livro predileto dela e Salve-me quase conseguiu usurpar esse trono, na verdade este novo livro de Rachel Gibson conseguiu mexer comigo de uma maneira tão especial, que ao escrever essa resenha, ainda sinto os personagens comigo, não consegui-me desprender Sadie e Vince, além de todo o clima do Texas, a qual a história é ambientada, por isso mesmo, digo que Salve-me quase conseguiu o primeiro lugar em meu coração, mas tanto esta obra, quanto Sem clima para o Amor são minhas queridinhas.

Resenha: Versos Sombrios - Bianca Carvalho

14/03/2016


Edição: 1
Editora: EraEclipse
Ano: 2012
Páginas: 290
Avaliação:    
Sinopse: A segunda carta de Lolla Dewitt é revelada, com seu último desejo para Cailey DeWitt.
Cailey tem o dom das palavras. Quando escreve, ela consegue transmitir sentimentos, se conectar com a história de qualquer pessoa e até curar corações partidos. Porém, seu dom pode se tornar um pouco mais obscuro que isso.
Lolla pede que ela envie uma de suas belas poesias a Jayce Hernandez, um detetive amargurado que perdeu a mulher amada e se afundou em escuridão. Por mais que Cailey não o visse com bons olhos, atendeu ao pedido da avó, e sua mensagem trouxe uma nova esperança para o policial.
Contudo, Jayce logo tem a oportunidade de retribuir a ajuda de Cailey, que se vê perseguida por um assassino perigoso, capaz de se comunicar telepaticamente com ela através de seus textos. Tentando se salvar de um homem obcecado, Cailey precisa contar com Jayce para proteger-se. Mas o que ela não contava era que os segredos que iria descobrir poderiam mudar sua vida para sempre.
Resenha livre de spoilers

Depois que conclui a leitura de Jardim de Escuridão, eu estava ansiosa para começar Versos Sombrios, afinal, Cailey foi uma das personagens que mais se destacou no primeiro livro da Trilogia das Cartas e uma história protagonizada por ela era o que me deixava curiosa. Não nego que assim como Jardim de Escuridão, Versos Sombrios cumpre o que promete, traz um enredo envolvente, bons personagens e muito mistério, na verdade, os segredos desse sendo volume foram melhores trabalhados se compararmos a Jardim de Escuridão, Bianca Carvalho me surpreendeu com estes mistérios, as pistas que foram deixadas levava a certas suposições, mas a surpresa foi ver que minhas teorias era bem diferentes e o real motivo de todo o livro foi de fato surpreendente, fiquei entusiasmada e contente por ver que neste caso não consegui descobrir os segredos antes de serem revelados, e na opinião, isto é muito importante quando se trata de uma obra que traz em um de seus elementos o gênero policial, já que o melhor é tentar descobrir tudo, mas se surpreender ao mesmo tempo, principalmente quando no caso o autor segue por uma linha que jamais imaginaríamos e é assim que foi em Versos Sombrios, Bianca Carvalho escondeu muito bem o desfecho deste enredo e de fato este ponto foi ótimo!

Evento: Um Dia à R$0,00

11/03/2016


No dia 19/03 terá um evento online muito legal no Facebook, o Projeto: Um dia à R$ 0,00, que será um dia de brincadeiras e diversão, além de sorteios e títulos a custo zero para quem participar do evento! Vem saber mais sobre Um dia À R$ 0,00:

Áudio-Conto: Ficção Mortal (Nossas Asas - Sheila Lima Wing)

09/03/2016


A autora Sheila Lima disponibilizou o áudio-conto do Ficção Mortal, que faz parte da antologia Nossas Asas, de sua autoria. Ficção Mortal esta disponível no Youtube ou em MP3 para download. Confira a sinopse de Nossas Asas e aproveitem o áudio-conto! Você ainda pode comprar o e-book por R$ 8,65 na Amazon.

Sinopse
Romance, drama e fantasia em seis contos que são conectados apenas por um elemento em comum: asas, reais ou simbólicas, físicas ou imaginárias, comuns ou fantásticas. Cada história traz uma emoção distinta, uma lição importante. A Garota Alada fala sobre diferenças e a capacidade que cada um pode ter de mudar a realidade do mundo. Fragmentos de um Triste Fim conta a história de uma mulher que precisava se despedir das lembranças do seu grande amor. Virtualmente Seu traz a confissão amarga de um homem que se apaixonou por uma amiga virtual. Ficção Mortal aborda o doloroso momento em que uma mãe precisa contar ao seu filho o grande crime que acabara de cometer. A Fronteira Espelhada nos mostra um mundo fantástico onde uma garota é capaz de interagir com curiosos seres mágicos. E Desejo Eviterno , por fim, relata as memórias de um ser poderoso e imortal que detesta os humanos mas alimenta uma estranha obsessão por uma única jovem.


