Resenha: O Assassino do Zodíaco - Sam Wilson - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Resenha: O Assassino do Zodíaco - Sam Wilson

Resenha: O Assassino do Zodíaco - Sam Wilson

21/03/2018

O Assassino do Zodíaco

Título: O Assassino do Zodíaco | Autor (a): Sam Wilson | Editora: Jangada| Páginas: 464 | Skoob.


Onde comprar: Amazon.

Sinopse: Numa sociedade corrupta e violenta, dividida pelos signos do Zodíaco, as desigualdades entre as pessoas vêm do berço e continuam por toda a vida. Assassinatos passam a ocorrer com brutalidade incomum, e as vítimas parecem não ter nada em comum. Seriam esses crimes uma rebelião contra o sistema ou obra de um serial killer? Para encontrar uma resposta, o detetive Jerome Burton se junta à astróloga forense Lindi Childs. Juntos eles percorrem uma trajetória sombria para tentar desvendar uma história tenebrosa de traição, amores perdidos, promessas quebradas e uma verdade devastadora capaz de abalar o mundo em que vivem...

Cortesia em parceria com a editora.

Como seria nossa sociedade se a mesma fosse dividida pelos signos do zodíaco? Seria um mundo utópico ou a desigualdade seria catastrófica? Sam Wilson nos responde essas e outras perguntas em seu thrilher O assassino do zodíaco! Como uma nativa de Peixes e louca por astrologia, claro que fiquei animada e muito empolgada com a premissa deste livro!

Tenho que dizer que a originalidade neste thrilher policial é sensacional, Sam  Wilson não apenas nos apresentou um mundo regido por signos do zodíaco como também a astrologia que passa a ser um fator fundamental nesta sociedade, é até curioso ver um tema mais místico com algo tão concreto como o tema policial, esses dois temas tão opostos funcionam perfeitamente na trama de O assassino do zodíaco, afinal o autor construiu engenhosamente todos os ganchos e elementos para compor esse thrilher policial tão incrível! 

Com uma escrita ágil, envolvente e fluída, Sam Wilson traça uma história cativante que deixa o leitor grudado no livro do início ao fim e revela não apenas uma investigação policial bem construída como também o que há por traz da motivação do assassino! Todos os ganchos são entrelaçados e no final tudo se encaixa muito bem, mas claro que como um suspense o leitor acabada também enganado em relação a identidade do assassino, afinal vários protagonista podem ser o serial killer nesta trama cheia de intriga, loucura e obsessão!

Até onde a vingança pode levar uma pessoa? Em que ponto o ser humano pode chegar em suas convicções e ideias? Ao final do livro temos uma brecha interessante para uma nova aventura em San Celeste e na minha opinião seria maravilhoso, afinal Sam Wilson é um autor que me ganhou, seu O assassino do Zodíaco é impactante, original e muito sensacional! 

A desigualdade entre os signos levam as pessoas ao desespero e na cidade de San Celeste a ira de um terrível assassino deixará marcas irreversíveis, principalmente se a verdade vier a tona! Mesmo com suas quase 500 páginas O assassino do Zodíaco fluí tão facilmente que o final bate em nosso rosto num piscar de olho, até porque você fica tão atento na história, acompanhando Burton e Lindi nesta jornada intrigante que quando nota já devorou o livro! 

De que lado da sociedade de San Celeste você seria? Teria o luxo e conforto dos Capricornianos ou viveria a margem da sociedade como os Arianos, ou ainda seria mais pé no chão fazendo da cidade um lugar melhor como os Taurinos? Em San Celeste o teu signo e as estrelas ditam as regras, vida e morte. Embarque em uma jornada fascinante em O assassino do Zodíaco!

Sammysam Rosa

Escrito por:

Sammy. Casada e apaixonada por livros. Gosto de literatura policial, suspense e terror. Típica pisciana, sonhadora e curiosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!

Subir