Fevereiro 2018 - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Fevereiro 2018

Desafio: 12 Clássicos para 2018

28/02/2018

Clássico

Saia da sua zona de conforto com o Desafio Literário 12 Clássicos.


Criado pelo blog O Diário do Leitor, este desafio consiste em ler um clássico por mês, uma meta bem legal para quem quer se aventurar em histórias diferentes! Eu sei que estamos no último dia do mês, mas queria mostrar para vocês o livro que escolhi ler em Fevereiro para este desafio, como ainda não tenho ideia dos livros que pretendo ler ao longo dos demais meses, quero ir mostrando aos poucos, por tanto cada mês irei mostrar a minha escolha para o Desafio 12 Clássicos


Sinopse: A chegada de um jovem solteiro e rico à vila de Longbourn causa um grande alvoroço na família Bennet, cujas cinco filhas – a bela Jane, a sensata Elizabeth, a culta Mary, a imatura Kitty e a desvairada Lydia – foram criadas com um único propósito na vida: encontrar um bom marido. Orgulho e preconceito, livro que a própria autora considerava “seu filho mais querido”, foi publicado originalmente em 1813, e atravessou os séculos dotado de uma assombrosa vitalidade. Além de uma das mais comoventes histórias de amor já escritas, é uma brilhante comédia de costumes e um estudo profundo da sociedade de seu tempo. A plena compreensão do mundo feminino e o domínio da forma e da ironia fizeram de Jane Austen uma das mais notáveis e influentes romancistas de sua época. A obra Orgulho e preconceito ganhou oito adaptações para a televisão e o cinema, sendo a mais recente estrelada por Keira Knightley e Matthew Macfadyen.

Lançamento: Anne da Ilha - Lucy Maud Montgomery

27/02/2018


A Pedrazul já lançou Anne de Green Gable, Anne de Avonlea e agora Anne da Ilha, que traz as aventuras de Anne Shirley na Universidade!

Pré-venda: www.pedrazuleditora.com.br.

Sinopse: Anne decide deixar Green Gables e seu trabalho para ir atrás de seu sonho original: completar os estudos em Redmond College. Apesar de sentir-se dividida entre partir rumo ao desconhecido ou permanecer no ambiente familiar, Anne faz as malas e vai morar em Kingsport com Priscilla Grant. Gilbert Blythe também está indo para Kingsport para estudar e se tornar médico, e nada o tornaria mais feliz do que se Anne revelasse que sente mais do que amizade por ele.
Novas aventuras descortinam-se além da curva do caminho, enquanto Anne guarda as lembranças da rotina rural de Avonlea, uma vida repleta de surpresas aguarda por ela, incluindo um pedido de casamento e uma tragédia que lhe ensina uma dolorosa lição. 

  Compre também:

Resenha: Cretino Abusado - Penelope Ward e Vi Keeland

26/02/2018


Título: Cretino Abusado | Autor (a): Penelope Ward e Vi Keeland | Editora: Essência | Páginas: 272 | Skoob.

Onde comprar: Amazon

Sinopse: Após ser traída pelo ex-namorado – chefe da firma de advocacia em que trabalhava – Aubrey decide que precisa de um recomeço. Deixa tudo para trás e aceita um emprego em uma startup na Califórnia, Estados Unidos, e parte em uma viagem de carro que mudará toda a sua vida.
Em uma parada na estrada, Aubrey conhece Chance, um homem atraente que viajava de moto. Com o corpo perfeito e sotaque australiano, o ex-jogador de futebol era bem convencido e arrogante. Quando sua moto quebra, Chance precisa da ajuda de Aubrey. Ele promete levá-la em segurança até seu destino em troca de uma carona, e os dois decidem seguir viagem juntos.
Aubrey está traumatizada após seu último relacionamento, mas sente uma atração incontrolável por aquele cretino abusado. Apesar da ligação cada vez mais forte entre os dois, Chance guarda um segredo que poderá separá-los para sempre.

Cortesia em parceria com a editora.

Nesse livro vamos conhecer Audrey, uma advogada que está à procura de um novo começo e ainda meio perdida no que vai fazer de sua vida pessoal e profissional, em uma parada na estrada para comer antes de chegar na Califórnia, ela acaba conhecendo Chance, um lindo e maravilhoso motoqueiro que acaba sendo um belo cretino abusado com ela, mas mesmo assim, Audrey acaba sentindo que está atraída por ele.