Resenha: Belleville - Felipe Colbert

07/03/2016

Edição: 1
Editora: Novas Páginas (Novo Conceito)
ISBN: 8581634117
Ano: 2014
Páginas: 304
Skoob
Avaliação:    
Onde Comprar: Amazon, Submarino, Casas Bahia, Americanas, Extra, Ponto Frio, Magazine Luiza e Saraiva.
Sinopse: Se pudesse, Lucius aterrissaria em 1964 para ajudar Anabelle a realizar o grande sonho do seu falecido pai! De quebra, ajudaria a moça a enfrentar alguns problemas muito difíceis, entre eles resistir à violência do seu tio Lino. Claro que conhecer de perto os lindos olhos verdes que ele viu no retrato não seria nenhum sacrifício...
Sem conseguir explicar o que está acontecendo, Lucius inicia uma intensa troca de correspondência com a antiga moradora da casa para onde se mudou. Uma relação que começa com desconfiança, passa pelo carinho e evolui para uma irresistível paixão – e para um pedido de socorro...
Em Belleville, Felipe Colbert divide-se em contar duas histórias paralelas que possuem como principal ligação, também seu principal cenário, um velho casarão em uma rua pacata de Campos do Jordão. O único detalhe que separa ambos os protagonistas, no entanto, são exatos cinquenta anos. O recém calouro de Matemática, Lucius, aluga a casa para manter-se próximo aos estudos na universidade da região, mas além de deparar-se com o início da construção de uma montanha-russa não muito distante do casarão, após encontrar uma foto perdida de uma jovem moça por entre a tão antiga biblioteca de sua nova residência, ele toma conhecimento de uma carta escrita e deixada por ela e devidamente enterrada nas pilastras da construção, e o que inicialmente fora apenas uma carta-resposta para incentivar a construção da montanha, consequente sonho de Anabelle e seu pai, pelo próximo morador que viesse a apropriar-se da casa, torna-se uma correspondência entre tempos paralelos que pode levar ambos os personagens, Lucius em especial, a encarar questões tão inéditas e inacreditáveis por entre uma experiência verdadeiramente única.

Resenha: Turma da Mônica Jovem - Maurício de Souza

04/03/2016

Edição: 1
Editora: Sextante
ISBN: 8543102685
Ano: 2015
Páginas: 96
Avaliação:        
Sinopse: A turma mais divertida dos quadrinhos cresceu e conquistou o coração de milhões de leitores. Desenhados em estilo mangá, Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali e companhia esperam por você para deixar seu mundo ainda mais colorido e cheio de charme. Mergulhe nesse clima de romance e fantasia e use sua imaginação para criar uma versão só sua de seus personagens favoritos.


Maurício de Sousa é um dos artistas da área de desenho que mais admiro, cresci lendo os gibis da Turma da Mônica (até hoje me fazem rir!), e quando a versão jovem da turminha saiu, fiquei encantada, afinal, quem nunca os imaginou mais velhos? Mas claro que o traço dos personagens agora em mangá (estilo de desenho oriental), deixou-me ainda mais fascinada e admirada com o trabalho do Maurício e sua equipe. Por algum tempo, meu próprio traço no desenho seguiu o estilo da Turma da Mônica Jovem, eu me inspirei muito nesta nova versão dos meus personagens favoritos e quando foi publicado o livro de colorir da Turma da Mônica Jovem, não pensei duas vezes, sabia que tinha que ter o meu! Eu tinha expectativas altas de que os desenhos fossem exatamente os que eu estava buscando para colocar em prática o meu treino com a pintura tradicional com o lápis de cor.

Resenha: A Cidade Flutuante - Daniel Dias

02/03/2016

Edição: 1
Editora: Empíreo
ISBN: 9788567191041
Ano: 2014
Páginas: 311
Skoob
Avaliação:    
Onde Comprar: Saraiva
Sinopse: Em 'A cidade flutuante', os leitores conhecerão Dominó, uma jovem e famosa bailarina do reino de Urjuwani, a capital do Império. Por força do magnetismo, a cidade consegue flutuar acima das outras cidades, que são exploradas para abastecer a capital de suas principais necessidades.
Porém tudo muda quando três surpreendentes acontecimentos perturbam a tranquilidade em Urjuwani: um atentado à vida do Imperador, uma misteriosa fenda no céu da cidade e um violento ataque pirata.
Filha de uma influente integrante do governo, Dominó começa a descobrir que os desastres que atingiram sua cidade guardam estranhas relações entre si. Em meio às revelações, a bailarina sofre um acidente e cai da cidade flutuante. Enquanto tenta voltar para casa, Dominó trava novas e improváveis amizades, e com ajuda delas vai descobrir que lendas podem ser verdades e sua vida, uma grande mentira.
Quem estaria por trás dessa trama? Conseguirá Dominó salvar o seu mundo de um desastre maior?
'A cidade flutuante' apresenta aos leitores um mundo fascinante, onde o fantástico e o real se misturam.
No livro de Daniel Dias, seguiremos com Dominó, uma garota de dezenove anos então reconhecida como a principal bailarina da companhia de dança do império flutuante de Urjuwani. Desconhecedora das condições de vida dos povoados vários metros abaixo de sua cidade, ela segue sua vida em um ritmo tranquilo e rotineiro até se deparar com o retorno do irmão Rosso, um explorador, e uma súbita e misteriosa fissura que corta os céus em direção ao palácio do imperador. Ninguém faz ideia do que aquilo significa, mas quando, em seguida, os piratas dos céus atacam o império, não há dúvidas que seja algo ruim. Assim, ao ser bruscamente separada de Rosso durante sua tentativa de fuga para longe de toda aquela agitação, Dominó acaba por cair da cidade flutuante em direção aos povoados esquecidos logo abaixo. Sua queda é amortecida apenas pelo surgimento de um dos piratas, levando-os a parar direto na embarcação de um marinheiro foragido, Vicente, e seu filho, Alê. Agora, em meio aos conflitos que ainda perduram no império as dificuldades para retornar ao seu lar, Dominó acabará por ingressar numa viagem mar aberto ao lado dos novos companheiros, tendo a chance de conhecer não apenas o mundo que sempre estivera abaixo dela como, também, a ver-se cara a cara com questionamentos e revelações que porão em cheque toda a vida que ela conheceu até agora.