Mini-Resenha: Barba Azul - Charles Perrault - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Mini-Resenha: Barba Azul - Charles Perrault

Mini-Resenha: Barba Azul - Charles Perrault

19/01/2018


Título: Barba Azul | Autor (a): Charles Perrault | Editora: Wish | Páginas: 11 | Skoob.

Onde comprar: Amazon

Sinopse: Barba Azul era um rico aristocrata, assustador por ser muito feio, com uma horrível barba azul. Ele já havia se casado três vezes, mas ninguém sabia o que tinha acontecido com as esposas, que desapareceram.

Como de costume sempre começo o ano com desafios literários e não podia deixar de participar da Maratona Literária de Verão que este ano ficou conhecida como #JornadaMLV (ideia sensacional que você pode conferir aqui), como é de praxe tem algumas metas durante a maratona e por ter escolhido o Reino de Arcania um desses desafios é ler um conto (O favor do Rei). 

Dentre os inúmeros contos disponíveis na Amazon optei por Barba Azul de Charles Perrault, publicado na plataforma pela Editora Wish. Tenho que ressaltar que a diagramação no ebook é ótima e gostei do fato da editora ter mantido as ilustrações também na versão digital, este conto foi publicado na versão física no livro Contos de Fadas Original, a proposta é mostrar as versões dos contos na forma como foram escritos, cruéis, sangrento e por aí vai. Eu já tinha lido A Amendoeira e gostei muito, por isso optei por outro conto de fadas para concluir o desafio O Favor do Rei. 

Bem, sabem aquele velho ditado: A curiosidade matou o gato? Basicamente é essa a versão em frase desse conto. Não me levem a mal, a história tem um fundo interessante e você pode ler em poucos minutos, mas eu esperava bem mais visto que A Amendoeira é tão legal. Barba Azul entretém só não cativa ou te deixa surpreso, é um conto interessante a seu modo mas fiquei com a sensação de que faltou muito para me cativar. Claro é bom para conhecemos o estilo original de um conto de fadas, mas infelizmente Barba Azul não envolve e mesmo com sua lição de que a curiosidade pode ser mortal fica apenas por isso mesmo, há muitas pontas soltas e pouca explicação, entendo que um conto não precisa explicar tudo até porque é uma história curta, só que faltou muito para este conto em particular fosse bom. 

Sammysam Rosa

Escrito por:

Sammy. Casada e apaixonada por livros. Gosto de literatura policial, suspense e terror. Típica pisciana, sonhadora e curiosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!

Subir