Resenha: Cretino Abusado - Penelope Ward e Vi Keeland - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Resenha: Cretino Abusado - Penelope Ward e Vi Keeland

Resenha: Cretino Abusado - Penelope Ward e Vi Keeland

26/02/2018


Título: Cretino Abusado | Autor (a): Penelope Ward e Vi Keeland | Editora: Essência | Páginas: 272 | Skoob.

Onde comprar: Amazon

Sinopse: Após ser traída pelo ex-namorado – chefe da firma de advocacia em que trabalhava – Aubrey decide que precisa de um recomeço. Deixa tudo para trás e aceita um emprego em uma startup na Califórnia, Estados Unidos, e parte em uma viagem de carro que mudará toda a sua vida.
Em uma parada na estrada, Aubrey conhece Chance, um homem atraente que viajava de moto. Com o corpo perfeito e sotaque australiano, o ex-jogador de futebol era bem convencido e arrogante. Quando sua moto quebra, Chance precisa da ajuda de Aubrey. Ele promete levá-la em segurança até seu destino em troca de uma carona, e os dois decidem seguir viagem juntos.
Aubrey está traumatizada após seu último relacionamento, mas sente uma atração incontrolável por aquele cretino abusado. Apesar da ligação cada vez mais forte entre os dois, Chance guarda um segredo que poderá separá-los para sempre.

Cortesia em parceria com a editora.

Nesse livro vamos conhecer Audrey, uma advogada que está à procura de um novo começo e ainda meio perdida no que vai fazer de sua vida pessoal e profissional, em uma parada na estrada para comer antes de chegar na Califórnia, ela acaba conhecendo Chance, um lindo e maravilhoso motoqueiro que acaba sendo um belo cretino abusado com ela, mas mesmo assim, Audrey acaba sentindo que está atraída por ele.

O destino é mesmo engraçado e estranho ao mesmo tempo, logo que ela conhece Chance, a moto dele acaba quebrando e ele pede para ela uma carona, Audrey fica com o pé atrás, mas mesmo assim acabando deixando que ele vá com ela, e essa viagem acaba tendo muitas risadas, conflitos e claro, a atração de ambos.

Na primeira parte do livro, é toda narrada pela Andrey, onde vemos que os dois se gostam, tem uma atração física muito grande, mas ele sempre fica longe dela, nunca dá a entender que vão realmente se pegar e isso foi meio confuso, pois nada explicava o motivo dessa distancia dele por ela, mas quando terminamos de ler, entendemos o que acontecia e fica bem melhor.

Na segunda parte, que é narrada por Chance, tem uma passagem de tempo de dois anos, no qual ficamos sabendo o que aconteceu e que eu sinceramente não esperava, fui pega totalmente de surpresa pela revelação, e claro, ele não consegue esquecer aquela mulher que o destino colocou em sua vida e está totalmente disposto agora, a ver se consegue ter alguma coisa com Audrey.

A leitura é fluida e rápida, li apenas em uma sentada, adora esse tipo de livro, romances eróticos para mim, sempre tem uma escrita que faz com que você se envolva, goste dos personagens, e leia muito rápido, esse é o único tipo de romance em que me aventura a ler, e sempre acabo curtindo muito a leitura.

Adorei os personagens, Chance é claro faz jus ao título do livro e consegue fazer com que nos apaixone por ele e seu jeito badboy de ser, e sim acabamos compreendendo o que acontece com ele e o porquê dele rejeitar Audrey no começo.

Audrey por sua vez, é forte e determinada, mas acaba ficando muito envolvida com Chance e não consegue entender o porquê ele não quer nada com ela, sendo que seus olhares e gestos acabam mostrando para ela, que sim, ele sente uma atração por ela.

Adorei a leitura e com certeza vou querer ler mais livros dessa autora, pois gostei da escrita dela e como já disse, gosto desse tipo de livro. A capa é linda, adorei o motoqueiro nela, com o estilo mesmo de cretino que vai arrasar com nossos corações, a diagramação está boa e não encontrei erros de revisão, livro 4 estrelas.

Camila Mazzetto

Escrito por:

Camila. Sua verdadeira paixão está nos livros, blogueira de coração, amo livros de suspense e terror, mas devoro o que tiver pela frente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!

Subir