Um papo sobre... Punho de Ferro - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Um papo sobre... Punho de Ferro

Um papo sobre... Punho de Ferro

27/03/2017


O último Defensor chegou! Mas com ele também veio muitas opiniões divergentes. Vale lembrar que este post não é uma resenha. Punho de Ferro é a mais nova série dá Marvel e tenho que dizer, eu estava muito ansiosa, afinal a história de Denny era a única que faltava para marcar uma nova fase que será a união entre Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage e o próprio Punho de Ferro. Conforme a crítica aparecendo e aquela enxurrada de reclamações sendo apontadas, minha preocupação aumentou, até porque eu não tinha muito que reclamar sobre demais séries dos outros heróis, adorei Demolidor, amei JJ e curti muito Luke Cage, então é claro que fiquei com a pulga atrás dá orelha em relação ao Punho de Ferro. 

No entanto, após assistir todos os episódios, cheguei a conclusão que sim, Danny Rand me conquistou! Não direi que a história é perfeita, mas entretém bastante, é divertida e dinâmica, possui uma bagagem que se liga as demais séries dos outros Defensores, ou seja as quatro histórias conversam entre si e isto me agradou. Mas apesar de ter muitos pontos a favor de Punho de Ferro, compreendo que há sim melhorias que a Marvel e a Netflix devem trabalhar na próxima temporada, como por exemplo a ação, mesmo sendo uma série com bastante luta, não foi algo natural digamos, se comprar com Demolidor por exemplo, notamos uma grande diferença, a ação na série do homem sem medo foi muito mais bonita de assistir do que em Punho de Ferro, que ficou um tanto coreografada demais.

Em relação a história, esta bem legal, a inserção do Tentáculo e o mistério em volta das empresas Rand foram boas, fiquei realmente contente com a aparição dá Madame Gao e  vislumbre dos vilões que vem deixando os espectadores curiosos desde Demolidor, mas eu senti falta de informações mais densas sobre o treinamento de Danny e até sua ascensão como o Punho de Ferro, mesmo o personagem explicando e tendo o flashback, um aprofundamento nesta parte dá jornada de Danny seria muito bem vinda, afinal muitos estão tendo contato com o herói agora, por tanto fica a impressão de que o passado de Danny no mosteiro ficou vago (sim, eu queria vê-lo abraçando o Dragão e ganhando a "tattoo", sou dessas, risos). 

Enfim, Punho de Ferro é uma série bem legal para acompanhar, tem uma história interessante e indicada para você que está animado com Defensores e que gostou das demais séries dos heróis da Marvel. Punho de Ferro é a minha terceira série predileta, ficando no mesmo patamar de Luke Cage, terminei o último episódio querendo mais Danny Rand, seja em Defensores ou na segunda temporada. Punho de Ferro tem muito a oferecer e não tenho dúvidas que é uma história que pode crescer bastante.


Número De Temporadas: 1
Número De Episódios: 13
Emissora original: Netflix
Avaliação:   
Sinopse: Daniel Rand (Finn Jones) é um bilionário, herdeiro da fortuna das Indústrias Rayne. Por 15 anos, todos acreditaram que ele estava morto, após um acidente de avião no Himalaia que vitimou seus pais, Wendell e Heather Rand. Mas Danny foi salvo e viveu todo esse tempo na cidade mística de K'un-Lun, uma das Sete Capitais do Céu. Lá, Danny aprendeu a canalizar o seu chi e se tornou o Punho de Ferro. De volta a Nova York, ele vai tentar retomar seu posto na empresa, agora sob o comando de seus amigos de infância Joy (Jessica Stroup) e Ward Meachum (Tom Pelphrey). Mas ele precisa convencer a todos que é realmente quem diz ser e combater o Tentáculo, com a ajuda de Colleen Wing (Jessica Henwick).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!