Resenha: A Caçadora de Dragões - Kristen Ciccarelli - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Resenha: A Caçadora de Dragões - Kristen Ciccarelli

Resenha: A Caçadora de Dragões - Kristen Ciccarelli

03/09/2018



Título: A Caçadora de Dragões | Autor(a): Kristen Ciccarelli | Páginas: 398 | Editora: Seguinte | Skoob


Onde Comprar:Amazon 
Sinopse: Primeiro volume de uma trilogia fantástica, em que dragões e humanos estão em guerra — e cabe a uma garota matar todos eles.Quando era criança, Asha, a filha do rei de Firgaard, era atormentada por sucessivos pesadelos. Para ajudá-la, a única solução que sua mãe encontrou foi lhe contar histórias antigas, que muitos temiam ser capazes de atrair dragões, os maiores inimigos do reino. Envolvida pelos contos, a pequena Asha acabou despertando Kozu, o mais feroz de todos os dragões, que queimou a cidade e matou milhares de pessoas — um peso que a garota ainda carrega nas costas. Agora, aos dezessete anos, ela se tornou uma caçadora de dragões temida por todos. Quando recebe de seu pai a missão de matar Kozu, Asha vê uma oportunidade de se redimir frente a seu povo. Mas a garota não vai conseguir concluir a tarefa sem antes descobrir a verdade sobre si mesma — e perceber que mesmo as pessoas destinadas à maldade podem mudar o próprio destino.


Adoro o tema dragão então quando lançou o livro, corri para adquirir o livro, pois sabia que eu poderia gostar muito da sua história.
Aqui vamos conhecer Asha, uma adolescente que num passado acabou sendo queimada por um grande Dragão chamado Kozu, e ele também acabou matando sua mãe, seu pai o Rei, declarou que os dragões eram inimigos e que nunca mais ninguém poderia ousar em contar as histórias antigas, já que isso é uma forma de atrair o dragão, e com o tempo, Asha acabou se tornando uma caçadora de dragões, matando qualquer um que aparecesse, mais para isso acontecer ela guarda um segredo.
Também temos Jarek, que é um comandante do exército do Rei, ele é cruel e tive vontade de socar a cara dele muitas vezes, ele é noivo de Asha, mas ela odeia ele tanto quanto pode, vamos conhecer um escravo também, o nome dele não é citado logo no começo, e sim quase no final do livro, já que ninguém se importa com nome de escravos, e eles não podem olhar diretamente para a elite, se isso acontecer pode ser uma sentença de morte
O que mais gostei no livro, é que ficamos curiosos sobre essas tais histórias que não podem ser contadas e a cada abertura de capitulo, temos elas sendo contadas, uma mais legal que a outra, uma mais interessante e que acaba fazendo com que você entenda mais ainda o enredo do livro.
Foi uma leitura rápida e gostosa, confesso que até enrolei um pouco para terminar, pois eu queria mais e sei que ainda vamos ter o próximo livro, já que é uma trilogia, mas como sempre demora para ser lançado, não queria me despedir assim de Asha, uma protagonista forte e determinada, que sabe exatamente o que quer para seu futuro.
Depois de muito tempo Kozu é visto novamente e claro Asha vai tentar mata-lo, mas temos uma grande reviravolta no livro, então não posso contar o que acontece, mas que fica muito bom, isso fica.
Amo histórias de dragões, acho que é uma mitologia muito interessante e sempre fui apaixonada por essas criaturas, adoraria ter um só para mim, mas infelizmente eles não existem, e claro como toda a história é focada neles, não tem como eu dizer que não gostei do livro, eu simplesmente adorei e me apaixonei por esses seres alados, que podem acabar com qualquer pessoa e qualquer coisa que quiserem.
Já estou louca para ler os próximos livros e espero que a editora Seguinte não demore muito para lançar o segundo volume, que estou ansiosa para ler.

Camila Mazzetto

Escrito por:

Camila. Sua verdadeira paixão está nos livros, blogueira de coração, amo livros de suspense e terror, mas devoro o que tiver pela frente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!

Subir