O destino é mesmo engraçado e estranho ao mesmo tempo, logo que ela conhece Chance, a moto dele acaba quebrando e ele pede para ela uma carona, Audrey fica com o pé atrás, mas mesmo assim acabando deixando que ele vá com ela, e essa viagem acaba tendo muitas risadas, conflitos e claro, a atração de ambos.

Na primeira parte do livro, é toda narrada pela Andrey, onde vemos que os dois se gostam, tem uma atração física muito grande, mas ele sempre fica longe dela, nunca dá a entender que vão realmente se pegar e isso foi meio confuso, pois nada explicava o motivo dessa distancia dele por ela, mas quando terminamos de ler, entendemos o que acontecia e fica bem melhor.

Na segunda parte, que é narrada por Chance, tem uma passagem de tempo de dois anos, no qual ficamos sabendo o que aconteceu e que eu sinceramente não esperava, fui pega totalmente de surpresa pela revelação, e claro, ele não consegue esquecer aquela mulher que o destino colocou em sua vida e está totalmente disposto agora, a ver se consegue ter alguma coisa com Audrey.

A leitura é fluida e rápida, li apenas em uma sentada, adora esse tipo de livro, romances eróticos para mim, sempre tem uma escrita que faz com que você se envolva, goste dos personagens, e leia muito rápido, esse é o único tipo de romance em que me aventura a ler, e sempre acabo curtindo muito a leitura.

Adorei os personagens, Chance é claro faz jus ao título do livro e consegue fazer com que nos apaixone por ele e seu jeito badboy de ser, e sim acabamos compreendendo o que acontece com ele e o porquê dele rejeitar Audrey no começo.

Audrey por sua vez, é forte e determinada, mas acaba ficando muito envolvida com Chance e não consegue entender o porquê ele não quer nada com ela, sendo que seus olhares e gestos acabam mostrando para ela, que sim, ele sente uma atração por ela.

Adorei a leitura e com certeza vou querer ler mais livros dessa autora, pois gostei da escrita dela e como já disse, gosto desse tipo de livro. A capa é linda, adorei o motoqueiro nela, com o estilo mesmo de cretino que vai arrasar com nossos corações, a diagramação está boa e não encontrei erros de revisão, livro 4 estrelas.

Top 3: Fotos do #DesafioMinhaEstante Janeiro/18

25/02/2018


O Desafio Minha Estante chegou com tudo neste ano! As fotos de Janeiro foram lindas, cada vez está sendo mais difícil escolher 3 para compor o post! E se você ainda não participou do #desafiominhaestante de Fevereiro, corre que dá tempo! Siga o Pobre Leitora e o Diaeblog para conferir as novidades do desafio!




Li até a página 100... O Beijo Traiçoeiro

24/02/2018


Criado pelo Estante Lotada, a tag consiste em dizer o que achamos da nossa leitura atual quando chegamos a página 100. Atualmente minha leitura é... O Beijo Traiçoeiro, da Erin Beaty, publicado pela Editora Seguinte! Confira minha opinião parcial até a página 100:
Primeira frase da página 100: 

"— Ash Carter. Ele é um cocheiro. - A garota estava fitando a lareira e não notou quando Darnessa teve um sobressalto."

Do que se trata o livro? 

Sinopse: Com sua língua afiada e seu temperamento rebelde, Sage Fowler está longe de ser considerada uma dama — e não dá a mínima para isso. Depois de ser julgada inapta para o casamento, Sage acaba se tornando aprendiz de casamenteira e logo recebe uma tarefa importante: acompanhar a comitiva de jovens damas da nobreza a caminho do Concordium, um evento na capital do reino, onde uniões entre grandes famílias são firmadas. Para formar bons pares, Sage anota em um livro tudo o que consegue descobrir sobre as garotas e seus pretendentes — inclusive os oficiais de alta patente encarregados de proteger o grupo durante essa longa jornada. Conforme a escolta militar percebe uma conspiração se formando, Sage é recrutada por um belo soldado para conseguir informações. Quanto mais descobre em sua espionagem, mais ela se envolve numa teia de disfarces, intrigas e identidades secretas. E, com o destino do reino em jogo, a última coisa que esperava era viver um romance de tirar o fôlego.

O que está achando até agora?

