Vídeo Resenha: Jogador Nº1 - Ernest Cline - Da imaginação à escrita Da imaginação à escrita: Vídeo Resenha: Jogador Nº1 - Ernest Cline

Vídeo Resenha: Jogador Nº1 - Ernest Cline

20/08/2018

Jogador Nº1

Título: Jogador Nº 1 | Autor(a): Ernest Cline | Páginas: 464 | Editora: Leya Brasil | Skoob.


Onde Comprar: Amazon.

Sinopse: Um dos livros mais cultuados da década chega aos cinemas pelas mãos de Steven Spielberg Jogador Nº 1, de Ernest Cline, o livro de ficção científica mais amado e cultuado dos últimos tempos, chega agora aos cinemas numa superprodução dirigida por Steven Spielberg e estrelada por Tye Sheridan e Simon Pegg! Não perca a chance de conhecer todos os detalhes dessa história fantástica. O ano é 2044 e a Terra não é mais a mesma. Fome, guerras e desemprego empurraram a humanidade para um estado de apatia nunca antes visto. Wade Watts é mais um dos que escapa da desanimadora realidade passando horas e horas conectado ao OASIS – uma utopia virtual global que permite aos usuários ser o que quiserem; um lugar onde se pode viver e se apaixonar em qualquer um dos mundos inspirados nos filmes, videogames e cultura pop dos anos 1980. Mas a possibilidade de existir em outra realidade não é o único atrativo do OASIS: o falecido James Halliday, bilionário e criador do jogo, escondeu em algum lugar desse imenso playground uma série de Easter Eggs, e premiará com sua enorme fortuna – e poder – aquele que conseguir desvendá-los. E Wade acabou de encontrar o primeiro.
Cortesia em parceria com a editora 


Inscreva-se no canal do blog:


Camila Mazzetto

Escrito por:

Camila. Sua verdadeira paixão está nos livros, blogueira de coração, amo livros de suspense e terror, mas devoro o que tiver pela frente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, leia com atenção:

Comentários ofensivos não serão aceitos.

Para que você seja retribuído, comente decentemente sobre a postagem, coloque o link do seu blog/site no final do seu comentário.

Comentários com Seguindo, segue de volta e afins, serão excluídos e não irei retribuir!

Críticas são sempre bem vindas, desde que construtivas.


Obrigada e volte sempre!

Subir