Resenha: O Garoto do Sonho - Erick Mafra

26/04/2017


Edição: 1
Editora: Astral Cultural
ISBN: 9999094147009
Ano: 2017
Páginas: 128
Avaliação: 
Sinopse: Maria Clara é uma jovem com uma vida comum, com pensamentos e rotina de uma vida comum. No seu primeiro dia de férias, presencia um acontecimento que a faz questionar a razão da vida. Sem encontrar respostas em sua própria mente, Maria Clara então abre espaço para se relacionar com quem tem respostas. Em um sonho, conhece um garoto chamado Eryn, que é de outro planeta, um representante de uma Nova Cultura que lhe mostra uma nova visão de amor, Deus, mundo e vida.

Pense em um livro fofo, com uma história bonita e que transmite uma mensagem linda, que ainda por cima pode te tirar daquela ressaca literária das mais bravas, este livro é O garoto do Sonho, uma obra voltada ao público mais jovem, mas que pode ser lido em qualquer idade, afinal a trama é gostosa de ler, rápida e sem dúvidas uma graça. 

Antes de continuar a resenha preciso dizer que eu não conhecia o trabalho do Erick Mafra até então, não costumo acompanhar Youtubers, não com a intensidade que o público desde meio acompanha e quando foi apresentado O Garoto do Sonho eu li a sinopse e o primeiro capítulo, gostei do que encontrei por tanto solicitei para editora e me surpreendi demais com a edição, super colorida, com muitas fotos dos personagens, perfis do mesmo e claro, uma história cheia de significado.


O Garoto do Sonho realmente é uma obra para um público específico, não apenas os fãs do Erick, mas também os mais jovens, alguns leitores mais velhos podem considerar o enredo sem uma profundidade maior, no entanto, se você estiver a procura de uma leitura fluida, rápida e cativante, especialmente quando nada mais esta te envolvendo, O Garoto do Sonho é minha recomendação. Li em uma tarde, ri muito com a Maria Clara e adorei a mensagem dá Nova Cultura, que fala principalmente de amor

Maria Clara é como nós e possui questionamentos que muitos já tivemos e em suas férias ela conhece uma pessoa que pode lhe ajudar com suas dúvidas, no entanto ele é apenas fruto de seus sonhos, ou será que não? Ao ir em uma festa de uma amiga, Maria Clara encontra o jovem misterioso de cabelo colorido de seus sonhos. Eryn está na Terra com um único propósito, representar a Nova Cultura e mostrar a Verdade ao nosso mundo, Maria Clara agora faz parte dessa grandiosa missão, estaria ela pronta para esta tarefa? 


O Garoto do Sonho tem cerca de 130 páginas e sua narrativa é em primeira pessoa pela Maria Clara, os capítulos são curtos, com fotos dos principais personagens dá Nova Cultura e ilustrações referente a história, é uma edição muito fofa, linda e cheia de amor, fiquei realmente muito contente de ter conhecido O Garoto do Sonho, que me animou bastante em um dia que meu astral estava bem para baixo e acredito que era exatamente neste momento que eu deveria pegar esse livro, para me animar, me dar forças, sim eu sei que parece um tanto exagerado, mas foi como me senti ao ler O Garoto do Sonho, terminei a leitura rindo, me sentindo mais leve e feliz, muitas vezes um livro está exatamente esperando o momento certo para ser lido e foi deste modo comigo e gostei demais. Outro ponto que devo mencionar é que se você ler este livro, não esqueça de acompanhar sua leitura com a playlist de O Garoto do Sonho (procure no Spotify, Apple Music e Deezer: O Garoto do Sonho), vai deixar sua leitura mais mágica! 


Quanto a edição está impecável, combinando muito bem com a proposta dá trama, a revisão também está ótima, fica aqui meu parabéns a Editora Astral Cultural pelo trabalho em O Garoto do Sonho! Enfim, se você está a procura de uma leitura fofa, aposte na obra de Erick Mafra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!