Demorei um pouco para pegar o ritmo do livro e confesso que tava detestando as partes em que eram focadas no Quinn, pois Sage é muito mais legal (adoro), no entanto o livro teve uma reviravolta incrível e estou amando!

O que está achando da personagem principal?

Sage tem uma personalidade forte, é uma jovem que facilmente conquista o leitor. Quinn nosso protagonista também tem seus atrativos, mas no começo não consegui gostar muito dele, algo que mudou depois de alguns capítulos.
Vai continuar lendo?

Sim!

Última frase da página 100.

" — É melhor descansar um pouco, então - a casamenteira disse finalmente. — Amanhã vamos começar cedo."  

Resenha: Os Homens que Não Amavam as Mulheres - Stieg Larsson

23/02/2018


Título: Os Homens que Não Amavam as Mulheres | Autor (a): Stieg Larsson | Editora: Companhia das Letras | Páginas: 528 | Skoob.

Onde comprar: Amazon

Sinopse: Vem da Suécia um dos maiores êxitos no gênero de mistério dos últimos anos: a trilogia Millennium - da qual este romance, Os homens que não amavam as mulheres, é o primeiro volume. Seu autor, Stieg Larsson, jornalista e ativista político muito respeitado na Suécia, morreu subitamente em 2004, aos cinquenta anos, vítima de enfarte, e não pôde desfrutar do sucesso estrondoso de sua obra. Seus livros não só alcançaram o topo das vendas nos países em que foram lançados (além da própria Suécia, onde uma em cada quatro pessoas leu pelo menos um exemplar da série, a Alemanha, a Noruega, a Itália, a Dinamarca, a França, a Espanha, a Itália, a Espanha e a Inglaterra), como receberam críticas entusiasmadas. O motivo do sucesso reside em vários fronts. Um deles é a forma original com que Larsson engendra a trama, fazendo-a percorrer variados aspectos da vida contemporânea, da ciranda financeira feita de corrupção à invasão de privacidade, da violência sexual contra as mulheres aos movimentos neofascistas e ao abuso de poder de uma maneira geral. Outro é a criação de personagens extremamente bem construídos e originais, como a jovem e genial hacker Lisbeth Salander, magérrima, com o corpo repleto de piercings e tatuagens, e comportamento que beira a delinqüência. O terceiro é a maestria em conduzir a narrativa, repleta de suspense da primeira à última página.
Os homens que não amavam as mulheres é um enigma a portas fechadas - passa-se na circunvizinhança de uma ilha. Em 1966, Harriet Vanger, jovem herdeira de um império industrial, some sem deixar vestígios. No dia de seu desaparecimento, fechara-se o acesso à ilha onde ela e diversos membros de sua extensa família se encontravam. Desde então, a cada ano, Henrik Vanger, o velho patriarca do clã, recebe uma flor emoldurada - o mesmo presente que Harriet lhe dava, até desaparecer. Ou ser morta. Pois Henrik está convencido de que ela foi assassinada. E que um Vanger a matou. Quase quarenta anos depois, o industrial contrata o jornalista Mikael Blomkvist para conduzir uma investigação particular. Mikael, que acabara de ser condenado por difamação contra o financista Wennerström, preocupa-se com a crise de credibilidade que atinge sua revista, a Millennium. Henrik lhe oferece proteção para a Millennium e provas contra Wennerström, se o jornalista consentir em investigar o assassinato de Harriet. Mikael descobre que suas inquirições não são bem-vindas pela família Vanger, e que muitos querem vê-lo pelas costas. De preferência, morto. Com o auxílio de Lisbeth Salander, que conta com uma mente infatigável para a busca de dados - de preferência, os mais sórdidos -, ele logo percebe que a trilha de segredos e perversidades do clã industrial recua até muito antes do desaparecimento ou morte de Harriet. E segue até muito depois... até um momento presente, desconfortavelmente presente.

Li este livro durante a #JornadaMLV para O Favor da Rainha: Ler um livro com uma protagonista feminina, optei também por este livro pois eu havia começado a leitura amo passado, mas como não estava engrenado quase desisti de Os homens que não amavam as mulheres. Demorei bastante para ficar envolvida com a história, afinal seu início é muito lento, o autor começa nos situando sobre seus personagens, Mikael e Lisbeth para depois apresentar a real história da trama, o desaparecimento de uma jovem em 1966, um crime que não teve solução é que assombra toda uma família por conta do mistério que se alastrou por anos. 

