Resenha: O Guardião Invisível (Trilogia Baztán - livro #1) - Dolores Redondo - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Resenha: O Guardião Invisível (Trilogia Baztán - livro #1) - Dolores Redondo

Resenha: O Guardião Invisível (Trilogia Baztán - livro #1) - Dolores Redondo

12/04/2017


Edição: 1
Editora: Rocco
ISBN: 9788532530431
Ano: 2016
Páginas: 352
Onde Comprar: Amazon - Saraiva - Americanas
Sinopse: Série que une fantasia e policial, teve mais de 1 milhão de cópias vendidas e chegou ao cinema.
O corpo de uma adolescente é encontrado às margens do rio Baztán, num pequeno povoado em Navarra, na Espanha, e para desvendar o caso a investigadora Amaia Salazar precisa voltar à sua terra natal, uma região da qual sempre tentou escapar – por motivos que nem seu marido conhece, mas que ainda a atormentam na forma de pesadelos. Amaia sabe que o local, marcado pela inquisição espanhola, é cheio de velhas crenças pagãs. O que ela não imagina é que, com o avanço da investigação e a descoberta de novos corpos, a fronteira entre mitologia e a realidade ficará cada vez mais tênue. O desafio agora é descobrir se os crimes resultam da ação de um serial killer ou de uma criatura mítica conhecida como basajaun, “O Guardião Invisível”.
Adaptado para o cinema em 2017, o romance O Guardião Invisível é um thriller impactante que une os misteriosos seres que habitam a mitologia basca com o rigor de uma investigação policial. Foi com este romance que a escritora Dolores Redondo se tornou best-seller internacional. Primeiro da Trilogia de Baztán, que já teve mais de 1 milhão de exemplares vendidos.

O Guardião Invisível é uma leitura tensa e cheia de significados. Assim que comecei a leitura, pensei em abandoná-la, pois o começo é bem parado e até o leitor pegar o ritmo da escrita da autora, o livro parece que não anda. Mas, assim que o leitor se acostuma, a trama prende e cativa. Nos faz desejar estar lá para ajudar Amaia e nos faz pensar no mistério que ronda Elizondo: Será mesmo que um "basajaum" - um ser místico da mitologia basca - está matando meninas inocente e deixando-as desnudas para a polícia? Bem, para saber, você terá que ler o livro e passar pelo mesmo desespero que eu passei! 

Amaia Salazar, como a sinopse diz, é uma investigadora da polícia, uma das melhores! Por isso, é designada para o caso "basajaum", onde adolescentes são encontradas mortas, desnudas e com algumas outras características típicas de uma obra de um serial killer. Amaia é boa no que faz, mas para conseguir resolver este caso, ela precisa voltar a sua cidade natal, Elizondo. Amaia não guarda boas lembranças de sua infância na cidade. Durante muito tempo, ela tentou fugir e esquecer, mas parece que o passado precisa ser descoberto para que ela possa dar continuidade ao seu presente.

Partindo dessa premissa, Dolores Redondo cria um enredo policial fantástico, cheio de fantasia e mitologia basca. Fiquei encantada com tudo que a autora descreveu e adorei saber mais sobre a Espanha e suas crenças. A narrativa é em terceira pessoa, o que nos deixa a par de todos os acontecimentos de ambos os lados.
Também adorei os personagens criados pela autora, destaco aqui Amaia, a protagonista que me fez gostar dela logo de cara, ainda mais por, durante a leitura, estarmos passando pelo mesmo problema de querer ter filhos e não conseguir. Me apeguei a ela e sofri junto com ela em todos os momentos de conflitos. Outro personagem que amei odiar foi Flora, irmã de Amaia, vocês vão entender o porque do meu ódio assim que lerem e tenho certeza, vão odiá-la também.

Do mais, só posso indicar essa trilogia. A escrita da autora é gostosa, mesmo com as demasiadas descrições; nos faz viajar e nos inspira a querer desvendar esse mistério.
Sobre a edição, como sempre a Planeta está de parabéns, só encontrei alguns erros de tradução, mas como o espanhol é mais fácil de entender, não atrapalhou minha leitura.
A trama estreará no cinema neste ano e espero que seja fiel ao livro. Não perca essa oportunidade e desvende esse mistério.

Ana Paula

Escrito por:

Ana. Adoro ler desde quando me entendo por gente, leio de tudo, não tenho preferencia por gênero. Gosto também de filmes, musicas e seriados de TV.

3 comentários:

  1. Tenho algumas dúvidas sobre o filme, se alguem assitiu queria trocar idéias

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Assisti ao filme e não entendi pq a mãe a odiava tanto.

    ResponderExcluir

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!