A partir desse ponto minha curiosidade floresceu de tal maneira que mergulhei fundo no enredo, passando a gostar muito dos personagens principais e claro da história, até porque o mistério da família Vanger é ótimo, cheio de conflitos e com consequências assombrosas. Compreendo que a intenção de Stieg Larsson fosse primeiro situar o leitor sobre seus personagens para depois começar a revelar a trama, mas não nego que mesmo sendo algo fundamental para todo o mistério do livro, o começo de Os homens que não amavam as mulheres é bastante lento e pouco atrativo já que toda ação se concentra a partir do segredo de Harriet até o final da obra, por tanto digo por experiência própria tenha paciência que sua leitura será recompensada com uma trama bem amarrada, rica em suspense e apreensão, Larsson conduziu bem as respostas de cada uma das questões presente no livro e seu leitor é surpreendido a medida que cada segredo é revelado. 

Quanto aos personagens, Michel mesmo sendo um bom protagonista e peça central do enredo, acaba sendo ofuscado por Lisbeth, uma personagem intensa, cheia de camadas, forte e que toma conta da história por si só, ambos funcionam muito bem juntos, mas é fato que Lisbeth toma conta da atmosfera quando aparece. Por fim, Os homens que não amavam as mulheres se revelou uma grata surpresa, não desgrudei do livro até que chegasse ao fim e todas as cartas fossem postas na mesa, é um suspense de tirar o fôlego, ideal para os leitores que apreciam um bom livro policial.  

Dica: E-books com desconto

22/02/2018


Se você curte e-books não pode perder essa super promoção na Amazon: Títulos da Editora Rocco com até 60% OFF! Mas é por tempo limitado, por tanto corra! Claro que o blog preparou algumas sugestões maravilhosas, olha só:


Veja esses e mais e-books da Editora Rocco.

Lançamento: O Assassino do Zodíaco - Sam Wilson

20/02/2018

Sinopse: Numa sociedade corrupta e violenta, dividida pelos signos do Zodíaco, as desigualdades entre as pessoas vêm do berço e continuam por toda a vida. Assassinatos passam a ocorrer com brutalidade incomum, e as vítimas parecem não ter nada em comum. Seriam esses crimes uma rebelião contra o sistema ou obra de um serial killer? Para encontrar uma resposta, o detetive Jerome Burton se junta à astróloga forense Lindi Childs. Juntos eles percorrem uma trajetória sombria para tentar desvendar uma história tenebrosa de traição, amores perdidos, promessas quebradas e uma verdade devastadora capaz de abalar o mundo em que vivem...

Sorteio: Perto do Fim

19/02/2018


Perto do Fim foi uma leitura maravilhosa e hoje o blog vai sortear um exemplar! Que tal ter a chance de conhecer Jeff e Valentina? Para participar é bem simples, basta seguir e preencher as opções do formulário abaixo, lembrando que as opções são chances extra e você pode escolher qual ou quais preencher, mas optando por apenas uma também estará concorrendo! Não deixe de ler atentamente ao regulamento do sorteio para não haver reclamações ou dúvidas futuras.

Sorteio: 10 anos do blog Vivendo Sentimentos

16/02/2018


Em março o blog Vivendo Sentimentos irá completar 10 anos! Por isso, juntamos alguns blogs maravilhosos e preparamos um mega sorteio para vocês. Serão quatro ganhadores. Três deles ganharão 10 livros cada (que presentão não?!) + marcadores, e o quarto ganhará 8 livros, um caderninho e mais de 100 marcadores. É muito prêmio maravilhoso, então vamos comemorar junto e participar. Boa sorte para todos!

REGRAS:

Sorteio: 3 Anos de Pobre Leitora

15/02/2018


Fevereiro é um mês de festa aqui no Pobre Leitora e este ano a comemoração é por 3 anos de blog! Estou muito feliz de chegar a essa marca, aos trancos e barrancos mas firme e forte por aqui!
E uma festa aqui no PL não pode ser feita sem os amigos! Então chamei os melhores pra participar e presentear você!

Mini-Resenha: O Adulto - Gillian Flynn

14/02/2018


Título: O Adulto | Autor (a): Gillian Flynn | Editora: Intrínseca | Páginas: 64 | Skoob.

Onde comprar: Amazon

Sinopse: Uma jovem ganha a vida praticando pequenas fraudes. Seu principal talento é a capacidade de dizer às pessoas exatamente o que elas querem ouvir, e sua mais recente ocupação consiste em se passar por vidente, oferecendo o serviço de leitura de aura para donas de casa ricas e tristes.
Certo dia, ela atende Susan Burkes, que se mudou há pouco tempo para a cidade com o marido, o filho pequeno e o enteado adolescente. Experiente observadora do comportamento humano, a falsa sensitiva logo enxerga em Susan uma mulher desesperada por injetar um pouco de emoção em sua vida monótona e planeja tirar vantagem da situação.
No entanto, quando visita a impressionante mansão dos Burke, que Susan acredita ser a causa de seus problemas, e se depara com acontecimentos aterrorizantes, a jovem se convence de que há algo tenebroso à espreita. Agora, ela precisa descobrir onde o mal se esconde, e como escapar dele. Se é que há alguma chance.
Em seu estilo inconfundível que arrebatou milhares de fãs, Gillian Flynn traça surpreendentes e intrigantes perfis psicológicos dos personagens e tece uma narrativa repleta de suspense ao mesmo tempo em que brinca com elementos clássicos do sobrenatural.

Durante a LiteraMaratona24em48h tivemos a leitura coletiva de O Adulto, conto da autora Gillian Flynn, eu fiquei bem curiosa quanto a leitura e por ser uma história curta em mais ou menos uma hora é possível concluir O Adulto. Creio que maior intuito deste conto tenha sido retratar a manipulação e até onde isto leva o ser humano, mas mesmo assim não consegui ver muito sentindo na narrativa e em seu desfecho. Flynn comenta O Adulto de  modo, apresenta seus personagens e vai nos conduzindo até o clímax do enredo, no entanto termina de um jeito completamente diferente do início e meio da história, também nos dá um final em aberto para que o leitor tire suas próprias conclusões. Eu até gosto de um desfecho desta maneira, alguns dos meus livros favoritos terminam assim também (leia aqui, aqui e aqui), mas depende muito do contexto da história (leia um exemplo aqui) e em O Adulto não vi necessidade de um final deste modo.

O miolo do conto a qual a autora inseriu um contexto mais sobrenatural deixou-me bastante envolvida e acabou atrasando muito, se Gillian Flynn tivesse seguido neste gênero com certeza a leitura teria sido muito satisfatória para mim, no entanto, apesar de não ter gostado completamente de O Adulto, eu estou curiosa para ler as demais obras dá autora, sua escrita de fato é envolvente e ela sabe como criar uma atmosfera de tensão, mistério e suspense. Para quem gosta de leituras curtas O adulto será uma boa escolha, somente não vá com tanta sede ao pote para não se frustrar. 

Resenha: Perto do Fim - Rosa Mattos

07/02/2018


Título: Perto do Fim | Autor (a): Rosa Mattos | Editora: Selo Jovem | Páginas: 246 | Skoob.

Onde comprar: Amazon

Sinopse: Jeff Weber é um homem solitário e inconformado com o seu destino. Tentou acabar de vez com o sofrimento, jogando o seu carro contra um poste de concreto, mas sobreviveu.
Um dia, Jeff escuta da sacada de sua casa, uma jovem pedindo socorro e corre até lá para ajudá-la, sem saber que esse seu gesto daria início a um grande pesadelo.
Jeff liberta a jovem Valentina das mãos do agressor e recebe ameaças dele, por ter surgido na hora errada. O sujeito foge, mas no mesmo dia coloca em prática suas ameaças.
Após isso, Jeff vê sua rotina pacata e metódica, sofrer uma guinada vertiginosa. Uma série de acontecimentos o faz pensar que sua vida corre perigo e o homem falava sério. Ele só não entende, qual o motivo para tanta fúria e desejo de vingança.
Ao mesmo tempo em que se vê perseguido e na mira de um maníaco, Valentina surge como um sopro de esperança em sua vida, trazendo um pouco de paz ao seu coração acostumado a estar mergulhado em sombras.
E quando ele passa a acreditar que finalmente tudo se resolveu, algo inesperado acontece, jogando Jeff num dilema desanimador. Agora, ele terá que ser realmente forte para superar o novo obstáculo que o destino colocou em seu caminho, se quiser viver.

Cortesia em parceria com a autora.

Se tem algo que gosto quando do pego um livro para ler é a capacidade que a história terá em mexer com os sentimentos do leitor, a ponto de deixar aquele arrepio e frio no estômago, somando isto com a nuance de uma leitura mais do que agradável, mas também cativante e encantadora, você saberá que encontrou um livro extremamente contagiante, Perto do fim leva todos estes aspectos e emociona por sua narrativa cheia de sentimentos. 

Perto do fim é o mais novo romance da autora Rosa Mattos que também escreveu outros livros maravilhosos: O Medo de Virgília e Paredes Vivas. Perto do fim é sem dúvidas bem diferente destes outros livros e Rosa Mattos mostra ao seu leitor uma nova faceta em um gênero que vai mexer com os nossos sentimentos. Essa mescla de romance, drama e mistério fazem de Perto do fim um prato cheio para quem busca uma leitura não apenas que irá te comover, mas também suspirar e amar cada capítulo. 

Jeff nosso protagonista é um homem quebrado, com uma dor e perda imensa que carrega em sua vida, mas apesar de mergulhar deste desespero, é perceptível que no fundo Jeff ainda tem muita sede de viver, de ser feliz e cabe a ele próprio descobrir isso, enxergar que apesar da tristeza há um caminho de felicidade. É esta jornada que vamos acompanhar junto com esse personagem tão contagiante. Jeff é um protagonista marcante, intenso e ao entendermos o motivo de sua dor, começamos a sentir na pele ainda mais tudo que ele sofre. 

A narrativa em primeira pessoa contribui basta para carga emocional presente na obra, mas acima de tudo a personalidade marcante e profunda de Jeff elevam essa nuance da leitura e faz com que o leitor se identifique com o personagem. A escrita da autora evoluiu muito neste livro e isto me deixou extremamente feliz, pois ver o crescimento de uma autora que você admira é incrível! Conhecer Jeff e Valentina foi sem igual, o romance que eles vivenciam é lindo, Valentina chegou para ultrapassar as barreiras que o próprio Jeff criou em torno de si e ver florescendo o amor deles é maravilhoso, Jeff evolui muito ao longo do enredo e aprende lições valiosas sobre a vida, o perdão e também sobre o amor. O desfecho de Perto do fim é muito emocionante, o livros todo mexe com o leitor desde o primeiro instante, mas é o final que toca ainda mais profundamente e te faz gostar mais do livro!

A respeito da edição, particularmente eu gostei muito da capa, no entanto algo que me incomodou na leitura foi um detalhe na impressão do livro, é perceptível um brilho na fonte e ao ler na luz do dia isso ficou extremamente visível e por várias vezes acabou prejudicando a leitura, talvez tenha sido o tipo de impresso ou o papel usado na edição, pois o ideal é que não tenha esse brilho no texto/fonte para que a leitura não seja prejudicada, por isso mesmo é usado o papel pólen soft e a impressão offset atualmente, para deixar a leitura mais suave e agradável. Mesmo sendo um detalhe que me deixou um pouco incomoda não diminuiu meu apresso por Perto do Fim, afinal Rosa Mattos criou uma história linda, cativante e muito envolvente!

Perto do fim me encantou, Jeff é um personagem maravilhoso e sem dúvidas sua história marca o leitor de uma maneira única, profunda e com muita emoção. 

Pré-venda: A Guerra que me Ensinou a Viver - Kimberly Brubaker

06/02/2018


Sinopse: A Guerra que Salvou a Minha Vida ganhou um lugar especial no coração dos leitores brasileiros. A história da pequena Ada — que, com seu irmão caçula, deixou para trás sua casa em Londres para escapar dos bombardeios da Segunda Guerra Mundial — arrancou lágrimas, sorrisos e suspiros na mesma medida. Com o coração repleto de esperança e afeto, a DarkSide® Books orgulhosamente apresenta A Guerra que me Ensinou a Viver, a emocionante continuação do livro de Kimberly Brubaker Bradley. Após uma infância de maus-tratos, Ada finalmente recebe o cuidado que merece ao ter seu pé operado. Enquanto tenta se ajustar à sua nova realidade e superar os traumas do passado, ela se muda com Jamie, lady Thorton e Susan — agora sua guardiã legal — para um chalé em busca de um recomeço. Com a guerra se intensificando lá fora, as adversidades batem à porta: o racionamento de alimentos é uma preocupante realidade, e os sacrifícios que todos devem fazer em nome do confronto partem corações e deixam cicatrizes. Outra questão é a chegada de Ruth, uma garota judia e alemã, que gera uma comoção no chalé. Seria ela uma espiã disfarçada? Ou uma aliada em meio à calamidade? Mais uma vez, Kimberly Brubaker Bradley conquista com sua narrativa carregada de sensibilidade. Seu registro historicamente preciso revela o conflito armado pela perspectiva de uma criança, além de lançar luz sobre a atual crise de refugiados, a maior desde a guerra de Hitler, que já obrigou milhões de pessoas a deixarem seus lares em busca de paz. Discutindo assuntos delicados com ternura, a autora guia o leitor por uma jornada que mostra a beleza dos pequenos gestos. E, ao revelar as camadas de seus personagens, apresenta uma história sobre amadurecimento e aceitação — principalmente para Ada, que precisa aprender a acreditar. Acreditar em sua família e em si mesma. Na resiliência que vem da dor. Na superação que vem do medo. Na empatia, que reacende a humanidade. E no amor, é claro. Em sua forma mais pura e sincera. A Guerra que Salvou a Minha Vida foi vencedor de diversos prêmios e adotado em escolas nos Estados Unidos. Agora, A Guerra que me Ensinou a Viver chega em uma edição capa dura e cheia de amor, como deve ser. A linha DarkLove ganhou mais um título que deixa marcado na memória que algumas heroínas salvam leitores pelo coração. Corajosa, justa e inteligente, Ada é realmente invencível.

Crédito da imagem.

Livros da Editora Companhia das Letras com desconto

01/02/2018


Por tempo limitado você encontra os livros da editora Companhia das Letras com desconto incrível! Aproveite! Olha só alguns títulos com ótimos preços:

A humanidade venceu todas as barreiras: fome, doenças, guerras, miséria… Até mesmo a morte. Agora os ceifadores são os únicos que podem pôr fim a uma vida, impedindo que o crescimento populacional vá além do limite e a Terra deixe de comportar a população por toda a eternidade. Citra e Rowan são adolescentes escolhidos como aprendizes de ceifador — um papel que nenhum dos dois quer desempenhar. Para receberem o anel e o manto da Ceifa, os adolescentes precisam dominar a “arte” da coleta, ou seja, precisam aprender a matar. Porém, se falharem em sua missão — ou se a cumplicidade no treinamento se tornar algo mais —, podem colocar a própria vida em risco.
E-book por R$ 9,77 | Livro Físico por R$ 22,90.


Lançada em 1990, a cultuada série Twin Peaks, de David Lynch e Mark Frost, tem milhares de fãs pelo mundo. Após o anúncio da terceira temporada, retomada 25 anos depois do assassinato de Laura Palmer, Mark Frost lança A história secreta de Twin Peaks, livro imperdível para fãs e curiosos. A obra, escrita numa narrativa inventiva e nada convencional, apresenta um dossiê compilado por um Arquivista desconhecido e enviado pelo FBI para a agente TP, com o intuito de descobrir a identidade por trás da montagem dessa documentação. Com recortes de jornal, trechos de diários, informações secretas e arquivos do FBI, o livro conta com informações valiosas para que o leitor possa ir fundo e saber mais do que ninguém sobre episódios e personagens da série. E, quem sabe, desvendar tudo o que está por trás dos misteriosos acontecimentos nessa icônica cidade do noroeste americano.
Capa dura por R$ 59,80.


"Com sua língua afiada e seu temperamento rebelde, Sage Fowler está longe de ser considerada uma dama — e não dá a mínima para isso. Depois de ser julgada inapta para o casamento, Sage acaba se tornando aprendiz de casamenteira e logo recebe uma tarefa importante: acompanhar a comitiva de jovens damas da nobreza a caminho do Concordium, um evento na capital do reino, onde uniões entre grandes famílias são firmadas. Para formar bons pares, Sage anota em um livro tudo o que consegue descobrir sobre as garotas e seus pretendentes — inclusive os oficiais de alta patente encarregados de proteger o grupo durante essa longa jornada.
Por R$ 20,10.

Pelo mundo todo, algo de estranho começa a acontecer quando as mulheres adormecem: elas são imediatamente envoltas em casulos. Se despertadas, se o casulo é rasgado e os corpos expostos, as mulheres se tornam bestiais, reagindo com fúria cega antes de voltar a dormir.
Por R$ 40,30.







Subir